31 de jul de 2015

Comentando "do meu jeito" as notícias da semana...



  1) Mais um flagra bombástico do jornal britânico "The Sun": o político inglês John Sewell, integrante da Câmara de Lordes do Reino Unido, foi filmado usando um rídículo sutiã laranja, enquanto consumia cocaína ao lado de prostitutas. Concluo, a partir da imagem, que não há muitas  diferenças entre os integrantes da Câmara de Lordes do Reino Unido e a Câmara de Cafajestes do Brasil...



  2) O Brasil colocou fim ao acordo que havia firmado com a Ucrânia para que os dois países construíssem em conjunto uma base para lançamentos de foguetes e satélites em Alcântara, no Maranhão. O acordo "brilhante" deu um prejuízo de R$ 1 bilhão para os dois governos. Lamentável, pois a tal base espacial poderia ser aproveitada para mandar a Família Sarney para a estratosfera...




  3) O Zimbábue está pedindo a extradição do dentista americano Walter Palmer, que matou o leão Cecil, animal símbolo do país africano. O dentista teve a colaboração de dois cidadãos do Zimbábue, e segundo seus próprios relatos, atraiu o leão para uma área fora do Parque Nacional Hwange, onde matou o animal utilizando-se de arco, flechas e rifle. Deixando o politicamente correto de lado, não seria má ideia se o dentista, além de extraditado, fosse deixado sem arma em meio aos leões, que então fariam justiça com as próprias garras...




  4) Avaliações sobre a qualidade das águas onde serão realizadas algumas competições aquáticas no Rio de Janeiro durante as Olimpíadas constataram poluição e contaminação na Lagoa Rodrigo de Freitas, Baía de Guanabara e Praia de Copacabana. Tal situação, segundo estas avaliações, poderiam colocar em risco a saúde dos atletas, devido a grande concentração de vírus e coliformes fecais naquelas águas, que recebem diariamente grande volume de esgoto não tratado. Se o Governo Federal queria expor a imagem de um Brasil progressista através das Olimpíadas, está fazendo totalmente o contrário: mostraremos o quão somos incompetentes, desorganizados e despreocupados com o Meio Ambiente...




   5) E hoje tem "Lua Azul"! Sabem o que isto significa? Que pelo menos em uma vez a cada três anos, São Jorge deixa o nosso satélite natural sob o domínio dos Smurfs! Nossa, essa foi péssima, desculpem...


* O Eldoradense

Silverter Stallone realizará leilão com objetos de "Rambo" e "Rocky"!

  
  O ator Sylvester Stallone colocará em leilão vários objetos que guarda como lembrança de seus principais filmes, como as sagas Rocky e Rambo, em uma sessão prevista para os dias 14 e 15 de outubro em Los Angeles, nos Estados Unidos, anunciou nesta quinta-feira a casa de leilões Heritage Auctions. Entre as peças estão os calções de boxe e a motocicleta que o ator utilizou em Rocky III: O Desafio Supremo (1982), e que também apareceram em Rocky V (1990), assim como as luvas do conhecido pugilista, uma jaqueta militar de Rambo: Programado para Matar (1982), e um facão deRambo 4 (2008).

  A Heritage Auctions apresentou o leilão com um vídeo no qual o ator, de 69 anos, aparece explorando uma loja de departamentos onde guardou em caixas as lembrancinhas que acumulou durante seus anos de carreira. No vídeo, Stallone "redescobre" as jaquetas dos filmes Rocky, que serão leiloadas, seu terno utilizado em Oscar: Minha Filha Quer Casar (1991), o moletom que Dolph Lundgren vestiu ao interpretar o boxeador russo Ivan Drago em Rocky IV (1985) e várias pinturas de sua autoria nas quais ele é representado como o renomado pugilista.
  Um porta-voz da casa de leilões confirmou que o ator planeja doar parte do dinheiro arrecadado com o leilão para causas beneficentes, destinadas a ajudar militares americanos. Stallone voltará a viver Rocky no cinema em Creed, filme com estreia prevista para 25 de novembro nos Estados Unidos. Na trama, o boxeador será o treinador de Adonis Creed, filho de seu antigo amigo e ex-rival Apollo Creed, que morreu no quarto filme da série. O ator também está trabalhando atualmente no roteiro para a quinta e última sequência de Rambo.  Fonte: Veja.com      * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma.
   

29 de jul de 2015

"Uma manada em unanimidade" x "Humanidade"

  Se todos nós pensássemos igual, agíssemos igual e nos comportássemos da mesma forma, seríamos então, "uma manada em unanimidade"...




...mas como Deus nos criou com nossas diferenças e especificidades, somos chamados de "Humanidade"...


 Que saibamos conviver da melhor forma possível com nossas singularidades e façamos jus ao título de "humanos".


* O Eldoradense
  

28 de jul de 2015

Sobre "Sonhos de Caculé"


Sobre "Sonhos de Caculé"


  Não há outra palavra que possa expressar de forma mais justa o que senti após assistir ao curta-metragem "Sonhos de Caculé", produzido e encenado por pessoas de Presidente Venceslau: Orgulho! Sim, aquele orgulho bom, bacana, saudável, ocasionado pelo sucesso de gente da nossa comunidade, que não só prestigia a cultura, como também a transforma em realidade, colocando a "mão na massa" e dando formas a um projeto ousado, emoldurado com carinho e competência pelos seus idealizadores.

 "Sonhos de Caculé" é um curta-metragem que enfatiza dois assuntos importantes na formação social e histórica da colonização do Pontal do Paranapanema: a presença marcante do migrante nordestino por estas paragens, bem como a problemática da questão fundiária em nossa região. As abordagens são sutis, românticas, delicadas, e mesmo assim, remete o espectador à reflexão de nossa história, permitindo que ele entenda melhor a conturbada questão da distribuição das terras, que ainda hoje é tema de tantos debates e litígios entre produtores rurais e movimentos sociais no campo.

   Registro elogios sinceros à produção do curta, que caprichou no figurino, maquiagem, cenografia e trilha sonora, reproduzindo com fidelidade marcante as imagens das décadas de 50 e 60. Imagens estas que eu apenas "imaginava", ouvindo os relatos dos meus avós, (que também eram migrantes nordestinos, oriundos do Pernambuco e do Ceará). Fiquei muito satisfeito ao ver no filme pessoas que vejo na rua, no trabalho, e que desejo "bom dia" durante as manhãs. É uma sensação indescritível e prazerosa. 

   Enfim, os "Sonhos de Caculé", são também sonhos de Arapiraca, do Crato, de Bom Conselho, de Petrolina, do Juazeiro, e de tantas outras localidades nordestinas que forneceram mão-de-obra e suor para a colonização do Pontal do Paranapanema. Mas antes de tudo, "Sonhos de Caculé" eram sonhos de venceslauenses ousados e amantes da cultura. Sonhos que deixaram de ser sonhos para serem transformados numa deliciosa e surpreendente realidade. Legítimos e orgulhosos parabéns aos envolvidos no projeto, pois todos, sem exceção, fazem parte da história cultural de nossa comunidade.

* O Eldoradense

27 de jul de 2015

Piada de segunda: "Trocando cem reais!"


"Trocando cem reais"

  O sujeito chega no amigo e pergunta:

  "Zé, você troca esta nota de cem por três de cinquenta, fazendo um grande favor?"

  "Você quis dizer duas de cinquenta, né?"

  "Três... trocar uma de cem por duas de cinquenta não é favor!!!!"

26 de jul de 2015

Vídeo musical de hoje: "Jesse Go", com o Ultraje a Rigor!



"Jesse Go" - Ultraje a Rigor

Não passava de um imbecil
Até que um produtor o descobriu
Até que o imbecil não era de todo mal
Transformou-se num sucesso nacional

Apesar do discutível valor
Adotou um ar superior
Se babava quando ouvia o seu grito
Pensou na idéia de tornar-se um mito

'Cê não podia deixar que a fama lhe confundisse 
'Cê não podia ficar com tanta babaquice 
'Cê não podia deixar o sucesso lhe deformar 
'Cê não podia nem raciocinar 
Jesse Go, Jesse Go, Jesse Go

Do nosso herói que era um tanto inseguro
Ninguém pensava que tivesse futuro
Sua personalidade maleável
Acabou ficando insuportável


Essa é a triste história de Jesse Go
Que em sua rápida trajetória
Se atrapalhou com a própria glória
E sumiu da nossa memória

22 de jul de 2015

Comentando "do meu jeito" algumas notícias recentes...


   1) O jornal sensacionalista inglês "The Sun" publicou as imagens de um vídeo datado em 1933, onde a família real britânica faz, supostamente, uma saudação nazista. O referido vídeo flagra a Rainha Elizabeth, ainda criança, erguendo uma das mãos para o alto. Se Vossa Majestade fizesse isso hoje, aos 89 anos, não seria perdoada: Seria puxada por Deus...



    2) A popularidade de Dilma está despencando vertiginosamente, atingindo níveis inferiores ao do ex-presidente FHC. Na próxima pesquisa, os petistas terão que usar um microscópio para visualizar a popularidade da presidente...



    3) O surfista australiano Mick Franning sofreu ataque de um tubarão branco em mares sul-africanos, saindo ileso do susto. Especialistas disseram que o surfista não era o principal alvo do animal, pois o tubarão ainda não era adulto, e portanto, não se alimenta de presas humanas. Se fosse no Recife, o surfista não teria sobrevivido: Lá os tubarões devoram humanos com feijão de corda e farinha de mandioca...


    

  4) O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, (PMDB-RJ), externou que será oposição ao governo Dilma. Cunha foi citado pela Operação Lava-Jato como um dos beneficiados pelo esquema de corrupção na Petrobrás. Mediante o contexto turbulento do noticiário político, digo: Nunca pensei que fosse sentir saudades da época em que o Severino Cavalcanti foi presidente da Câmara!

    

 5) Cena engraçada na Série D do Campeonato Brasileiro, no jogo disputado entre Operário (PR) x Red Bull, em Ponta Grossa: a partida estava 2x0 para a equipe paranaense, quando o Red Bull descontou o placar. Neste exato momento, um simpático cachorrinho adentrou o gramado, comemorando o gol com os jogadores da equipe paulista. Depois disso, o cachorro "desfilou" pelo campo, driblando vários jogadores e até o juiz, sob os gritos de "Olé" da torcida. Fora do campo, ao ser entrevistado por um repórter sobre o fato, o cãozinho respondeu: "Red Bull me deu asaaaas..."


* O Eldoradense


20 de jul de 2015

Piada de segunda: "Pediatra do SUS"


"Pediatra do SUS"

  O homem chega ao Posto de Saúde para ser atendido pelo pediatra, que vai logo perguntando:

    "Cadê a criança que vai ser atendida?"

    "Não tem criança nenhuma não senhor. Quem está doente sou eu..."

    "Ora, mas eu sou um pediatra!"

    "Eu sei! É que quando fiz o agendamento da consulta, eu ainda era criança..."

19 de jul de 2015

Vídeo musical de hoje: "Não é proibido", com Marisa Monte



"Não é proibido" - Marisa Monte

Jujuba, bananada, pipoca,
Cocada, queijadinha, sorvete,
Chiclete, sundae de chocolate

Paçoca, mariola, quindim,
Frumelo, doce de abóbora com coco,
Bala juquinha, algodão doce, manjar

Venha pra cá, venha comigo,
A hora é pra já, não é proibido,
Vou te contar, tá divertido,
Pode chegar

Uh, uh, uh
Vai ser nesse fim de semana,
Manda um e-mail para a Joana vir

Uh, uh, uh
Não precisa bancar bacana,
Fala para o Peixoto chegar aí

Traz todo mundo,
Tá convidado,
É so chegar

Traz toda gente
Tá liberado,
É pra dançar

Toda tristeza,
Deixa lá fora,
Chega pra cá

18 de jul de 2015

Poema: "Versos para a bike"




  Nos últimos três meses e meio, perdi 12 kg andando de bicicleta e modificando meus hábitos alimentares. Considerei esta uma vitória pessoal, que achei merecer alguns versos:

"Versos para a bike"

Magrela altiva,
Que encurta a distância;
Brincadeira esportiva;
Que devolve a infância!

Venço ladeiras eternas,
Desafios em desníveis;
Meus pulmões, minhas pernas,
São os teus combustíveis!

Quilômetros devorados,
Nas estradas vicinais;
Quilos eliminados,
Menos garfo, mais pedais!

Vento que acaricia,
Sob a luz matinal;
Equitação que vicia,
Sobre o cavalo de metal!

Às vezes, me sinto menino,
Outrora, sinto-me atleta;
Só sei que estou mais fino,
Obrigado, bicicleta!


* O Eldoradense


15 de jul de 2015

Sonda da NASA revela: Plutão é maior do que se pensava!



 Plutão acaba de se revelar um pouco maior do que se pensava, com um diâmetro de 2.370 km – quase a distância entre São Paulo (SP) e Maceió (AL). Em aproximação final ao planeta anão, a sonda New Horizons, da Nasa (a agência espacial norte-americana), fez a medição. O resultado confirma o status de Plutão como o maior objeto já detectado na região periférica do Sistema Solar conhecida como Cinturão de Kuiper.

Viajando há nove anos, a sonda não-tripulada deverá enviar um verdadeiro tesouro de imagens e informações inéditas sobre Plutão – a aproximação maior será nesta terça-feira. É provável que os dados coletados possam refinar as informações sobre as dimensões do planeta anão.
 A nova medição traz uma série de implicações. A primeira é revelar que Plutão é menos denso do que se imaginava, com um volume de gelo possivelmente maior em seu interior.
O dado também altera a estimativa de propriedades da sua atmosfera, já que o objeto contido por ela é agora considerado maior. A troposfera, camada mais baixa da atmosfera, também pode ser mais fina. Mas talvez a principal consequência seja a novidade para os fãs de Plutão, porque finalmente resolve o debate sobre qual planeta anão é maior: Plutão ou Éris.  A descoberta de Éris, em 2005, e a comparação dos diâmetros foram responsáveis, em parte, pelo "rebaixamento" de Plutão à categoria de planeta anão, em 2006. No entanto, a nova informação indica que Plutão é maior, ainda que só por 30 quilômetros de diâmetro.  Fonte: BBC Brasil      * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma.

Comentando "do meu jeito" as últimas notícias...





   1) No último domingo, o Faustão disse que a internet é o "penico" da sociedade. Justo ele, que faz da TV um penico há mais de duas décadas...

  2) Os Estados Unidos colocaram um ponto final nas sanções ao Irã, tendo como contrapartida a fiscalização das pesquisas nucleares daquele país. Desconfianças à parte, esta notícia soou como uma "bomba". Entenderam a ambiguidade da última frase, né?

  3) O primeiro-ministro da Grécia recuou e disse que vai aceitar boa parte das imposições econômicas dos países do Euro para conseguir ajuda financeira do bloco. Voltou atrás e está colocando em prática tudo o que disse que não faria, caso vencesse as eleições. Enfim, é o caloteiro mais "sem palavras" que eu já vi. Caloteiro que se preza, diz que não vai pagar e não paga mesmo!

  4) A Operação Lava Jato encontrou um Porshe, uma Ferrari e uma Lamborghini na casa do ex-presidente Fernando Collor de Mello. Combinação perfeita: Sujeira + carros = Lava-jato.

  5) Em São Paulo, a polêmica está por conta da diminuição da velocidade dos veículos nas marginais. Seria bem mais interessante se diminuíssem a marginalidade em São Paulo, não acham?

   6) A pobreza atingiu 28,7% do argentinos, segundo estatísticas da Universidade Católica. Mais algum tempo de mandato, e a Cristina Kirchner irá promover a justiça social plena no país: Vai deixar 100% dos argentinos pobres.

  7) Não sei porque tripudiei sobre a Argentina e a Grécia. A coisa tá feia também no Brasil. Fiz o papel do sujo que fala dos mal-lavados...



* O Eldoradense

13 de jul de 2015

Piada de segunda: "Investigação"

"Investigação"

   O delegado pergunta ao investigador:

  "E aí, alguma pista sobre a investigação daquele crime?"

   "Não senhor, nadica de nada! Nem mesmo um único fio de cabelo..."

   "Ok... para não ficarmos sem um desfecho, prendam o careca!"

12 de jul de 2015

Vídeo musical de hoje: "Vício", com o Roupa Nova


"Vício" - Roupa Nova

É como um vício
Você vem me procurar
Como faz desde o início
Cada vez que quer voltar

É como um cio
No calor da minha cama
Você jura que me ama
E me pede pra ficar

Logo agora que eu quase esqueci
Que eu me acostumei a viver só
Sempre só

Não de novo, não
Não quero abrir de novo as portas pra você
Do meu coração
Eu juro que não

Não de novo, não
Não vou deixar essa loucura me levar
Morrer de paixão
Eu juro que não

É como um prêmio
Pela minha devoção
Você toma o meu carinho
Pra vencer a solidão

É como sempre
Outra vez vai me deixar
Um segundo de delírio
Uma vida pra esperar

Logo agora que eu quase esqueci
Que eu me acostumei a viver só
Sempre só

Não de novo, não
Não quero abrir de novo as portas pra você
Do meu coração
Eu juro que não...


7 de jul de 2015

Conto: "A touca negra"



“A touca negra”



   Não sei há quantos invernos ela me aquece, mas com certeza, são mais que sete e menos que dez. Sempre que o mês de junho começa a mostrar seus ares gélidos sobre minha calvície e minhas orelhas, lembro-me dela: uma touca negra de lã, que me afaga confortavelmente, diminuindo a sensação de frio e solidão nas madrugadas do meio do ano. É uma sensação horripilante a arrepiante, que começa pelo couro cabeludo, passa pela nuca e parece correr por toda a espinha. Frio incômodo, que é amenizado pela providencial touca negra, que comprei não sei onde, não sei por quanto, muito menos quando. Mas não lembrar detalhes da sua aquisição não diminui sua importância. A touca negra é mesmo essencial durante as jornadas de inverno em meu trabalho noturno.

 Sua lã escura me abraça, me acaricia, me envolve de tal forma que passo a testemunhar o inverno apenas visualmente, graças ao vão que ela possui na altura dos olhos. As noites frias, apesar de castigantes, geralmente apresentam céu limpo, cujas estrelas estão em maior número, mais vivas, mais brilhantes. E eu e minha inseparável touca negra já vimos muitos céus espetaculares deste tipo, ao longo de sete, oito, ou quem sabe, dez invernos. Mas quando chega o verão, ela vai para a máquina de lavar, e posteriormente, para a repartição intermediária do meu guarda-roupas, onde espera ansiosamente pela próxima temporada gélida de meio de ano.

  Desta vez não foi diferente: o ar frio que toca a calvície, passa pela nuca e se prolonga por toda a espinha passou a me incomodar no final do mês de junho. Era hora de procurar a touca negra. Fui até a repartição intermediária do meu guarda-roupas, e ela surpreendentemente não estava lá. Fiquei contrariado. Procurei em outro guarda-roupas, e depois em um “malão”.  Insistente, procurei outras quinhentas e cinquenta e cinco vezes novamente na repartição intermediária do meu guarda-roupas oficial, sem êxito. Com certeza, ela não estava em casa. Procurei então no “armário 62” do vestiário do meu trabalho, onde sua ausência foi também confirmada. Passei a me sentir traído e desamparado nas madrugadas gélidas e atipicamente chuvosas deste ano. Definitivamente a touca negra havia me pregado uma peça. Sofri por alguns dias com o frio que começava pela calvície, passava pela nuca e se prolongava pela espinha.

   Ontem à tarde fui em um destes “lojões” de bugigangas que vendem de tudo, desde agulhas até capacetes para astronautas. Em uma bancada de madeira, próxima à porta, havia toucas e luvas de todos os tipos, de todas as cores, para todos os gostos. Toucas azuis, vermelhas, listradas e até do Corinthians; (esta última, eu não usaria nem se estivesse no Alaska). Mas enfim, tive que comprar outra touca negra, que não tinha o mesmo charme da primeira, muito menos aquele vão na altura dos olhos que eu achava misteriosamente charmoso. Porém, era preciso amenizar o frio que tocava a calvície, passava pela nuca e se prolongava pela espinha. 

  Às dezessete e trinta de ontem, na hora de pegar uma blusa na repartição intermediária do meu guarda-roupas, me surpreendi com a touca negra que eu havia procurado quinhentas e cinquenta e cinco vezes. Ela me fitava irônica através do vão na altura dos olhos. Parecia caçoar de mim, ou talvez se sentisse vingada pelos seis meses de abandono na temporada de calor. Mas ela estava lá, pronta para me acompanhar em mais uma noite gélida de trabalho noturno. Não tive dúvidas: guardei a touca nova comprada na loja de bugigangas e levei a minha velha e vingativa companheira comigo. 

  Talvez ela tenha feito isso por carência, ou então, para chamar a atenção. Numa possibilidade mais remota, eu não tivesse procurado direito nas outras quinhentas e cinquenta e cinco vezes em que me dirigi à repartição intermediária do meu guarda-roupas. Mas a verdade, é que ela é uma touca negra de lã: e quem confia nas “ovelhas-negras”, está sujeito a alguns riscos...


* O Eldoradense

6 de jul de 2015

Piada de segunda: "Censo do IBGE"


"Censo do IBGE"

  O recenseador do IBGE chega em um sítio, que de tão belo, parecia o paraíso. Ao avistar o sitiante, o homem pergunta:

   "Bom dia... Qual o nome do senhor, por favor?"

   "Meu nome é Adão, sim sinhô!"

   "E o nome da sua esposa?"

   "Ela se chama Eva..."

   O recenseador, querendo fazer uma piada irônica, diz:

   "Adão, Eva... E a serpente, mora aqui também?"

   "Mora sim sinhô!  Sogrinha, o moço do IBGE qué falá ca sinhora!"

5 de jul de 2015

Clipe internacional de hoje: "Beatiful", com a banda Marillion


"Belo" - Marillion

Todo mundo sabe que vivemos num mundo em que
dão maus nomes às coisas belas
Todo mundo sabe que vivemos num mundo
em que não sabemos presentear com coisas bonitas um segundo sequer
Somente o paraíso sabe que vivemos num mundo onde
só falamos bonito quando temos algo para vender

Povos que riem atrás de suas mãos enquanto
não é dada nenhuma possibilidade à fragilidade e sensibilidade

E as folhas se transformam de vermelho para marrom
Para serem pisadas ao chão
Para serem pisadas ao chão
E as folhas se transformam de vermelho para marrom
Caindo na terra
Caindo na terra

Nós não temos que viver num mundo onde
damos maus nomes às coisas bonitas
Nós devemos viver num mundo belo
Nós devemos doar coisas belas a todo instante

E as folhas se transformam de vermelho para marrom
Para serem pisadas ao chão
Pisadas no chão
E as folhas caem na terra
Caem na terra
E recomeça retrocedendo ao seu redor

Você é forte o bastante para ser...
Você tem coragem para ser...
Você tem fé para ser...
Honesto o bastante pra dizer...
Não temos que ser os mesmos...
Não temos que estar nesse caminho
Venha e assine seu nome
Você é selvagem o bastante para remanescer o bonito?
Bonito

E as folhas se transformam de vermelho para marrom
Para serem pisadas ao chão
Pisadas no chão
E as folhas caem na terra
Caem na terra
E recomeça retrocedendo ao seu redor

Você é forte o bastante para ser...
Porquê você não levanta e diga
Dê a você mesmo um tempo
Irão rir de você de qualquer maneira
Então... Porquê não levanta e seja belo...