16 de dez de 2018

Vídeo musical de hoje: "Noites traiçoeiras", com o Padre Marcelo Rossi...


"Noites traiçoeiras" - Padre Marcelo Rossi

Deus está aqui neste momento
Sua presença é real em meu viver
Entregue sua vida e seus problemas
Fale com Deus, Ele vai ajudar você

Deus te trouxe aqui
Para aliviar o teu sofrimento
É Ele o autor da Fé
Do princípio ao fim
Em todos os seus tormentos

E ainda se vier noites traiçoeiras
Se a cruz pesada for, Cristo estará contigo
O mundo pode até fazer você chorar
Mas Deus te quer sorrindo

E ainda se vier noites traiçoeiras
Se a cruz pesada for, Cristo estará contigo
O mundo pode até fazer você chorar
Mas Deus te quer sorrindo

Seja qual for o seu problema
Fale com Deus, Ele vai ajudar você
Após a dor vem a alegria
Pois Deus é amor e não te deixará sofrer

Deus te trouxe aqui
Para aliviar o seu sofrimento
É Ele o autor da Fé
Do princípio ao fim
Em todos os seus tormentos

E ainda se vier noites traiçoeiras
Se a cruz pesada for, Cristo estará contigo
O mundo pode até fazer você chorar
Mas Deus te quer sorrindo



15 de dez de 2018

Alfinetada: "Gol de honra"


   " Mandatário de um governo pífio, que não mostrou a que veio e que toma uma vareio de impopularidade, Michel Temer marcou um golzinho de honra, nos últimos minutos da prorrogação: Assinou a extradição de Cesare Battisti. Agora, só falta encontrar o italiano..."

* O Eldoradense


13 de dez de 2018

Pensamentos do Eldoradense: "Fazer o bem"





    "Praticar o bem ou fazer boas ações com expectativas de recompensas futuras não é apropriado. Voluntariado e altruísmo são doações, não empréstimos. 

* O Eldoradense

12 de dez de 2018

Crônica: "Lá depois da saideira"...


"Lá depois da saideira"...


  De uns tempos pra cá, tenho ouvido falar sobre um bar que está fazendo sucesso na cidade. Não vou aqui citar o nome nem a localização, mas digamos que seja um lugar diferente, lá depois da saideira. E mesmo sendo localizado lá depois da saideira, tem muita gente da área central da cidade frequentando o lugar por conta da cerveja gelada e do sabor das porções e petiscos. A princípio, o apelido do dono do lugar "mete medo", mas não condiz com a realidade. Acho que é estratégia de marketing.

     Mas sinceramente, mesmo com tanto frenesi sobre o lugar, não havia despertado interesse em conhecê-lo. Até que minha sogra, ao comentar sobre o "point", disse:
    - Ah, o Fernando não tem perfil de ir lá não! 
    Como assim? Logo eu que moro na periferia há quase três décadas, que cansei de jogar bola descalço e sem camisa em campo esburacado, que trabalho com um público nada cordial... Vou ter "medinho" de frequentar bar? Ah, vá!    Tudo bem, eu sou meio careta, não bebo quase nada de álcool, sou tímido pra caramba e tenho fisionomia séria, mas isso não é motivo para a minha coragem ser subestimada!

     Pois no sábado à noite, por uma questão de honra, chamei minha esposa para irmos lá. Lotado. Gente pegando espetinho, jogando sinuca, bebendo cerveja. De cara, encontro um amigo meu, que parecia observar o ambiente com jeito de sentinela. Disse a ele:

     - Você por aqui?

    Ele respondeu:

    Eu é quem estou surpreso em vê-lo aqui!

    Pronto. Mais um com uma visão totalmente distorcida do meu perfil!Contrariado, bati a mão no balcão, e disse com muita firmeza...

       - ME DÊ UMA COCA SEISCENTOS BEM GELADA, COM GELO E LIMÃO!!!


* O Eldoradense

11 de dez de 2018

Pensamentos do Eldoradense: "Ferro elétrico às avessas"







  "O tempo nada mais é do que um ferro elétrico às avessas: Quanto mais ele te passa por cima, mais lhe enruga e amarrota..."

* O Eldoradense

9 de dez de 2018

Clipe de hoje: "O sol", com Vitor Kley!


"O sol" - Vitor Kley

Ô, Sol
Vê se não esquece e me ilumina
Preciso de você aqui
Ô, Sol
Vê se enriquece a minha melanina
Só você me faz sorrir

E quando você vem
Tudo fica bem mais tranquilo
Ô, tranquilo
Que assim seja, amém
O seu brilho é o meu abrigo
Meu abrigo

E toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem ficar, ficou
Quem foi, vai, vai
Toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem ficar, ficou
Quem foi, vai, vai, vai
Quem foi, vai, vai, vai
Quem foi

Ô, Sol
Vê se não esquece e me ilumina
Preciso de você aqui
Ô, Sol
Vê se enriquece a minha melanina
Só você me faz sorrir

E quando você vem
Tudo fica bem mais tranquilo
Ô, tranquilo
Que assim seja, amém
O seu brilho é o meu abrigo
Meu abrigo

E toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem ficar, ficou
Quem foi, vai, vai
Toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem ficar, ficou
Quem foi, vai, vai, vai
Quem foi, vai, vai, vai
Quem foi, vai, vai

Ô, Sol
Vem, aquece a minha alma
E mantém a minha calma
Não esquece que eu existo
E me faz ficar tranquilo
(Sol)
Vem, aquece a minha alma
E mantém a minha calma
Não esquece que eu existo
E me faz ficar tranquilo

E toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem ficar, ficou
Quem foi, vai vai
Toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem ficar, ficou
Quem foi, vai, vai, vai
Quem foi, vai, vai, vai
Quem foi, vai, vai, vai

8 de dez de 2018

Comentário: Gosto do "equilíbrio" de dois dos principais ministros de Bolsonaro....

    Um ministro, além de capacitado, precisa ter equilíbrio. E quando indagado sobre questões delicadas, é necessário que seja minimamente convincente. Abaixo, vídeos em que Paulo Guedes (Ministro da economia e de um montão de coisas) e Onyx Lorenzoni ( Ministro da Casa Civil), dão uma "palhinha" do que aparentemente está por vir...

     1) Paulo Guedes, ao ser perguntando sobre o Mercosul...




    2) Onyx Lorenzoni, ao ser questionado sobre um relatório do COAF, onde um ex-assessor de Flávio Bolsonaro repassou, de forma suspeita, a quantia de R$ 1,2 milhões ao parlamentar, incluído neste montante um cheque de R$ 24 mil reais à futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro...



   Na segunda entrevista, especificamente, ao abandonar a coletiva, Onyx parece assumir a ilegalidade da transação financeira, tamanho o desequilíbrio. O governo que "acaba de alvorecer", segundo suas próprias palavras, ao meu ver, começa a flertar com a obscuridade a ilicitude. Perguntado sobre o fato, Sérgio Moro não comentou sobre o assunto...

* O Eldoradense