24 de nov de 2017

Poesias do Eldoradense : "O campinho da vila"


"O campinho da vila"


Em várias ocasiões,
Com certa constância;
Tenho ilusões,
Em que revivo a infância...

Escutando o chamado,
Do campinho da vila;
Bola quicando no gramado,
Pareço ouvi-la!

Provocando uma viagem,
Às lembranças distantes;
Saudosa miragem,
Dos amigos de antes...

Que corriam descalços,
Atrás de uma bola;
Onde os únicos percalços,
Eram as notas da escola!

Coisas que o tempo afana,
E o dinheiro não paga;
Uma época bacana...
Que nunca se apaga!

* O Eldoradense

23 de nov de 2017

Livro: X Men - Espelho Negro




   Conclui ontem a leitura de mais um romance baseado nos quadrinhos, e desta vez o livro lido foi "X Men - Espelho negro". Dos três livros do gênero que li, este foi o que menos me agradou, pois considerei a narrativa um tanto quanto monótona, diferente por exemplo, de "Guerra Civil" e "A morte do Capitão América". 

   Cinco dos X Men, (Ciclope, Vampira, Jean, Noturno e Wolverine), são vítimas de uma "armadilha" feita pelo médico telepata "Jonas Maguire", que promove uma "troca de corpos" entre pacientes de um hospital psiquiátrico e os mutantes acima citados. A partir daí, os cinco heróis encampam uma jornada épica na busca de entender os fatos e lutam para "reaverem" suas respectivas identidades,  pois os cinco "impostores" adentraram na Mansão Xavier, com intenções não muito boas.

   O enredo possui as velhas pitadas de humor da Marvel, pois é interessante citar, por exemplo, que Jean, Wolverine e Ciclope incorporaram seus personagens em pessoas do sexo oposto. Imaginem Wolverine usando vestido e frequentando o banheiro feminino? Surrreal, não? Além disso, a obra também traz a discussão sobre os conflitos entre as diferenças, sendo que a condição mutante é mera analogia para as questões raciais, de gênero e de preferência sexual dos humanos, promovendo a reflexão do leitor.

   O romance foi escrito pela jovem escritora Marjorie M. Liu,  reconhecida pelas obras literárias com ênfase na paranormalidade e fantasias urbanas. 


* O Eldoradense

22 de nov de 2017

Pensamentos do Eldoradense: "Perseverança x teimosia"

  " A insistência acompanhada do bom senso é sinônimo de perseverança...   


    ...Mas quando ela é desprovida de discernimento, é teimosia mesmo!!!

* O Eldoradense

20 de nov de 2017

Alfinetada: Previsão do tempo e horóscopo...



    "Talvez possa parecer muito ceticismo da minha parte, mas ontem eu constatei que devo acreditar na previsão do tempo na mesma proporção em que acredito no horóscopo..."

* O Eldoradense

19 de nov de 2017

Vídeo musical de hoje: "Seu polícia", com o Trio Parada Dura!


"Seu polícia" - Trio Parada Dura

Seu polícia
É que eu separei recentemente
De paixão eu tô doente
Será que o senhor me entende?

Os vizinhos tão reclamando
Do volume do meu som
Mas enquanto ela não voltar...
Eu vou continuar...

Me afogando no álcool
O som do carro no talo
Manda a multa que eu vou pagar
Mas enquanto ela não voltar

Sofrimento é mato
Coração em pedaços
Compreenda por favor
O meu amor me deixou!

17 de nov de 2017

A "pescaria" no Jardim Eldorado seria cômica, se não fosse trágica!

    
Moradores fazendo "pescaria" em protesto contra existência de uma cratera na rua Assad João


   Só ontem assisti a reportagem realizada pela TV Fronteira sobre um protesto feito por moradores do bairro onde moro à respeito da "buraqueira" existente na rua Assad João, que fica bem próxima à minha casa. A reportagem enfatiza o bom humor e a criatividade dos que protestaram, e justiça seja feita, a manifestação é bem legítima. Quem passa pelo local com o carro precisa ter muito cuidado para não avariar os pneus ou a suspensão do veículo, e se o sujeito passa de motocicleta, os cuidados precisam ser ainda maiores, pois há o risco iminente de queda. O protesto, como o amigo leitor terá oportunidade de visualizar no link ao final do post, envolve uma suposta "pescaria" na cratera maior, que para piorar, encontra-se cheia de água suja e malcheirosa.

   A Prefeitura Municipal de Presidente Venceslau exerceu direito de resposta através de uma nota, dizendo que a rua está inserida no cronograma de recapeamento asfáltico, e que a situação encontra-se crítica devido às chuvas recorrentes no período. Como cidadão, manifesto-me de forma solidária aos moradores que idealizaram o protesto. Fizeram o correto, e certamente este país seria bem melhor se todos nós exercêssemos efetivamente nossa cidadania, cobrando as autoridades que nada mais são do que funcionários públicos pagos com o dinheiro dos nossos impostos. É lamentável que o Jardim Eldorado e principalmente Presidente Venceslau precisem ser expostos de forma negativa em noticiário televisivo, mas mediante a morosidade do Poder Público para solucionar o problema, a atitude fez-se necessária. A situação até que seria cômica, se não fosse trágica. Finalizo o post, realizando a seguinte pergunta: "Quantos peixes precisarão ainda serem pescados?" Assista a reportagem exibida pela TV Fronteira clicando aqui.


* O Eldoradense

   

   

16 de nov de 2017

Conto: "Catamarã no Tietê!



"Catamarã no Tietê"

    Alguns estudaram afinco a História do Brasil, sabendo tudo sobre o que aconteceu neste país desde o desembarque da primeira caravela portuguesa no litoral do país em Porto Seguro até a internação de Michel Temer para desobstruir o canal de suas vias urinárias. Mas só um homem do Chuí ao Monte Caburaí sabe o que acontecerá no futuro desta nação até o fim deste século. Ele é paulistano da Barra Funda, desempregado e formado em Astronomia pela USP. Jura que herdou o poder da clarividência através dos sonhos ao chocar sua cabeça na trave, jogando futebol de várzea. Isso foi em 2014. Seu nome é Clarindo.

  Sua primeira premonição foi num pesadelo horrendo em que alemães não militares nos bombardeariam impiedosamente por sete vezes, fazendo milhões chorarem envergonhados. Sonhou com a queda da Dama de Vermelho, com panelas batendo e com a ascensão do vampiro. Ao perceber seus sonhos virando realidade, começou a assustar-se. Fez exames neurológicos, procurou ajuda de padres exorcistas e médiuns espíritas.  Ninguém conseguiu dar nenhuma explicação lógica, e ele passou a acostumar-se com os flashes premonitórios enquanto dormia.
    Naquela noite, viu-se em 2070, em um píer  localizado à esquerda da Marginal Tietê, prestes a embarcar num catamarã turístico pelo rio límpido e cristalino, iniciando a viagem no Jardim Humaitá e finalizando a mesma no Parque Jacuí, beirando a Rodovia Ayrton Senna. Gringos estavam maravilhados com a paisagem paulistana, a imponência dos edifícios modernos expondo um Brasil que deu certo, inserido no Primeiro Mundo há pelo menos uma década e meia. No percurso percebeu o verde em reflorestamento consolidado, as aves dando verdadeiros rasantes no leito do rio, arremetendo em seguida, com peixes apavorados no bico. Margens plácidas de um rio que inacreditavelmente sofria com a poluição até os anos 2030. Eis que um vídeo educativo foi apresentado, mostrando o Tietê de quando o Brasil ainda era um país subdesenvolvido: Rio espumante e malcheiroso, sendo que o odor era sentido através da nova tecnologia de TV(s) interativas, onde o telespectador recebia um capacete de realidade virtual bastante fidedigno, como se estivesse realmente presente na cena exibida.
     Ao fim do vídeo, o alívio dos que queriam continuar contemplando as belezas de uma cidade progressista em harmonia com o meio ambiente. Ônibus e veículos híbridos passavam pela Marginal Tietê, em um trânsito intenso, mas organizado e seguro. Um grupo de sambistas denominados "Capetas da Neblina" cantava músicas de um outro grupo tradicional de samba do século anterior, enquanto a TV transmitia a final da Copa de 2070, no México. O Brasil vencia fácil a Itália por quatro a um, numa apresentação impecável. Triiiiii! - apitou o árbitro - Brasil Hexacampeão!
      Triiiii! Tocou o despertador do aparelho celular de Clarindo, que acordou de um sono bom, e ao mesmo tempo, decepcionante. Aos quarenta e cinco anos e desempregado, percebeu que só testemunhará a prosperidade do seu país quando for um octogenário, (isso se estiver vivo, até lá). Sentiu-se reconfortado ao saber que pelo menos seus filhos e netos viverão em um país melhor, ainda que isso ocorra em um futuro distante...

* O Eldoradense

15 de nov de 2017

Pensamentos do Eldoradense: "Sobre o significado das palavras..."




      "Não é motivo de constrangimento ler algo e desconhecer o significado de uma palavra. Constrangedor é ser provocado por elas e negligenciar a pesquisa, abrindo mão de despi-las, decifrá-las, desvendá-las..."

* O Eldoradense

14 de nov de 2017

Alfinetada: Itália não vai à Copa...



  "Quem tem boca pode até ir a Roma, mas quem não tem bola não vai à Rússia..."


* O Eldoradense

13 de nov de 2017

Poema: "Vida interiorana"



"Vida interiorana"

Lá na minha cidade,
O vaivém é mais lento;
Em baixa velocidade,
Aproveitando cada momento...

O Sol brilha em sorriso,
Sem cortinas de fumaça;
Iluminando um paraíso,
Devagar, a vida passa...

O bom dia é legítimo,
Com sorriso e fala mansa;
Esse é o nosso ritmo,
Sem qualquer desconfiança!

E na praça da igreja,
Senhores jogam baralho;
Descontraída peleja,
Testemunhada pelo orvalho...

As árvores dançam,
Em belíssimo movimento;
Parece que não se cansam,
Estimuladas pelo vento...

Vida boa, sem estresse,
Vida doce, feito cana;
 Tranquila, como prece...
Doce vida interiorana!

* O Eldoradense

12 de nov de 2017

Vídeo musical de hoje: "Que amor é esse?" - Zeca Baleiro & Alessandra Maestrini


"Que amor é esse?" - Zeca Baleiro & Alessandra Maestrini

Era um cinema
Era um sorvete só
Eu não

Queria comprar
Todo o shopping center, coração
Todo sábado
E todo domingo
A mesma deprê
Ver mesa redonda de futebol na tv

Você jura que me ama
Mas não me entende mais
Que amor é esse
Que rouba a nossa paz?

Diga o que você pensa
Diga o que quer dizer
Que amor é esse
Que tanto nos faz sofrer?

Você não me ouve
Só você que fala
Você não me ama
Você não se cala
Meu deus, que tormento
Eu já não aguento mais

(Eu não te aguento mais)

11 de nov de 2017

Alfinetada: O batedor de pênaltis do PT...



   "No PT o batedor de pênaltis já está decidido faz muito tempo. Porém, lá o problema é outro: corre-se o risco do juiz expulsar o cobrador antes de ele chegar na bola, ironicamente, aplicando-lhe um cartão vermelho..."


* O Eldoradense

10 de nov de 2017

Alfinetada: Quem vai bater o pênalti no PSDB?



   "O PSDB está tão confuso para decidir quem vai bater o pênalti, que na hora em que resolverem fazê-lo, a bola já murchou, o árbitro apitou o fim de jogo e os refletores se apagaram"

* O Eldoradense

9 de nov de 2017

Eu preferia acreditar que o vídeo de Waack tivesse sido editado!

  Você já deve ter assistido ao vídeo abaixo, que está viralizando na internet. Nele, o apresentador do "Jornal da Globo", Willian Waack, faz supostamente um infeliz comentário sobre um cidadão que buzinava seu carro, antes de uma inserção do âncora e de um entrevistado na cobertura das eleições norte-americanas. Caso ainda não tenha visto, assista, e caso já tenha visualizado, reveja:



   
   A qualidade do áudio não é lá das melhores, mas Waack, em um rompante de impaciência, teria atribuído a buzina inconveniente à "coisa de preto". Na sequência, o entrevistado dá uma risada de "Mutley", (o cachorro rabugento do desenho animado), supostamente tendo achado graça na "piada" de péssimo gosto.

   Com a apresentação do fatídico vídeo na internet  e consequentes visualizações em massa, foi inevitável uma atitude da TV Globo, que foi  mostrada no vídeo abaixo, anunciado pela jornalista Renata Lo Prete:



  É impressionante como um profissional de imprensa qualificado, que deveria ser teoricamente desprovido de alguns preconceitos toscos, comete um disparate inaceitável destes, mostrando a sua verdadeira face em poucos segundos. Inadmissível, e a fala não é aceita nem no contexto "brincadeira de mau gosto", ou em contexto algum. Há quem diga que o vídeo talvez pudesse ter sido editado. Eu adoraria, e até preferiria acreditar nisso. Há também quem diga que a emissora talvez tenha exagerado no imediatismo do afastamento, o que eu discordo: Não é de hoje que a Globo tenta disseminar campanhas de combate ao preconceito de quaisquer naturezas, e se a emissora demorasse em tomar uma atitude, poderia transparecer conivência com a "infelicidade" de Waack.

    É nestas horas que muitas facetas de um país historicamente marcado pela opressão aos mais pobres e às minorias mostra suas nuances preconceituosas mais cruéis: convivemos e teremos que conviver por algum tempo com o racismo, (seja velado ou escancarado); o preconceito social, a homofobia e o machismo. Em nome da decadência moral e ética da esquerda, grupos que se autodenominam de "direita" adotam discursos conservadores que proliferam estes conceitos abomináveis, usando como fachada os discursos de defesa da religião, da moral e dos "costumes adequados", (como se os seus costumes fossem adequados). E é neste solo inóspito e hostil que a candidatura de Bolsonaro vem ganhando força, tal qual Trump triunfou nos Estados Unidos...

* O Eldoradense

   
 

8 de nov de 2017

Poema: "Vulcão"

    Os versos abaixo foram feitos em contexto diferenciado, apenas motivados pela sugestão de um leitor anônimo que por uma ou duas vezes pediu uma postagem poética com o tema "Vulcão". Entendi a sugestão como uma espécie de desafio, e depois de algum tempo, eis que a inspiração brotou das profundezas da alma...


"Vulcão"

Das entranhas da Terra,
Emerge magma sulfuroso...
Seriam demônios em guerra?
Ou um planeta furioso?

Lava lavando a alma,
Vingança contra a ganância;
A natureza desprovida de calma,
Sem fagulha de tolerância...

Castigos em erupções,
 Nas suas cóleras geológicas;
Derramando superstições,
Derretendo teorias lógicas!

A planície banhada de ira,
Raiva de indomado cão;
A superfície transformada em pira...
No despertar do vulcão!

* O Eldoradense



7 de nov de 2017

Luciano Huck procurou Joaquim Barbosa para conversar sobre... Eleições 2018!!

   Acostumado a recuperar verdadeiras "latas velhas" em seu programa televisivo aos sábados, Luciano Huck parece mesmo seduzido pela ideia de concorrer ao Palácio do Planalto em 2018. Segundo a colunista Mônica Bérgmo, da Folha de São Paulo, o apresentador já estaria até articulando alguns nomes para o seu ministério, incluindo aí, o ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa. Seria Huck capacitado para exercer o cargo máximo desta nossa República em frangalhos? Conseguiria ele recuperar um país tão capenga quanto uma "lata velha"?  * Para visualizar a imagem abaixo em tamanho original, clique sobre a mesma.



* O Eldoradense

6 de nov de 2017

Livro: Guerra Civil



  Prosseguindo com a minha breve tendência de realizar leituras com conteúdo bastante fictício, finalizei ontem o livro "Guerra Civil", escrito por Stuart Moore, romance adaptado das Histórias em Quadrinhos da Marvel, e que não por acaso, também ganhou uma versão cinematográfica anos atrás.

   O "corpo" da história é o mesmo, tanto no cinema quanto no romance: Uma divisão interna entre os Vingadores, motivada pelo "Ato de registro", onde o governo americano elabora uma lei obrigando os cidadãos com poderes extra-humanos a realizarem um cadastro, sendo que quem quisesse exercer as atividades heroicas ficaria sob tutela governamental, participando de treinamentos, recebendo salário e sendo supervisionado oficialmente.

   Surpreendentemente, um dos heróis mais "caxias" do Universo Marvel, (O Capitão América); é contrário ao ato de Registro, liderando a chamada "Resistência", se opondo ao grupo liderado pelo Homem de Ferro, que se posiciona favoravelmente às interferências governamentais. Capitão América defende a liberdade e autonomia dos super-heróis, enquanto o Homem de Ferro acha que as ações supervisionadas diminuem os riscos aos civis.

   A partir daí a trama literária é tomada por batalhas violentas, onde a espionagem de ambos os lados se faz presente, e inclusive, a mudança das convicções quanto ao Ato de Registro.

    Diferente do filme, o livro conta com muito mais nuances, incluindo as participações de vários outros super-heróis do Universo Marvel: Quarteto Fantástico, Namor, Doutor Estranho, Justiceiro e Demolidor são apenas alguns exemplos.

      Por ser bem mais abrangente tanto no enredo quanto no número de personagens, achei o livro mais interessante que o filme, embora no cinema "Guerra Civil" também tenha feito muito sucesso.


* O Eldoradense

5 de nov de 2017

Vídeo musical internacional de hoje: "Massachusetts", com o Bee Gees


"Massachusetts" - Bee Gees

Sinto que estou voltando para Massachusetts
Algo me diz que preciso ir para casa
E as luzes todas se apagaram em Massachusetts
No dia em que a deixei ali por si só

Tentei ir de carona para São Francisco
Tenho que fazer as coisas que preciso
E as luzes todas se apagaram em Massachusetts
Elas me trouxeram de volta, para ver minha estrada com você

Conversar sobre a vida em Massachusetts
Falar sobre as pessoas que eu viCorrigir
E as luzes todas se apagaram em Massachusetts
E Massachusetts foi um lugar que eu vi

Eu me lembrarei de Massachusetts
Eu me lembrarei de Massachusetts
Eu me lembrarei de Massachusetts

4 de nov de 2017

Novembro azul: Um dedo de prosa...



   O título é irreverente exatamente porque o intuito da postagem é vencer os tabus quanto ao assunto: Câncer de próstata. Dentre os diferentes tipos de câncer, este é o segundo mais prevalente entre os homens, atrás apenas do câncer de pele. O que todo homem adulto - especialmente os que tem mais de quarenta e cinco anos - precisa saber é que se diagnosticado precocemente, a doença tem ótimas chances de cura.

    Os exames clínicos necessários para o diagnóstico passam inicialmente pela coleta de sangue e averiguação dos níveis de PSA, e complementarmente, o toque retal, realizado preferivelmente por um médico especializado, no caso, o urologista.

    Por motivos socioculturais e também pelo medo e constrangimento, muitos homens ainda resistem em fazer o exame clínico, o que é uma bobagem. Pensar que a masculinidade será maculada por conta de um exame médico é um equívoco perigoso, que pode inclusive custar a própria vida futuramente. Quanto ao suposto desconforto durante o exame, é inevitável fazer a comparação: as dores e os incômodos de um paciente acometido pelo câncer de próstata, são bem maiores.  E se formos colocar na balança o possível "constrangimento", lembremos que o médico que realiza o exame é qualificado, e que o procedimento faz parte de sua rotina profissional. Além disso, - pelo menos anualmente - o exame fará parte da rotina do paciente também!


  Portanto, se você é homem e se enquadra no grupo etário recomendado a fazer o exame, não hesite! Procure seu médico. E se você é mulher e tem filho, esposo ou companheiro inserido neste grupo, recomende-o a fazer o exame. As mulheres também possuem importante papel de conscientização, devido ao fato de cuidarem melhor da própria saúde do que nós, homens.

    É isso. Não há tabu, preconceito ou medo que deva prevalecer sobre saúde. Não custa "dar um toque" ou levar um dedo de prosa  para os esclarecimentos necessários...

* O Eldoradense

3 de nov de 2017

Nossas autoridades políticas são cínicas ou imbecis?

  


 A cada dia que passa, nossas autoridades políticas fazem questão de demonstrar a desfaçatez, o cinismo e a ironia sobre um povo sofrido e oprimido. A Ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, também desembargadora aposentada pelo Estado da Bahia, reclamou a imposição do teto salarial de quase  R$ 34 mil reais, (Constituição Federal); que por consequência, evita o acúmulo dos vencimentos pelas duas funções, que somariam aproximadamente R$ 61 mil reais.

  Em toda sua acidez e sarcasmo, ela fez uma analogia da limitação imposta pela Constituição ao trabalho escravo. Isso mesmo, trabalho escravo! Lamentável que a declaração tenha partido de uma mulher que venceu na vida ultrapassando os tabus de gênero e de etnia, desrespeitando, inclusive, a história dos escravos e a atual conjuntura de tantos trabalhadores assalariados que mal conseguem defender o próprio sustento. Lamentável, revoltante e porque não dizer... inadmissível!

    Luislinda Valois é filiada ao PSDB da Bahia, faz parte do Ministério dos Direitos Humanos do governo Michel Temer e foi indicada por Aécio Neves. 

* O Eldoradense
  

2 de nov de 2017

Thor: Ragnarok é simplesmente hilário!

Trailer oficial de Thor: Ragnarok


     Amigos leitores, estreou recentemente mais um filme do Universo Marvel. E que filme! Thor: Ragnarok fez jus às expectativas, e é, sem dúvidas, o melhor filme da trilogia do Deus do Trovão nos cinemas. Há quem talvez ache que nesta produção cinematográfica o humor tenha equivocadamente se sobressaído à ação, pois Thor é um personagem reconhecidamente sério, mas, sinceramente... isso tornou o filme muito mais interessante!

    Ressalto a irreverência dos diálogos, marcados pelo sarcasmo inteligente, tudo no tempo certo, lembrando em muito as histórias em quadrinhos. Não posso deixar de ressaltar as presenças marcantes dos personagens coadjuvantes Hulk, Loki e Valquíria, que, unindo-se ao "Deus do Trovão", lutam contra Hela, a Deusa da morte, com o intuito de evitar o Ragnarok, que nada mais é do que o "Apocalipse" do Planeta Asgard. 

    Recomendo que assistam ao filme em 3D, pois os efeitos especiais são incríveis.  Se o amigo leitor fizer uma pesquisa bacana, acha promoções bastante interessantes na sala de cinema do Park Shopping, em Presidente Prudente. Ontem, por exemplo, paguei R$ 7,50 pelo ingresso. Uma bagatela para quem é fã assumido do Universo Marvel e também assumidamente pão duro...

* O Eldoradense

1 de nov de 2017

Pedal hoje de manhã, em Caiuá!

   


    A manhã de hoje foi propícia para pedalar um pouco mais, rumando à vizinha Caiuá, na companhia do meu primo Ednaldo. Temperatura agradável, embora o vento tenha atrapalhado um pouco o desempenho, mas isso apenas "incrementa" o desafio. Acima, a foto na praça da cidade, durante a pausa para o descanso e um gole d´água, (porque ninguém é de ferro!).

* O Eldoradense    

31 de out de 2017

Pôr-do-Sol em Presidente Venceslau!

  Na caminhada de hoje à tarde, foi inevitável notar a beleza do pôr-do-sol na direção oeste do prolongamento da Avenida Carlos Platzeck. Muito bonito!




  Simplesmente um espetáculo da natureza, que reflete bem o privilégio que é morar em uma cidade interiorana, onde o horizonte sempre nos reserva uma deliciosa surpresa!

* O Eldoradense

Precisamos mesmo de Halloween?

   O mundo globalizado tem como uma das suas principais características a assimilação de traços de outras culturas, fenômeno que ocorre devido à velocidade e disseminação da informação através dos mais modernos meios de comunicação, influenciando tendências e ditando regras. Talvez seja um fenômeno irreversível, mas ao meu ver, um tanto quanto desagradável. Não sou simpático, por exemplo, aos festejos do "Halloween", algo importado dos norte-americanos, marcados pela forte presença da cultura celta em seu país.

    Mas convenhamos: Isso não tem nada a ver conosco! Não faz parte da nossa história, cujas influências são, a priori, lusitanas, africanas e indígenas. Se é para cultivar receio de lendas folclóricas, que tenhamos medo do Saci-Pererê, do Anhangá, do Curupira, da Mula-sem-Cabeça, e por aí vai. Esta abóbora ridícula não é nossa!!!  E como se não bastasse, para um povo que está aterrorizado com Temer, Lula, Dilma e Aécio, sinceramente... Precisamos mesmo de "Dia das Bruxas?". Precisa de "Dia das bruxas" um povo que está massacrado pela insegurança, pela fome, pela saúde e educação precárias, enquanto seus políticos se deliciam com as mais saborosas "gostosuras" aprontando tantas "travessuras"?   Na boa,  Halloween, ao meu ver, não foi, não é, e nunca será nosso. E tem mais: Em terra de "cabra macho", é assim que lidamos com o "Dia das Bruxas"...   * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma...


* O Eldoradense