29 de jul de 2016

Comentário: "Já não está na hora de Presidente Venceslau ter uma ciclovia?"



  Este comentário talvez possa soar como defesa em causa própria, já que há algum tempo eu pratico o ciclismo de forma amadora e contínua. Vejo, com muita satisfação, que a pista de caminhadas no prolongamento da Avenida Carlos Platzeck está sendo reformada, para maior conforto aos adeptos do referido esporte. Não seria interessante, se naquele mesmo prolongamento, fosse construída também uma ciclovia? 

 Atualmente quase todas as modalidades esportivas possuem espaços adequados para as suas práticas na cidade: futebol, natação, judô, tênis de mesa, skate. Será que o ciclismo, que possui tantos adeptos já não merece um local próprio para a modalidade? Não estou aqui defendendo as ciclovias pela questão da mobilidade urbana, já que a topografia de nossa cidade não favorece este tipo de deslocamento. Refiro-me à simples questão da construção de um espaço favorável ao esporte, que não exigiria uma malha cicloviária extensa, que não traria custos elevados ao Poder Público.

 Muitas cidades brasileiras possuem ciclovias, seja nos parques, praças ou até mesmo nas vias urbanas. O número de praticantes do esporte aumentou consideravelmente, seja pelos benefícios à saúde, bem como pela adoção de um meio de transporte não poluente e ecologicamente correto. Creio que não seja admissível que em meio a este cenário, Presidente Venceslau não desfrute de um metro sequer de espaço destinado ao ciclismo.

* O Eldoradense
   

28 de jul de 2016

Comentário: "Sobre a possibilidade de vitória de Trump"




   "A simples possibilidade de Trump vencer as eleições norte-americanas significa que o mundo pode estar flertando com uma preocupante e explícita guinada rumo à xenofobia e ao racismo, motivada principalmente pelos ataques terroristas e pela imigração desenfreada, que por sua vez, são consequências das guerras, da miséria e do fanatismo"

* O Eldoradense

10 de jul de 2016

Eu bem que havia avisado...




 É, amigos leitores... eu havia dito! Muita gente não acreditava, exatamente porque os franceses eram os anfitriões, e depois que Cristiano Ronaldo saiu lesionado do campo, ainda no primeiro tempo, parecia que a festa do título da Euro-16 seria francesa. Mas não!! Alguma coisa conspirava a favor da segunda epopeia portuguesa; (a primeira foi narrada por Fernando Pessoa, em "Os Lusíadas"). Sim, havia um cheiro de bacalhoada profética, um aroma intuitivo de pastel de Belém, uma bola de cristal reluzindo verde e vermelho. Desculpem-me mas só os sensitivos como eu e o Polvo Paul possuem este dom. Como o referido molusco já é falecido, coube a mim esta previsão que contrariava expectativas e especulações, já que há mais de quarenta anos a seleção principal de Portugal não vencia a França. Mas hoje era dia!!! Há quem diga que no além, D. João foi à forra contra Napoleão, e que os franceses estão chorando ao som do fado. 

   A França até que foi melhor, mas contra a profecia não existe essa de qualidade: o que manda é o Destino! O goleiro português Rui Patrício pegou tudo, e quando não deu conta de fazer a intervenção, a trave encarregou-se de defender as metas lusitanas! E no segundo tempo da prorrogação, o atacante Éder fez cumprir as minhas profecias! Portugal campeã, ao som de Roberto Leal e muito vinho do porto na mesa, como eu havia dito! Se Fernando Pessoa narrou a primeira epopeia portuguesa de forma poética, eu, Fernando Freitas profetizei a segunda epopeia lusitana! E quem quiser saber mais sobre o próprio futuro, é só me procurar: leio tarô, cartas, búzios e sou craque também na quiromancia...

* O Eldoradense

8 de jul de 2016

França x Portugal na final da Euro: Sou mais "Vinho do Porto" que "Champanhe"...

                               Resultado de imagem para frança x portugal


    O principal torneio continental de seleções do mundo já tem seus finalistas definidos: França e Portugal medirão suas forças para ver quem são os donos da bola no Velho Continente. Os irmãos de idioma venceram o País de Gales em uma das semifinais, enquanto os franceses bateram os alemães, (atuais campeões do mundo). O jogo chama a atenção de todos os amantes do futebol, atraindo muitas expectativas e especulações. 

  Muitos acreditam que os franceses, (donos da casa), estão com uma mão na taça. Faz sentido. A França nunca perdeu uma partida sequer para Portugal em competições oficiais, e também possui o artilheiro da competição até agora, o oportunista Griezmann. Além disso, os franceses venceram a toda poderosa Alemanha, enquanto os portugueses venceram o País de Gales, uma boa seleção, porém inexpressiva no futebol internacional.

 Mas contrariando as especulações, eu torço e aposto nos lusitanos: 
Vejo o selecionado português sólido no sistema defensivo, tendo Cristiano Ronaldo inspiradíssimo, próximo de desbancar o francês Michel Platini como artilheiro de todas as edições da Euro. Vale ressaltar que os portugueses ainda não perderam na competição. Portanto, finalizo: determino que a comemoração da seleção campeã será regada a Vinho do Porto, e não champanhe. E tenho dito!!!!


* O Eldoradense

7 de jul de 2016

Poema: "Caipira caiçara"



"Caipira caiçara"

Já perguntei ao Criador,
Se nasci em lugar errado;
Sou homem do interior,
Pelo mar apaixonado!

Do rincão paulista,
Na região do Pontal;
Tantos quilômetros de pista;
Para chegar no litoral!

A brisa do sertão,
Tem lá sua poesia;
Mas a minha audição,
Almeja a maresia!

Com o som da viola,
Não há quem não se apegue;
Mas minha alma marola,
Prefere ouvir reggae!

Gosto do feijão tropeiro,
Preparado no caldeirão;
Mas o paladar marinheiro,
Tá querendo camarão!

O berrante é encantado,
Como a voz de Iara;
Sou um caipira contrariado,
Que queria ser caiçara!

* O Eldoradense




2 de jul de 2016

Poema: "Amizade"




  Na noite de ontem, tivemos a  oportunidade de realizar uma confraternização bacana, na casa do amigo Benny Vanali, regada ao ótimo "Chopp Palazzo", doado pelo "Rei do Chopp" Marcos Ferreira. Chope artesanal, de paladar leve e geladíssimo, combinando perfeitamente com o delicioso churrasco preparado pelo anfitrião. Entendo que momentos alegres das nossas vidas merecem versos, e baseado nesta linha de pensamento, escrevi o poema "Amizade"...

"Amizade"

Amizade é celebrada,
Em reuniões descontraídas;
Nas deliciosas risadas,
E nas histórias vividas...

Amizade não tem preço,
Possui valores incalculáveis,
É marcada pelo apreço,
E pelas companhias agradáveis...

Amizade é bem precioso,
É também carne na brasa;
É o anfitrião orgulhoso,
Recebendo a turma em casa...

Que a amizade se brinde,
Com o chope gelado;
Contrato que não rescinde,
Eternamente renovado!

* O Eldoradense