31 de out de 2015

Comentando "do meu jeito" as notícias da semana...



  1) Dia das bruxas para o PT: Lula, Palocci, Fernando Pimentel e Erenice Guerra constam em relatórios do Coaf, (Conselho de atividades Financeiras), como movimentadores de cifras milionárias e suspeitas de irregularidades. O COAF nada mais é do que um órgão subordinado ao Ministério da Fazenda que tem por objetivo coibir operações como lavagem de dinheiro, e tem a participação de membros do Ministério Público e da Polícia Federal. É, Lula... pode colocar as barbas de molho!

  

  2) Negócio da China: Se a torcida brasileira após a Copa do Mundo estava "P da vida" com Felipão, ele conseguiu dar a volta por cima, lá na China. O Guangzhou Evergrand sagrou-se campeão chinês, com gols dos brasileiros Paulinho e Ricardo Goulart. Mas convenhamos: Para um técnico que já foi Campeão de Copa do Mundo, como Felipão, ser campeão chinês não é lá motivo para contar muita vantagem...



  3) E falando em China, o populoso país oriental colocou fim a famosa política do filho único, que multava casais que tivessem mais de um filho. A política estava vigente na China há trinta anos, e tinha o intuito de evitar o crescimento populacional desenfreado. Atualmente o país observa um envelhecimento da população, e por isso, o fim das leis de controle de natalidade. Se já tem muita gente lá, agora, então...


  4) Só os melhores ficaram: Os maiores campeões nacionais de todos os tempos, Santos e Palmeiras, reeditarão a final do Campeonato Paulista deste ano na Copa do Brasil. O peixe venceu o São Paulo nas semifinais, enquanto o verdão passou pelo Fluminense nos pênaltis. As finais acontecerão dia 25/11 e 02/12, na Vila Belmiro e no Allianz Parque, respectivamente. Que vença o melhor, e que o melhor seja o Santos!

   

   5) Debate em torno da colocação de uma imagem do Cristo Misericordioso no trevo de Presidente Venceslau. A imagem foi doada por um grupo de católicos da cidade, porém, será fixada em espaço público. Obviamente, membros da comunidade católica defendem a ideia, e muitas pessoas de outras denominações cristãs são contrárias. Particularmente, apesar de católico, eu sou contrário à fixação da imagem em espaço público, pois creio que o gesto soe, ainda que involuntariamente, como imposição religiosa. Não tenho nada contra a imagem em si, mas acho que seria mais adequado instalá-la nos domínios dos templos católicos. É esta a minha opinião a respeito do assunto.


  6) Asteróide passou perto da Terra: Mais uma vez, eu leio a notícia como um bobo, e vejo que a manchete é mais assustadora que o fato em si. Um asteróide, chamado "Spooky" passou há 483 mil quilômetros da Terra, não causando sequer nem um sustinho no nosso humilde planeta. Enfim, o "Dia das Bruxas" foi assustador somente na fantasia das pessoas, e o Apocalipse, mais uma vez, não aconteceu...


* O Eldoradense


Empresa Coletivos Pardal: Você se lembra dela?



 
  Quem vive em Presidente Venceslau há mais de trinta anos, provavelmente irá se lembrar desta empresa de transportes coletivos, que operou nas linhas circulares de nossa cidade por pouco tempo, mas que marcou época. A Empresa Coletivos Pardal iniciou suas atividades em Presidente Venceslau em 1986, e inovou com um sistema que dispensava cobradores, através da leitura automática de bilhetes que acionava as catracas, (ou roletas, como preferirem). Lembro-me de algumas linhas iniciais, que iam para a Sumaré e Alvorada. 

   Achei esta imagem por acaso, no site "Ônibus Brasil", e confesso que senti saudades da minha infância. Muitas crianças e adolescentes adquiriram alguns bilhetes da Coletivos Pardal com o intuito de passear de ônibus pela cidade. 

28 de out de 2015

Conto: "Perspicácia e persistência"


"Perspicácia e persistência"

     Na sala meio que sombria do seu escritório, o velho Amílcar já estava exausto pelo processo seletivo que realizava para chefe de cozinha do seu grande restaurante. O homem era um observador nato, e fazia questão de ele mesmo realizar suas entrevistas, analisando minuciosamente cada detalhe dos candidatos: jeito de falar, vestir, aparência, nível cultural, e principalmente, perspicácia e persistência. O sujeito que ocupava o cargo até então, Donato, era mais que funcionário, era seu braço direito na condução do empreendimento. Amílcar poderia fazer suas viagens constantes à Europa sem medo, porque Donato era versátil, dando conta também dos detalhes administrativos do restaurante. Mas o antigo chefe tinha um talento só dele, e fora convidado para trabalhar em um importante restaurante em Paris. Amílcar lamentou perder aquele funcionário tão eficiente, mas compreendia que era justo que Donato ambicionasse novos desafios.

    Durante aquele cansativo dia, foram analisados mais de vinte candidatos, e ante os olhos de Amílcar, nenhum digno de ser o “novo Donato”. Se necessário fosse, prolongaria as entrevistas para o dia seguinte, até encontrar quem preenchesse todos os requisitos. De certa forma, a aparência austera e firme do velho Amílcar talvez pudesse intimidar os postulantes ao cargo, ou talvez o entrevistador fosse demasiadamente exigente. Foi neste final de dia, quase que na hora do crepúsculo que chegou ao escritório um sujeito de estatura mediana, olhar sereno e aparentemente certo dos seus objetivos. Firmino causara boa impressão só pelo jeito com que abriu a maçaneta da porta, segundo os olhos atentos do velho Amílcar.

    Após questionar sobre currículo, pretensões salariais e tantas outras coisas importantes para o entrevistador, Amílcar disse:

       - Firmino, você parece ser um bom candidato. Veste-se bem, possui bom currículo, é articulado e parece ter boas noções de administração. Mas antes de encerrar a entrevista, vou te fazer um pedido...

      - Qual, senhor Amílcar?

     - Minha esposa disse, no começo do dia, que quer preparar um salmão para o jantar. Quero que use seus conhecimentos gastronômicos para comprar o melhor peixe que encontrar no supermercado, há quinze quadras daqui. Para ir até o supermercado, você vai usar o meu carro, um veículo vinho que está parado no pequeno estacionamento do prédio.

      O que parecia uma tarefa simples, na verdade era um teste, que fora feito com todos os outros candidatos durante o dia. Todos eles voltaram em menos de cinco minutos, alegando que as chaves não abriam as portas do carro vinho parado no lugar, frustrando Amílcar. Vinte minutos se passaram, e Firmino chegou com o belo salmão e as chaves do carro. Amílcar olhou o peixe, aprovou a escolha e perguntou:

    -Você conseguiu abrir as portas do carro vinho?

   -Não. Na verdade, eu tentei, mas não consegui. Porém, percebi que ao lado do carro vinho havia um veículo branco, e tentei abri-lo. Deu certo.

  -Mas eu não havia lhe dito que meu carro era vinho?

  -Sim, mas como o senhor queria que eu comprasse um salmão, deduzi que estava se referindo ao vinho branco, ideal para o acompanhamento de peixes, e não ao vinho tinto...

  -Parabéns rapaz!  Você está contratado! – Disse o satisfeito e exigente Amílcar.

  Em tempos difíceis, muitos reclamam da falta de oportunidades, mas talvez estejam presos ao óbvio e ao comodismo, sem qualquer lampejo de criatividade. Com um pouco de perspicácia e persistência, as portas certamente se abrirão. Foi o que aconteceu com o esperto Firmino...


* O Eldoradense


26 de out de 2015

Piada de segunda: "Aula de história"


"Aula de história"

  
   Durante a aula de história, a professora pergunta:

  "Pessoal, quem foi o filósofo grego que disse a famosa frase... Só sei que nada sei?"

   O menino, rapidamente, responde:

  "Caramba, professora, eu nem sabia que o Lula era filósofo, muito menos que era grego!"

25 de out de 2015

Comentando "do meu jeito" as notícias da semana...



   1) Faleceu nesta semana, aos oitenta anos, no Rio de Janeiro, a renomada atriz Yoná Magalhães. Há menos de um mês, Yoná fui submetida a uma cirurgia cardíaca, prosseguiu internada mas não resistiu às complicações da operação. A TV brasileira e o teatro perderam uma estrela, que foi morar no céu....



  2) O chão tremeu no Vale do Ribeira: Um abalo sísmico de 3,3 graus de magnitude atingiu a bela região do Vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo, próximo à fronteira com o Paraná. Na madrugada da última sexta-feira, os municípios de Cajati e Jacupiranga foram os que presenciaram com maior intensidade tais abalos. Teorias que atribuíram os tremores às pedreiras de região foram descartadas, sendo os tremores não feriram pessoas, nem causaram danos materiais. Foi apenas susto mesmo. 


   3) Aqui é terra dos coxinhas! Foi o que disse uma manifestante ontem, na Livraria Cultura, em São Paulo, numa sabatina em que estavam os petistas Fernando Haddad e Eduardo Suplicy. Em meio às máscaras da presidente Dilma Roussef e bonecos do ex-presidente Lula vestido de presidiário, a dupla petista foi hostilizada por manifestantes que encontravam-se no evento. Sou a favor de protestos e da democracia, mas quando alguém bate no peito orgulhoso pelo rótulo de ser "coxinha", passa dar consistência ao discurso da "luta de classes" que vêm permeando as últimas eleições no país. Parabéns, coxinhas! Em gestos como estes, vocês enchem de munição o discurso fora de moda, mas eficiente, do PT. Entendo que para vencer o PT nas urnas é preciso mostrar-se como parte do povo, e não alheio a ele.  Erro estratégico!


 4) Furacão Patrícia atingiu a costa oeste mexicana, sendo motivo de sustos para a população. Porém, ao chegar no continente, o fenômeno natural perdeu força, e as chuvas fortes causaram inundações no estado mexicano de Jalisco, Texas e parte da Lousiania,  já nos EUA. 

  

  5) Jogos mundiais indígenas estão sendo realizados em Palmas, no Tocantins. Na cerimônia de abertura, Dilma foi vaiada e aplaudida simultaneamente. Com a popularidade tão em baixa, a presidenta teve muita sorte de não ter levado uma flechada! 


  6) ENEM está sendo realizado neste final de semana, avaliando o ensino médio do país e contando pontos para o ingresso dos estudantes nas faculdades do Brasil. Muita gente preparada, outros, nem tanto, e sempre as imagens desesperadoras de candidatos atrasados batendo com a cara nos portões fechados dos locais das provas. Sorte a todos os concorrentes!


    7) Niver do Rei Pelé, que fez 75 anos na última sexta-feira! O maior jogador de futebol de todos os tempos, que jogou a maior parte do tempo no Glorioso Santos, recebeu os festejos de mais um ano de vida. Parabéns, Pelé! Você e o Santos F.C. viveram uma simbiose vencedora, mítica e que vai ficar registrada na história do futebol pra sempre!


* O Eldoradense

Vídeo musical de hoje: "Amor covarde", com Alceu Valença!


"Amor covarde" - Alceu Valença

Amor covarde, que morde que arde
A minha amada é metade de mim
A madrugada se arrasta, tão lenta assim

Dor...dor...dor !
Moça bonita, novilha tão rara
Não há quem valha metade de mim
A dor do amor, navalhada que arde assim

Dor...dor...dor!
Estrela d´alva, pedaço de lua
A pele nua, cheirando a jasmim
Boca cereja, bandeja de prata, Do-In

Dor...dor...dorQ
Moça bonita, novilha tão rara
Não há quem valha metade de mim
Nascemos sós, sós seremos serenos no fim

24 de out de 2015

Piquerobike: Registros fotográficos de uma pequena aventura...

  O relógio marcava aproximadamente sete da manhã quando eu e meu irmão, Nélio, nos encontramos no início da estrada vicinal de terra que vai até Piquerobi para uma pequena aventura ciclística, a qual batizei de "Piquerobike". Abaixo, a foto do sol nascendo neste 24/10/15:



    Meu irmão, eu as bikes. Ao fundo, a placa indicando o caminho já conhecido...

Nélio, o mano, junto com "as minas"...

Eu e as minas...

  Início da empreitada na vicinal...


  Alguns registros pessoais, tendo a paisagem do caminho ao fundo...

  Sítio com nome belíssimo, que faz jus ao cenário: "Caminho do Sol"


  Mais uma pausa fotográfica:


 Abaixo, outros registros fotográficos pelo caminho, em comunhão com o esporte e a natureza:


  Chegando ao destino, a pequena e bonita Piquerobi:



     Já na cidade, em alguns pontos interessantes de Piquerobi:


Cotidiano tranquilo de uma pequena cidade interiorana...

   No caminho de volta, o Nélio fez esta gracinha, mas depois fez uma pausa de dez minutos, para descansar...


  
  Animais e pássaros encontrados no trajeto:

Diz o meu irmão que é um carcará...
Bem te vi!
Urubu
Revoada de pássaros no céu...
Cavalos: (Parece que não estão muito bem um com o outro)
Coruja, pedindo para ser fotografada
As lentes da minha máquina conseguiram captar esta lebre...





  Estes foram os registros fotográficos desta "Piquerobike". A próxima aventura ciclística, se der coragem, será rumo ao Rio Santo Anastácio.

* O Eldoradense

20 de out de 2015

Conto: "A gravidade e o problema"


"A gravidade e o problema"


   Dizem que quem é introspectivo padece mais com os problemas, pois o sujeito guarda suas aflições na alma, sem compartilhar as horas difíceis e os sofrimentos com ninguém. Manuel era este tipo de homem: calado, pensativo, e que apesar de ter uma vida aparentemente estável, passava por dificuldades financeiras que até então, desconhecia. A esposa era companheira, ótima mãe dos seus dois filhos que traziam tantas alegrias para aquela casa. Mas o empresário parecia ter vergonha em dizer à mulher que a loja de calçados em Campinas andava mal das pernas, e que só ontem, teve que demitir duas de suas melhores funcionárias. Queria transmitir a imagem de Super-homem, inabalável, indestrutível, que de uma hora para outra, tiraria uma carta milagrosa da manga.

   Demissões, falência à vista, falta de horizontes, todos estes problemas eram novos para o homem de meia idade, que sofria cada vez mais com aquela situação. Precisava fazer cortes no orçamento familiar, que poderiam incluir até mesmo a escola particular dos filhos. Aquilo doía, pois tudo o que mais queria era que os filhos tivessem uma instrução de alto nível, para que desfrutassem de um futuro ainda melhor que o seu. Mas os impostos, o governo e a crise econômica mudaram totalmente o rumo da sua vida. Manuel parecia dar asas a uma depressão incômoda e aparentemente inevitável.

   Enquanto dirigia o carro naquela quinta-feira à noite, ouviu uma música que parecia provocá-lo: “Manuel”, de Ed Motta. Se o protagonista daquela música “foi para o céu”, como dizia a letra da canção, o Manuel de Campinas parecia viver um inferno astral, longe de ser solucionado. Chegou a sua casa tarde da noite, quando todos estavam dormindo. Deitou-se na cama, não conseguiu sequer cochilar, e quando o relógio marcou quatro da madrugada, encontrou a solução para os seus problemas: Iria para o céu!

    A ideia de se jogar do alto de um precipício deixando todo o sofrimento suspenso no ar lhe seduzia com força descomunal. Deixou um bilhete na mesa explicando tudo o que estava acontecendo, pedindo desculpas por ter saído de casa tão cedo, sem que ninguém percebesse. Precisava pegar a rodovia D.Pedro rumo à Atibaia, pois a Pedra Grande seria o lugar ideal para cumprir o seu ritual. O veículo 4x4 o levaria até lá, ao som da música de Ed Motta.

   O relógio de pulso marcava seis e meia da manhã quando Manuel estava no ponto mais alto da Pedra Grande. Não havia ninguém no lugar que pudesse lhe atrapalhar, tudo iria fluir como o planejando. Manuel lançou-se no céu, o corpo flutuava, deixando todas as suas aflições suspensas no ar. Sangue e adrenalina misturaram-se numa combinação explosiva. Quando o corpo tocou o chão, Manuel sentiu-se mesmo um Super-homem que havia voado e amenizado seus infortúnios. Não há nada tão prazeroso para empresário campineiro como praticar Asa-Delta. Ao voltar para Campinas, o som do carro tocava mais uma vez, a canção de Ed Motta. Em alguns casos, a gravidade pode dificultar a resolução de um problema. Mas em outros, ela pode ser bastante benéfica...


* O Eldoradense

19 de out de 2015

Piada de segunda: "O vendedor de imagens"


"O vendedor de imagens"

  O menino foi pedir emprego em uma loja de artigos religiosos, sendo que na entrevista seletiva, respondeu ao dono do estabelecimento que entendia tudo de imagens de santos. Porém, o rapaz não tinha experiência alguma no assunto, e após ser contratado, encontrou-se em uma situação embaraçosa com o primeiro cliente:

   "Por favor, você tem uma imagem de São Jorge aí?"

   "Sim, claro!"

   Suando frio, o atendente faz uma busca desesperada, e perdido em meio à tantas imagens, entrega uma imagem de São Pedro ao cliente:

   "Ei, mas São Jorge é o do cavalo, não o que está com as chaves nas mãos..."

    "Pois é... as coisas melhoraram e ele acabou de comprar um carro!"

18 de out de 2015

Clipe de hoje: "Presença", com Skank & Emicida!


"Presença" - Skank & Emicida

No sol que vai dourar
Na noite mais escura iluminar
No canto da espuma do verde do mar
Ela é feito pluma solta no ar

E vem vindo ela..
Meu dedos vão tocar
Seus lábio vermelhos, na minha boca beijar
De olhos fechados
só pra inventar
No sopro, no segredo
Vou revelar...

Está em tudo sempre onde vou
Já não preciso procurar!

O seu presente eu sou
Onde está presente eu tô
O meu presente chegou
Se ela está presente eu vou...

Eu vou, eu vou..
Se ela está presente, eu vou

No seu jeito de olhar
Um pensamento livre vou imaginar
No horizonte surge, no luar, lunar
Num suspiro profundo a te desejar...

Está comigo levo onde vou
Já não preciso... procurar!

O seu presente eu sou
Onde está presente eu tô
O meu presente chegou
Se ela está presente eu vou... Eu vou... Eu vou...

(Emicida)
Tipo "la belle de jour"
Coisa de pele, tru
Classe como jameli, simples em timbres blue
Louca, Iansã, num flamboyant, delícia
Flan, hum, ok, sou fã
E abusa, há
Musa pra um tchatchatcha
Recusa tá junto ao blablabla
Ela mexe o cabelo, mexe a carteira
E mexe com a cabeça dos caras da rua inteira
Ilumina, sol. Sergipe, sai sem dar tchau
Tipo velas do Mucuripe
É o ritmo, mítico, crítico
É o que não cabe em nenhum logarítmo
E não cede
Pede um lugar íntimo
Pois carinho com um bom vinho a dois
Devaneio do sexo oposto
Faço gosto a imaginar do meu oposto
Toda volúpia, eros volúsia manda
E lembra terra boa à la Carmen Miranda

Está em tudo sempre onde vou
Já não preciso... procurar!

O seu presente eu sou
Onde está presente eu tô
O meu presente chegou
Se ela está presente eu vou...


Mexe o cabelo, mexe

Se ela está presente eu vou, eu vou
É só me chamar, é só me chamar

Olha ela aí
Olha ela aí

Ela mexe o cabelo
É ela quem chegou
Olha ela aí
Olha ela aí
Mexe a carteira
É ela quem chegou

Olha ela aí
Olha ela aí
Mexe com a cabeça dos caras da rua inteira


17 de out de 2015

Comentando "do meu jeito" as notícias da semana...



  1) Crise econômica brasileira: A coisa está mais feita do que aparentava estar. Analistas econômicos que projetavam a recuperação da economia brasileira para o fim do próximo ano ou início de 2017 já admitem que a crise pode perdurar por todo o segundo mandato de Dilma. Porém a informação deixou dúvidas: se Dilma terminar o mandato só em 2018, a previsão pode ser pessimista. Por outro lado, o mandato dela pode acabar semana que vem, mês que vem, ou até mesmo no início do próximo ano, dependendo do cenário político. Aí, quem sabe, a economia se recupera mais rapidamente. Dane-se, com crise ou com crise, se Deus quiser, no ano que vem, vou novamente para o litoral...


 2) Estrela misteriosa: Bastante intrigante, uma estrela misteriosa está causando burburinho entre cientistas e astrônomos. Batizada de "KIC8462852", (poderiam dar um apelido), o referido corpo celeste encontra-se entre as constelações de Cisne e Lira, a aproximadamente 1500 anos-luz da Terra, (isso é longe pra chuchu). Segundo os pesquisadores, a estrela exibe um brilho incomum, e dentre a hipótese mais plausível, o tal brilho pode ser propagado em consequência de uma gigantesca construção alienígena. Eu sou mais cético: Na minha opinião, se existir uma obra faraônica nesta estrela, foi Maluf que fez!!!



  3) Livro: O escritor Luis Fernando Veríssimo, (nome de gênio), irá lançar um livro sobre as "mentiras femininas". Há quinze anos, ele publicou uma obra sobre as mentiras do universo masculino, e foi bastante cobrado sobre quando escreveria um livro sobre as mentiras contadas pelas mulheres. Na ocasião, ele respondeu, em tom de brincadeira: "Nunca, pois seria um livro muito grande e caro"...



   4) Faleceu Miele: Infelizmente faleceu um artista brasileiro que eu considerava um grande "show man". Ator, produtor, diretor e cantor, Miele faleceu no Rio de Janeiro aos 77 anos de idade. Porém, seu trabalho em vida já está imortalizado...


    5) Toma lá, dá cá: Lula pediu a deputados petistas que poupem Eduardo Cunha de uma possível cassação na Câmara dos Deputados. Com poder de acatar um possível pedido de impeachment contra Dilma, porém, mais sujo que pau de galinheiro, Cunha poderia barganhar apoio do PT em troca de poupar a presidente. É o podre "toma lá da cá" da imunda política brasileira...

    


   6) Cada doido com sua mania: Iniciou-se na úlitma sexta-feira à noite as visitas noturnas ao Cemitério da Consolação, em São Paulo. A necrópole possui jazigos de pessoas famosas como Mário de Andrade, Tarsila do Amaral, Monteiro Lobato, Marquesa de Santos e D. Pedro I. O "guia turístico" é um ex-coveiro do cemitério. Cada doido com sua mania, eu prefiro visitar outros lugares. Como gosto de jogar com as palavras, batizo a atividade como "sepulturismo"...


* O Eldoradense