10 de set de 2015

Poema: "Refugiados"



   “Refugiados”


 Quando alguém se refugia,
De sua terra natal;
Idealiza a fantasia,
Da vida ideal,


Longe das dores,
Das guerras;
Distanciando-se dos horrores,
Vislumbrando prósperas terras!


O retirante não vê barreiras,
Ignora sofrimentos;
 Despreza as fronteiras,
 As travessias e os tormentos!


Migra e se lança,
Não tendo nada a perder;
Movido pela esperança,
E vontade de sobreviver


Mas é dura a realidade,
Cheia de mortes e violência;
Xenofobia e crueldade,
Diáspora em evidência!


Nômades aflitos
Que rompem aduanas;
Protagonizando conflitos,
E situações desumanas!


Dentro dos caminhões e navios,
Como se fossem enlatados;
Atravessando desertos e rios,
Tristemente refugiados!


 *O Eldoradense

Um comentário:

  1. Que mundo é esse que estamos vivendo???
    Não consegui nem olhar para a imagem do garotinho que morreu afogado... que tristeza na alma... abraços!

    ResponderExcluir