7 de dez de 2016

Poema: Providências previdenciárias


"Providências previdenciárias"

Michel está preocupado,
Com o rombo na previdência;
E já deu o recado:
Vai tomar providência!

Virão as reformas,
Nada atraentes;
Alterando as normas,
Hoje vigentes...

Para deixar de laborar,
Sem perdas, nem danos;
Teremos que colaborar,
Quarenta e nove anos!

Vampiro engravatado,
Sugando o contribuinte;
Pescoço ensanguentado;
Crueldade com requinte!

Trabalharemos caquéticos,
Até os últimos dias;
Velhinhos e céticos,
Quanto às aposentadorias!

Haja disposição,
Longevidade e afinco;
Será que meu coração,
Chega aos sessenta e cinco?

                  * O Eldoradense                                  

4 de dez de 2016

Música internacional deste domingo: "Norwegian wood", com os Beatles!


"Madeira norueguesa"

Certa vez eu tive uma garota
Ou seria melhor eu dizer
Que ela me teve?

Ela me mostrou seu quarto
Ele não é uma graça?
Madeira norueguesa

Ela pediu para que eu ficasse e sentasse em qualquer lugar
Então eu olhei em volta e notei que não havia uma cadeira

Sentei em seu tapete
Fazendo uma hora
Bebendo seu vinho

Conversamos até as duas da manhã
E então ela disse
É hora de dormir

Ela disse que trabalharia de manhã cedo e começou a rir
Eu disse que eu não e me arrastei para dormir no banheiro

E quando acordei
Eu estava sozinho
O pássaro havia voado

Então acendi um cigarro
Ele não é uma graça?
Madeira norueguesa

29 de nov de 2016

Muita tristeza: Não há muito o que falar sobre o acidente com o avião da Chapecoense...



  Há uma semana, num bate papo com um amigo, comentávamos sobre o sucesso da Chapecoense. Em cinco anos, o clube subiu da série D do futebol brasileiro para a série A, sendo que há quatro se mantém na primeira divisão. A "Chape" como é popularmente conhecida, tem como cúmplice do seu sucesso a riqueza do Oeste Catarinense, região marcada pela prosperidade da suinocultura. Com planejamento e organização, o clube fundado em 1973 havia chegado à sua primeira final de uma competição internacional, (A Copa Sul-Americana), diante do Atlético Nacional, da Colômbia.

  Mas infelizmente, uma tragédia interrompeu vários sonhos e ceifou as vidas de jogadores, jornalistas, tripulantes e comissão técnica no voo que os levava para Medellín. A maioria dos que festejavam a classificação inédita para uma final internacional calou-se por conta da queda de um avião, consternando os que acompanham, chocados, o noticiário. Solidários, os jogadores do Atlético Nacional pediram para que a Confederação Sul-Americana de Futebol entregue o título ao clube brasileiro.  Gesto nobre, digno e que possui a grandeza da mensagem do esportiva. Foi uma tragédia ocorrida de forma brusca que interrompe a ascensão meteórica de um clube organizado e promissor, que precisará de muita força para superar o ocorrido. Tristeza, muita tristeza. Não há muito mais o que falar...

* O Eldoradense

27 de nov de 2016

Poema: "O julgamento de Fidel"


"O julgamento de Fidel"

Com as barbas de molho,
Lá vem o Fidel;
A dúvida no olho,
Inferno ou céu?

O advogado de defesa,
O chama de revolucionário;
O promotor, com braveza,
De ditador sanguinário!

O juiz se abana,
Calor no tribunal;
Chororô em Havana,
Miami em carnaval!

Testemunhas comunistas,
Imploram absolvição;
Acusadores capitalistas,
Clamam condenação!

Julgamento extenso,
A platéia está tensa;
Em um discurso imenso,
Foi dada a sentença...

O martelo sem foice,
Bateu contraditório;
E Fidel "foi-se"...
Direto ao purgatório!

* O Eldoradense

25 de nov de 2016

O título do artigo escrito por Fernanda Torres já diz tudo...



   Sou fã de Fernanda Torres desde a época em que ela atuava em "Os Normais", juntamente com o não menos talentoso Luiz Fernando Guimarães. Também pudera: A série humorística era escrita por Fernanda Youg, e três "Fernandos" juntos só poderiam mesmo esbanjar genialidade. Mas voltando à brilhante atriz, a mesma escreveu um artigo para a Folha de São Paulo cujo título, por si só, dispensa a leitura do texto:


  "Para prosperar na política, é preciso erradicar de si qualquer moralidade"

   É triste, mas é verdade. Fernanda Torres, como sempre, genial!


* O Eldoradense


21 de nov de 2016

Poema: "A lenda da estrela"


"A lenda da estrela"

Quando a vida se encerra,
Há de nascer uma estrela;
E daqui, da Terra...
Será possível vê-la!

Brilhando discreta,
Em alguma constelação;
Eis a prova concreta,
De que há ressurreição!

Um corpo submerso,
Sob os limites do chão;
Elevando-se ao universo,
Ganhando a imensidão!

Transmitindo a mensagem,
De que temos melhor sorte;
E que nesta viagem,
Nós driblamos a morte!

* O Eldoradense

20 de nov de 2016

Vídeo musical de hoje: "Al Capone', com o CPM 22


Al Capone - CPM 22

Hei, Al Capone, vê se te emenda 
Já sabem do teu furo, nego 
No imposto de renda 

Hei, Al Capone, vê se te orienta 
Assim desta maneira, nego 
Chicago não aguenta

Hei, Júlio César, vê se não vai ao senado 
Já sabem do teu plano para controlar o Estado 
Hei, Lampião, dá no pé, desapareça 
Pois eles vão à feira exibir tua cabeça 

Hei, Al Capone 
Vê se te orienta 
Assim dessa maneira nego 
Chicago não aguenta 

Hei, Al Capone 
Vê se te emenda 
Já sabem do teu furo, meu nego 
No imposto de renda 

Hei, Al Capone 
Vê se te orienta 
Assim dessa maneira, nego 
Chicago não aguenta 

Hei, Jimi Hendrix, abandona o palco agora 
Faça como fez Sinatra, compre um carro e vá embora 
Ei, Jesus Cristo, o melhor que você faz 
É deixar o Pai de lado e foge pra morrer em paz 

Hei, Al Capone 
Vê se te orienta 
Assim dessa maneira, nego 
Chicago não aguenta 

Eu sou astrólogo 
Eu sou astrólogo 
Vocês precisam acreditar em mim 

Eu sou astrólogo 
Eu sou astrólogo
E conheço a história do princípio ao fim