30 de nov de 2014

Música de hoje: "Poço de sensibilidade", com o IRA!


"Poço de sensibilidade"

Por entre ruas, entre carros e placas
Luzes, cheiros e toques

Eu sou um poço de sensibilidade
te buscando na cidade
Eu sou um poço de sensibilidade

Entre veludos e cetins
Fantasias e brinquedos
Desejos e um certo medo
Cheiros e toques

Eu sou um poço de sensibilidade
Te buscando na cidade
Eu sou um poço de sensibilidade

O seu sorriso no meu dia-a-dia
A sua palavra em meu vocabulário
Minha professora, eu aprendi tudo errado
Te buscando na cidade
Eu sou um poço de felicidade

Com seu nariz furando o vento
Com um certo ar de autoridade
Eu fico louco, louco de saudade
Sou um cara afortunado
perto de ti eu sou um poço de sensibilidade.


Comentando "do meu jeito" as notícias da semana...




  1) Eu sempre soube que Pelé havia nascido em Três Corações (MG), mas só agora descobri que ele tem apenas um rim. O Rei do Futebol sempre fez brincadeiras pelo fato de ser "tricordiano", alegando que por isso aguentava fortes emoções e viveria mais. Seria melhor ter apenas um coração e dois rins, com todo mundo. Brincadeiras à parte, Pelé está se recuperando e com certeza sairá bem dessa.

 2) A nova equipe econômica de Dilma Roussef parece ter acalmado os ânimos do mercado financeiro.  Joaquim Levy foi escolhido para ser o novo Ministro da Fazenda e Nelson Barbosa, do Planejamento. Ambos têm perfil austero e prometem ajustar as contas públicas, considerado um dos "pontos fracos" do atual governo. Os petistas protestaram, alegando que os escolhidos tem um "jeito tucano" de lidar com a economia. Não me simpatizo com o PSDB, mas reconheço que se os tucanos possuem uma qualidade, é o traquejo com a economia e o mercado financeiro. Creio que Dilma tenha acertado na nomeação. 

  3)  "Black Friday": Promoções e ofertas são sempre bem vindas, mas esse lance da influência da cultura americana e da língua inglesa no nosso cotidiano me deixa profundamente irritado. Antes fosse "sexta-maluca", ou qualquer outro nome que tivesse mais a ver conosco. Daqui a pouco chega o Natal, com as propagandas televisivas mostrando bonecos de neve, renas e ursos polares, em um cenário totalmente diferente da nossa realidade. O fim de ano no Brasil é marcado por um calor de "rachar mamonas", muito sol, praia e frutas tropicais. E eu prefiro isso do que neve e ursos polares.

 4)  Faleceu Roberto Bolaños, ícone do humor na América Latina. Fiquei triste, porque os personagens Chaves e Chapolin marcaram minha infância. Ontem, ao sair à noite, observei duas pessoas usando a camiseta do "Chapolin Colorado". Não sei se ao usar tais camisetas as pessoas tiveram o objetivo de fazer uma homenagem ao humorista, mas achei a atitude oportuna e descolada para a ocasião.

 5) Hoje tem eleições no Uruguai, e provavelmente o esquerdista Tabaré Vázquez irá vencer o pleito, sucedendo o simpático José Mujica, também esquerdista. Vale lembrar que Tabaré foi o antecessor do atual presidente e está pleiteando o seu segundo mandato. Muita gente reclama da esquerda sul-americana, e mediante tal contexto, lanço uma pergunta: Se os esquerdistas estivessem tão mal na condução política dos países da América do Sul, estariam vencendo sucessivas eleições? Sei lá, mas acho que os simpatizantes da política de centro-direita deveriam rever alguns conceitos...

* O Eldoradense

   

27 de nov de 2014

Futebol brasileiro com sabor de pão de queijo...





  O "Mineirão" testemunhou ontem o título inédito da Copa do Brasil conquistado pelo Atlético Mineiro. Há cinco dias, o mesmo estádio havia comemorado a conquista do Campeonato Brasileiro pelo Cruzeiro, após vitória da raposa sobre o Goiás.

 Quem acompanha futebol regularmente precisa admitir: os gramados brasileiros foram dominados com propriedade pelos mineiros. O Cruzeiro com extrema regularidade nos pontos corridos, e o Atlético Mineiro protagonizando viradas espetaculares na Copa do Brasil. Vale lembrar que a desclassificação do São Paulo pela Copa Sul-Americana, ontem, no Morumbi, fez com que NENHUM grande clube paulista levantasse qualquer taça neste ano. Os "gigantes" de São Paulo não venceram sequer o Campeonato Paulista, conquistado com justiça pelo Ituano, batendo o Santos na final.

 Portanto, não é exagero dizer que o futebol brasileiro em 2014 teve gosto de "pão de queijo". E para 2015, se mantiverem o bom futebol deste ano, galo e raposa prometem protagonizar uma luta sensacional pela "Libertadores". Nada mais justo, pois o ideal libertário em nosso país nasceu em Minas Gerais, através da figura heroica de Tiradentes. "Libertadores Que Sera Tamem"! * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma.


* O Eldoradense

  

24 de nov de 2014

Piada de segunda: "O genro, a sogra e o assaltante"


"O genro, a sogra e o assaltante"

  Genro e sogra foram a uma agência bancária para pagar um boleto. De repente, uma confusão danada acontece, e o assaltante saiu correndo em disparada, apontando a arma para os dois e dizendo:

   "Ninguém aqui viu nada, certo?"

   O genro, com muito medo, mas sem perder a oportunidade, responde:

   "Eu não vi nada. Mas minha sogrinha querida viu tudinho!"

23 de nov de 2014

Vídeo musical de hoje: "Lourinha Bombril", com os Paralamas do Sucesso!


"Lourinha Bombril" - Paralamas do Sucesso

Pára e repara
Olha como ela samba
Olha como ela brilha
Olha que maravilha

Essa crioula tem o olho azul
Essa lourinha tem cabelo bombril
Aquela índia tem sotaque do Sul
Essa mulata é da cor do Brasil

A cozinheira tá falando alemão
A princesinha tá falando no pé
A italiana cozinhando o feijão
A americana se encantou com Pelé

Häagen-dazs de mangaba
Chateau canela-preta
Cachaça made in Carmo dando a volta no planeta
Caboclo presidente
Trazendo a solução
Livro pra comida, prato pra educação

Pára e repara
Olha como ela samba
Olha como ela brilha
Olha que maravilha

Essa crioula tem o olho azul
Essa lourinha tem cabelo bombril
Aquela índia tem sotaque do Sul
Essa mulata é da cor do Brasil

A cozinheira tá falando alemão
A princesinha tá falando no pé
A italiana cozinhando o feijão
A americana se encantou com Pelé

Häagen-dazs de mangaba
Chateau canela-preta
Cachaça made in Carmo dando a volta no planeta
Caboclo presidente
Trazendo a solução
Livro pra comida, prato pra educação

Pára e repara
Olha como ela samba
Olha como ela brilha
Olha que maravilha

Häagen-dazs de mangaba
Chateau canela-preta
Cachaça made in Carmo dando a volta no planeta
Caboclo presidente
Trazendo a solução
Livro pra comida, prato pra educação

Pára e repara
Olha como ela samba
Olha como ela brilha
Olha que maravilha

14 de nov de 2014

Presidente do Uruguai recusou US$ 1 milhão por seu fusquinha azul!

  
O presidente uruguaio José Mujica assegurou nesta sexta-feira (14) que, enquanto viver, jamais venderá seu velho Volkswagen 1987, objeto do desejo de um xeque árabe, que ofereceu US$ 1 milhão pelo carro transformado em símbolo de austeridade presidencial.
"Sempre gostei de Fuscas", afirmou Mujica em seu programa de rádio "Fala o presidente", recordando, no entanto, que quando viu um pela primeira vez "achou horrível" "Com o passar dos anos, nos apaixonamos pelos Fuscas, até o dia de hoje", afirmou ainda, sempre falando no plural. "Na verdade, temos dois, um que já não anda e este que estamos usando desde que somos presidente e que alguns amigos fizeram uma vaquinha para nos dar de presente".
  Na semana passada, Mujica, que ganhou fama mundial por sua austeridade, recebeu uma oferta de um xeque árabe, que está disposto a pagar US$ 1 milhão por seu velho fusquinha. A proposta teria sido feita durante a cúpula de G77+China celebrada em meados do ano em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Esta não foi a única oferta que o presidente uruguaio recebeu por seu velho fusquinha azul.
  Em setembro, em um encontro com representantes diplomáticos em Montevidéu, o embaixador do México, Felipe Enríquez, também ofereceu dez veículos em troca do famoso Fusca azul. Segundo a mais recente declaração de renda de Mujica, seu Fusca ano 1987 está avaliado em 70 mil pesos (US$ 2.800).
 O ex-guerrilheiro que chegou ao poder em 2010 doa a maior parte de seu salário ao Plano Juntos, um projeto de moradia solidária que criou ao assumir a presidência. Fonte: G1  * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma.

13 de nov de 2014

Livro: "O Cura d'Ars"



     Estou realizando a leitura do livro intitulado "O Cura d'Ars", de autoria do dramaturgo francês Henri Ghéon. Trata-se da biografia do pároco João Maria Vianney, que mesmo tendo muitas dificuldades para ingressar no sacerdócio, conseguiu alcançar seus objetivos através de grande perseverança e devoção. Sua vida sacerdotal aconteceu em uma longínqua cidade do interior da França, (Ars), onde realizou um trabalho muito bonito através das confissões e salvação das almas. A partir daí, tornou-se referência do catolicismo naquele país, fazendo da pequenina cidade um lugar de peregrinação para os que buscavam a remissão dos seus pecados. O Cura d'Ars, como ficou popularmente conhecido, tinha o dom de antever os pecados dos que com ele iriam se confessar, bem como saber se tais pessoas estavam mesmo arrependidas. 

  No livro há relatos de várias tentativas das forças malignas no sentido de fazer com que o pároco desistisse de sua santa missão na Terra, (todas em vão, diga-se de passagem). Enfim, uma história de devoção à Deus ocorrida no século XlX, marcada pela perseverança e abnegação aos valores e hábitos mundanos. Agradeço ao meu amigo Mauro pelo empréstimo do livro. A obra literária possui 171 páginas, é datada de 1986 e foi publicada pela editora Quadrante.


* O Eldoradense

11 de nov de 2014

Série do "Fantástico" cita Presidente Venceslau em história baseada em fatos reais...

Mariana Ximenes e Márcio Garcia encenam primeiro episódio da série "Eu que amo tanto", do Fantástico


  Amigos leitores, o programa global "Fantástico" fez uma citação ao nome "Presidente Venceslau" na série que estreou no último domingo, intitulada "Eu que amo tanto". No primeiro episódio da série, a atriz Mariana Ximenes interpretou "Leididai", uma mulher que viveu uma tórrida paixão pelo presidiário "Zé Osmarino", interpretado por Márcio Garcia.

  Na trama, após algumas visitas íntimas no presídio, "Leididai" descobriu que "Zé Osmarino" possuía família constituída, e mesmo assim, se dispôs a viver essa paixão. A descoberta ocorre após a transferência do presidiário para uma unidade de segurança máxima em Presidente Venceslau.

 A história, segundo o programa, é baseada em fatos reais. Sinceramente, prefiro que o nome de nossa cidade não seja lembrado a ser evidenciado mediante tal contexto. Acho deprimente. Se há algum tempo atrás o "Fantástico" colocou Presidente Epitácio em evidência durante o concurso do "Pôr do Sol mais bonito do Brasil",  Presidente Venceslau foi lembrada mais uma vez por conta do seu "Pôr do sol quadrado". Enfim, é o preço que pagamos por abrigar dois presídios de alta periculosidade em nossa cidade. Paciência.


* O Eldoradense

10 de nov de 2014

Piada de segunda: "Para você tomar um uísque..."


"Para você tomar um uísque..."

  Jacó era um playboy excêntrico de origem judia, que gostava de aproveitar a vida sem gastar muito. Chegou com seu carrão em frente à boate luxosa, e convenceu o porteiro à deixá-lo entrar sem pagar, prometendo futura recompensa.

   No final da noite, colocou algo no paletó do porteiro, dizendo:

  "Obrigado pela cortesia. Isso aqui é para você tomar um uísque..."

   Após alguns minutos, o porteiro curioso enfiou uma das mãos no bolso e notou que nele havia duas pedrinhas de gelo...

9 de nov de 2014

Clipe internacional de hoje: "Wind of change", com a banda Scorpions!


"Vento da mudança" - Scorpions

Eu caminhei até Moscow
Descendo para o Parque Gorky
Ouvindo o vento da mudança
Uma noite de verão em agosto
Soldados passando
Ouvindo o vento da mudança

O mundo esta acabando
Você já pensou nisso
Que nós podemos ser íntimos, como irmãos
O futuro está no ar
Eu posso senti-lo em todo lugar
Soprando com o vento de mudança


Leve-me à magia do momento
Em uma noite de glória
Onde as crianças do amanhã ficam sonhando
No vento da mudança

Descendo pela rua
Memórias distantes
Estão enterradas no passado para sempre

Eu caminhei até Moscow
Descendo para o Parque Gorky
Ouvindo o vento da mudança

Leve-me à magia do momento
Em uma noite de glória
Onde as crianças do amanhã ficam sonhando
Com você comigo

Leve-me à magia do momento
Em uma noite de glória
Onde as crianças do amanhã ficam sonhando
No vento da mudança

O vento da mudança sopra direto
Na cara do tempo
Como uma tempestade de vento que irá tocar
O sino de liberdade pela paz da mente
Deixe sua balalaica cantar
O que a minha guitarra quer dizer

Leve-me à magia do momento
Em uma noite de glória
Onde as crianças do amanhã ficam sonhando
Com você comigo

Leve-me à magia do momento
Em uma noite de glória
Onde as crianças do amanhã ficam sonhando
No vento da mudança



  * Obs: Normalmente posto músicas internacionais no primeiro domingo de cada mês, porém, resolvi postar excepcionalmente Wind of change na data de hoje, em homenagem aos vinte cinco anos da queda do muro de Berlim.

* O Eldoradense

8 de nov de 2014

O Pré-sal é importante para o país. Mas o Aquífero Guarani é muito mais!




  Há alguns anos o país comemorou a descoberta de um campo petrolífero de grande extensão geográfica, chamado Pré-sal, cujo potencial produtivo parece ser bastante promissor. Os recursos obtidos através da exploração desta bacia petrolífera poderiam alavancar a qualidade da educação no Brasil, bem como promover a justiça social em nosso país; (pelo menos este é o discurso teórico, não sei se isso ocorrerá na prática). Mas a verdade é que com relação às matrizes energéticas, o Brasil possui outras boas alternativas, como o potencial hídrico, eólico, de biomassa e a produção de etanol. Além disso, apesar da inegável importância do Pré-sal, é fato que os combustíveis fósseis se tornarão, em um futuro próximo, uma alternativa considerada ultrapassada.

   A questão que levanto é a seguinte: será que estamos dando o valor merecido a uma outra grande riqueza nacional, chamada "Aquífero Guarani"?  Para quem não sabe, o Aquífero Guarani é o maior manancial subterrâneo de água doce transfronteiriço do mundo. Seus domínios geográficos no Brasil abrangem os Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Porém, a grandiosidade do aquífero não para por aí: seus domínios extrapolam o território brasileiro, chegando até o subsolo da Argentina, do Paraguai e do Uruguai. São aproximadamente 1,2 milhões de Km ² de águas subterrâneas.  

   Em meio ao contexto de explícita crise hídrica acontecendo em vários pontos do país, (inclusive no interior do Estado de São Paulo), já não é hora das autoridades estarem mais atentas às campanhas de uso racional da água, bem como adotar políticas de conscientização e sustentabilidade? 

  Evitar o desmatamento e a poluição do solo por exemplo, são medidas necessárias para que se mantenha viável a filtragem das águas superficiais para que elas cheguem em melhor qualidade ao subsolo, tornando sustentável o uso do reservatório, que segundo estudos, poderia ser utilizado por aproximadamente duzentos anos.

   Os sinais que a natureza nos manda estão aí, claros e evidentes. Ainda há tempo de que se faça alguma coisa, principalmente para garantir o consumo de água para as gerações futuras. Se o Pré-sal é importante para o Brasil, creio que o Aquífero Guarani seja ainda mais. Afinal, se máquinas e veículos podem consumir outros tipos de combustíveis, o homem não sobrevive sem água...


* O Eldoradense

7 de nov de 2014

2014: Ano dos mineiros!


    Amigos leitores, 2014 é definitivamente o ano dos mineiros, tanto na política, quanto no futebol: As eleições presidenciais deixaram frente a frente Dilma e Aécio, ambos nascidos em Belo Horizonte. Dilma sagrou-se reeleita, com diferença mínima no percentual de votos. Já na Copa do Brasil, os finalistas também são do estado de Tiradentes: Cruzeiro e Atlético Mineiro farão dois jogos eletrizantes, provando a boa fase de Minas nos contextos político e esportivo. De quebra, o Cruzeiro possui grandes chances de sagrar-se também campeão brasileiro, pois está cinco pontos a frente do segundo colocado, o São Paulo, faltando apenas cinco rodadas para o término da competição. Agora, respondam-me: Diante de tantos triunfos, 2014 não pode ser definitivamente considerado um ano mineiro? 

* O Eldoradense



3 de nov de 2014

Piada de segunda: "O caipira e a máquina fotográfica"


"O caipira e a máquina fotográfica"

  O caipira foi até à cidade grande e comprou uma máquina fotográfica ultra-moderna, daquelas com temporizador. Chamou os parentes para estreá-la, e pediu para a turma fazer a pose perto da cerca de arame farpado.

   Assim que o pessoal se juntou, ele apertou o botão de "disparar" da máquina e correu junto ao grupo. Neste exato momento, todo mundo saiu em disparada, ele indagou:

   "Uai, sô! Por que ocêis saíram correndo?"

   Foi aí que um dos amigos disse:

   "Uai, se ocê qui tá acustumado com o bicho saiu correndo, imagine nóis!"

2 de nov de 2014

Vídeo musical de hoje: "Índios", com o Legião Urbana!


"Índios" - Legião Urbana

Quem me dera ao menos uma vez
Ter de volta todo o ouro que entreguei a quem
Conseguiu me convencer que era prova de amizade
Se alguém levasse embora até o que eu não tinha

Quem me dera ao menos uma vez
Esquecer que acreditei que era por brincadeira
Que se cortava sempre um pano de chão
De linho nobre e pura seda

Quem me dera ao menos uma vez
Explicar o que ninguém consegue entender
Que o que aconteceu ainda está por vir
E o futuro não é mais como era antigamente

Quem me dera ao menos uma vez
Provar que quem tem mais do que precisa ter
Quase sempre se convence que não tem o bastante
Fala demais por não ter nada a dizer

Quem me dera ao menos uma vez
Que o mais simples fosse visto
Como o mais importante
Mas nos deram espelhos e vimos um mundo doente

Quem me dera ao menos uma vez
Entender como um só Deus ao mesmo tempo é três
E esse mesmo Deus foi morto por vocês
Sua maldade, então, deixaram Deus tão triste

Eu quis o perigo e até sangrei sozinho
Entenda
Assim pude trazer você de volta pra mim
Quando descobri que é sempre só você
Que me entende do início ao fim

E é só você que tem a cura pro meu vício
De insistir nessa saudade que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi

Quem me dera ao menos uma vez
Acreditar por um instante em tudo que existe
E acreditar que o mundo é perfeito
E que todas as pessoas são felizes

Quem me dera ao menos uma vez
Fazer com que o mundo saiba que seu nome
Está em tudo e mesmo assim
Ninguém lhe diz ao menos obrigado

Quem me dera ao menos uma vez
Como a mais bela tribo
Dos mais belos índios
Não ser atacado por ser inocente

Eu quis o perigo e até sangrei sozinho
Entenda
Assim pude trazer você de volta pra mim
Quando descobri que é sempre só você
Que me entende do início ao fim

E é só você que tem a cura pro meu vício
De insistir nessa saudade que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi

Nos deram espelhos e vimos um mundo doente
Tentei chorar e não consegui


1 de nov de 2014

Alckmin volta a dizer que ainda não é necessário racionamento de água em São Paulo...




  O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), voltou a afirmar na manhã deste sábado que não há nenhuma expectativa de racionamento de água em São Paulo. "Até porque seria um erro do ponto de vista técnico", disse o governador, que garantiu que diversas medidas foram adotadas para garantir o abastecimento, como a adição em outubro de um metro cúbico por segundo proveniente do sistema Guarapiranga, que vai reduzir a demanda do sistema Cantareira de 19 para 18 metros cúbicos por segundo.

 Alckmin destacou que encaminhou na quinta-feira à presidente Dilma Rousseff propostas para aperfeiçoar o abastecimento de água em São Paulo. Ele preferiu não divulgá-las enquanto não fossem examinadas pelo Palácio do Planalto. "Temos uma expectativa positiva", apontou. Ele afirmou que o alguns projetos conjuntos com o governo federal podem envolver recursos do Tesouro Nacional, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "Estamos falando de questões que envolvem três Estados: Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. É perfeitamente possível compatibilizar e garantir o abastecimento dos três Estados", disse.

  O governador falou ainda sobre o programa de bônus para quem economizar água no Estado, que entrou numa nova fase a partir deste sábado e contempla agora também quem reduz o consumo abaixo de 20%. Questionado sobre a duração do programa, Alckmin respondeu: "Não tem data. Quando for o momento adequado vai ser avaliado". Fonte: Veja.com     * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma.