30 de mai de 2013

Texto crítico: "Bolsa família"





"Bolsa - Família"

    A falsa notícia sobre o fim do programa assistencial do governo federal denominado "Bolsa Família", bem como o suposto pagamento de um bônus extra no mês em que se comemora o dia das mães aos seus beneficiários, causou um tremendo alvoroço nas agências da Caixa Econômica Federal em todo o país. As imagens do aglomerado de pessoas afoitas e até certo ponto desesperadas no interior das unidades bancárias para sacar os seus respectivos benefícios dão a dimensão exata de como nossa população é carente, ainda que os avanços sociais ocorridos nos últimos anos tenham minimizado os números da pobreza extrema.

    Mediante os fatos imagens sobre o assunto, a velha discussão sobre a eficácia do programa assistencial sempre vem à tona: O "Bolsa Família" é uma boa iniciativa para a erradicação da miséria, ou é meramente um programa assistencialista e eleitoreiro? Sem querer ficar em cima do muro, creio que ambas as alternativas estão corretas, apesar de entender que é melhor um programa social desta natureza do que programa social algum.

   Logicamente que os investimentos em educação, cursos profissionalizantes e geração de empregos promovem com maior eficácia a mobilidade social das classes mais pobres, porém, isso demanda um tempo razoável. E a fome, por sua vez, não espera tanto. Em um primeiro momento, entendo que se faz necessário um programa de distribuição de renda para que estas pessoas tenham condições básicas para estudar e frequentar as escolas, garantindo-lhes o mínimo de segurança alimentar em curto prazo. Mesmo com todas as suas imperfeições, o "Bolsa Família" reduziu sensivelmente a miséria absoluta de boa parte da população, fomentando o consumo do mercado interno, bem como diminuindo as migrações e as disparidades socioeconômicas entre as regiões do país.

   É bom lembrar ainda que o Brasil teve reconhecimento internacional no combate à fome e à pobreza extrema através do programa. Portanto, como medida emergencial, defendo, com ressalvas, o "Bolsa Família", ainda que com tantas falhas. Mas é preciso exigir o seu aprimoramento, exatamente para que os atuais beneficiários não precisem mais do programa em médio prazo, e que, futuramente, todos tenham condições de defender a própria segurança alimentar e alcançar a independência financeira no sustento de suas famílias. 

  Este sim seria o cenário ideal de um país democrático, pois barganhar votos com a fome alheia é uma conduta questionável, que lembra as posturas ditatoriais de algumas republiquetas mundo afora. Democracia se faz com liberdade extrema de pensamentos e posturas, e ela nunca será plena enquanto os posicionamentos dos indivíduos estiverem atrelados aos cabrestos governamentais.



* O Eldoradense


20 de mai de 2013

Piada de segunda: "Dois galos e um papagaio"



"Dois galos e um papagaio"

  Estavam brigando ferrenhamente, em um mesmo terreiro, dois galos carijó. O papagaio da casa, sempre metido a valentão, resolveu apartar a rinha. Obviamente, os dois galos, que estavam nervosos pra caramba, deram uma surra no papagaio, e após depenarem totalmente a ave verde, continuaram a briga até morrerem, exaustos.
  O papagaio então, acorda totalmente sem penas, e se vê diante do dono do sítio, que perplexo, pergunta:
   - "Caramba, o que aconteceu aqui?"
    O papagaio, para não perder a pose diante do seu dono, responde:
   - "Curupaco! Depois que eu tiro o paletó, ninguém me segura..."

19 de mai de 2013

Vídeo musical de hoje: "Flores em você", com o IRA


"Flores em você" - IRA

De todo o meu passado
Boas e más recordações
Quero viver meu presente
E lembrar tudo depois

Nessa vida passageira
Eu sou eu, você é você
Isso é o que mais me agrada
Isso é o que me faz dizer
Que vejo flores em você

De todo o meu passado
Boas e más recordações
Quero viver meu presente
E lembrar tudo depois

Nessa vida passageira
Eu sou eu, você é você
Isso é o que mais me agrada
Isso é o que me faz dizer
Que vejo flores em você
Que vejo flores em você

14 de mai de 2013

Convocação de Felipão deixa Ronaldinho Gaúcho e Kaká fora da lista!

  
  Nem Ronaldinho Gaúcho, nem Kaká. O técnico Luiz Felipe Scolari divulgou nesta terça-feira a lista dos 23 jogadores convocados para defender a Seleção na Copa das Confederações e deixou os dois campeões mundiais de 2002 fora. A principal surpresa da relação é o meia-atacante Bernard, do Atlético-MG. - Se não der certo, eu tenho que estar preparado para isso. Convoquei A, B ou C pois acredito que isso é o melhor para a seleção brasileira. Acredito que mesmo que eu levasse o jogador que jornal quer ou que a televisão quer, iria ter pressão. O pau vai comer de qualquer jeito - disse Felipão ao ser questionado sobre a ausência de Ronaldinho.
  O camisa 10 tem brilhado pelo Atlético-MG, que está classificado para as quartas de final da Libertadores e ficou perto do título do Campeonato Mineiro após golear o Cruzeiro por 3 a 0 na primeira partida da final. Em abril, Ronaldinho foi capitão e titular da Seleção nos amistosos com Bolívia (4 a 0) e Chile (2 a 2). Antes do empate com os chilenos, no Mineirão, o meia-atacante se apresentou com 25 minutos de atraso no hotel da delegação em Belo Horizonte, o que pode ter complicado sua situação com Felipão. Segundo a programação divulgada no site oficial da CBF, os jogadores deveriam chegar até as 19h (de Brasília), mas Ronaldinho entrou às 19h25m pela garagem. - A apresentação é para o jantar, às 19h30m. Eu nunca cheguei atrasado na minha carreira – disse o craque do Galo no dia.
  Coordenador da Seleção, Carlos Alberto Parreira minimizou o atraso ao ser questionado na época: - Ninguém considerou atraso. Não demos importância para isso. Não entendemos porque deram tanto espaço para isso. Às 19h30 ele estava jantando com a equipe.
 Confira a lista:
Goleiros 
Julio César (QPR)
Diego Cavalieri (Fluminense)
Jeferson (Botafogo)

Zagueiros
Thiago Silva (PSG)
Réver (Atlético-MG)
David Luiz (Chelsea)
Dante (Bayern de Munique)


Laterais
Daniel Alves (Barcelona)
Jean (Fluminense)
Marcelo (Real Madrid)
Filipe Luis (Atlético de Madrid)

Volantes
Fernando (Grêmio)
Hernanes (Lazio)
Luís Gustavo (Bayern de Munique)
Paulinho (Corinthians)

Meias e Atacantes
Jadson (São Paulo)
Oscar (Chelsea)
Lucas (PSG)
Hulk (Zenit)
Bernard (Atlético-MG)
Leandro Damião (Internacional)
Fred (Fluminense)
Neymar (Santos)      
  Fonte: G1      * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma.

13 de mai de 2013

Piada de segunda: "O bêbado e a freira"



"O bêbado e a freira"
  Em uma noite escura e misteriosa de uma grande cidade, estavam caminhando em uma calçada, um bêbado e uma freira, sendo que ambos andavam em direções opostas. Ao aproximarem-se, o bêbado agrediu de forma animalesca a pobre religiosa, que desmaiou, sem entender nada.
   Eufórico e gritando com ar de vitória, o bebum disse:
   - "Toma essa, Batman! Você não é o bam bam bam?"
   

12 de mai de 2013

Clipe de hoje: "A perigo", com os Engenheiros do Hawaii


"A perigo" - Engenheiros do Hawaii

Planos de vôo
Tava tudo em cima: céu de brigadeiro sobre nós
Pane... pânico
Perdemos a altura... puxaram o tapete voador

Hoje estamos a perigo
Hoje estamos separados, divididos
Mas um dia, um dia, nós seremos a maioria

Pane...! que pena!
Panos quentes
Fica tudo como está; no mesmo lugar... impunemente

Hoje estamos a perigo
Hoje estamos separados, divididos
Mas um dia, um dia, nós seremos a maioria

Eu sigo em frente, pra frente eu vou
Eu sigo em frente, pra frente eu vou
Eu sigo em frente, pra frente eu vou
Eu sigo enfrentando a onda
Onde muita gente naufragou

Mas um dia, um dia, nós seremos a maioria
Nós seremos a maioria
Seremos a maioria



6 de mai de 2013

Piada de segunda: "Pescocinho"



"Pescocinho"

  Dois homens estavam encostados em um balcão de um bar , quando avistaram outro, forte e bravo pra caramba. Um dos dois perguntou ao garçom quem era o sujeito, e o mesmo respondeu que o fortão detestava ser chamado de "Pescocinho", e que arrebentava quem o xingasse por este apelido.

   Ao ver um anão entrando no bar, um dos sujeitos disse:

   - Te pago duzentos reais se você chamar aquele fortão de Pescocinho!
   -Fechado! - disse o anão.

  O anão chegou então no valente e perguntou:

  - Não foi você que estava na beira do rio ontem, e pescou um peixe gigante?

  - Eu não estava ontem na beira do rio, e nunca pesquei peixe algum em minha vida!

   O anão, aproveitando a deixa da conversa, e falou, garantindo duzentos reais:

   - Pescô sim! Pescô sim!



5 de mai de 2013

Clipe internacional de hoje: "Major Tom", com Peter Schiling


"Major Tom" (Coming Home) - Peter Schiling
(Chegando em casa)

Parada lá sozinha,
A nave está aguardando.
Todos os sistemas estão funcionando,
"Você tem certeza?"
O controle não está convencido,

Mas o computador
tem a prova:
"Não é necessário abortar".
A contagem regressiva começa.

Observando num transe,
A equipe está segura:
Nada ficou ao acaso,
Tudo está funcionando.

Tentando relaxar
Em cima na cápsula
"Me mandem uma bebida"
Brinca o Major Tom.
A contagem regressiva continua:

4...3...2...1...
A Terra abaixo de nós,
Vagueando, caindo,
Flutuando sem peso...
Chamando, chamando, o lar...

O segundo estágio está cortado,
Estamos agora em órbita.
Estabilizadores ativos,
Funcionando perfeitamente.
Começando a recolher
Os dados requisitados.
"O que isso afetará
Quando tudo estiver terminado?"
Pensa o Major Tom.

De volta ao controle de terra,
Há um problema:
Avance até o máximo dos foguetes.
Não estão respondendo!
"Alô Major Tom,
Você está recebendo?
Acione os foguetes de empuxo,
Estamos a postos"
Não há resposta...

4...3...2...1...
A Terra abaixo de nós,
Vagueando, caindo,
Flutuando sem peso...
Chamando, chamando, o lar...

Através da estratosfera
Uma mensagem final:
"Entreguem para minha esposa o meu amor"
Então nada mais...

Muito abaixo da nave
O mundo está de luto.
Eles não imaginam [que]
Ele está vivo.
Ninguém compreende,
Mas o Major Tom percebe [que]
Agora a vida comanda.
"Esta é minha casa,
Estou chegando em casa..."

A Terra abaixo de nós,
Vagueando, caindo,
Flutuando sem peso
Chegando em casa...
A Terra abaixo de nós,
Vagueando, caindo,
Flutuando sem peso
Chegando, chegando
Em casa..
Em casa...


3 de mai de 2013

Ronaldinho Gaúcho "cutuca" tricolor: "Quando o jogo vale, o espírito é outro"



  Na última rodada da primeira fase, o Atlético/MG perdeu sua invencibilidade na Taça Libertadores ao sofrer, no Morumbi, uma derrota por 2 a 0 para o São Paulo. Nesta quinta, encarando o mesmo adversário e também jogando no estádio paulista, a agremiação mineira se "vingou" e alcançou uma importante vitória de 2 a 1 no primeiro confronto das oitavas-de-final do torneio. 

  Após o clássico, Ronaldinho Gaúcho, que marcou o primeiro gol alvinegro (o outro foi assinalado por Diego Tardelli, enquanto Jádson abriu o placar para o Tricolor), lembrou o fato de, no primeiro encontro, o Galo já estar classificado e deu uma cutucada no rival. 
"Aproveitamos o que a gente tem de bom, nossa pegada, nossa raça e é assim, quando joga valendo é outro espírito".

  Com o triunfo, o Atlético/MG só é eliminado da Libertadores com uma derrota por, no mínimo, dois gols de diferença no próximo dia 15 de maio, no Independência. Fonte: Futnet.com.br    * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma.

2 de mai de 2013

Marta foi a melhor prefeita de São Paulo nos últimos 30 anos, segundo pesquisa Datafolha!



 Entre os prefeitos de São Paulo nos últimos 30 anos, Marta Suplicy (PT) é considerada a melhor por um a cada quatro moradores da cidade, segundo pesquisa Datafolha.

  A psicóloga, hoje ministra da Cultura, administrou a cidade de 2001 a 2004, mas, apesar da boa avaliação, não conseguiu se reeleger. Os tucanos Mário Covas (1983 a 1985) e José Serra (2005 e 2006) ficaram em seguida na preferência de 16% e 15% dos entrevistados, respectivamente.

Foi Serra quem derrotou Marta nas eleições de 2004. A consulta, feita por ocasião dos 30 anos do instituto de pesquisa, ouviu 1.120 paulistanos na quinta e na sexta-feira da semana passada.

  Entre as principais marcas da gestão da petista estão a criação do Bilhete Único e dos CEUs (escolas com atividades extras em tempo integral). Entre os entrevistados, 28% disseram ter preferência pelo PT. Dos que escolheram Marta, o índice é de 47%.

  O diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, diz que a proporção de petistas é histórica. Para ele, o resultado da pesquisa é, em maior grau, uma "decorrência da imagem que fica de cada governo".

   Fonte: Folha.com           * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma.