22 de jun de 2017

Livro: "O semeador de algodão", de Inocêncio Erbella



"O semeador de algodão", de Inocêncio Erbella

  Grandes pintores estabelecem competente conexão com seu público de admiradores, mesmo nas artes abstratas, pois através da intensidade das cores e dos traços, deixam transparecer suas emoções de forna nítida e explícita, ainda que paradoxalmente, subjetiva. E o que são os escritores, se não grandes pintores da literatura expressando e transmitindo emoções através das palavras e narrativas? Pois é: se meu raciocínio faz algum sentido, Inocêncio Erbella, através da obra "O semeador de algodão", usou Presidente Venceslau como sua própria tela, e nela, personagens envolventes e cativantes desfilaram virtudes, falhas, erros e acertos de uma forma tão hipnótica que o leitor é praticamente "intimado" a devorar o livro no menor tempo possível.

   Em uma narrativa que transcende épocas, quem é "Venceslauense da gema" ou mesmo morador desta querida cidade há algum tempo, é guiado às principais vias da urbe pelas décadas de 60 e 70, imaginando o trânsito das charretes e as crianças brincando pelas ruas, quando o tráfego automobilístico ainda não oferecia maiores riscos.

    Não dá para evitar os paralelos dos personagens da ficção com alguns nomes que ajudaram na formação espacial e social de nossa comunidade, bem como não dá para não se comover com as autocríticas do prefeito "Ascêncio", analisando seus possíveis equívocos e abundantes acertos durante a vida pública. Nota-se que o prefeito foi e continua sendo  um homem de vanguarda, refletindo com bastante sensatez e coerência questões como o machismo, a homossexualidade, as injustiças sociais, e seu apego quase que obsessivo pela democracia e o sufrágio universal. Católico, destacou a importância da laicidade na vida pública, mesmo não abrindo mão dos valores cristãos no seu íntimo.

    Recheando e incrementando paralelamente a obra, destaco a saga heroica de um semeador de algodão, predestinado a conseguir seu próprio pedaço de terra às custas de suor e muito trabalho, e, adjacentes à trama, algumas outras subtramas que se encaixam tal qual perfeita engrenagem, conquistando os apaixonados pela boa leitura. Enfim: o livro é uma pintura literária capaz de levar o leitor a uma surpreendente viagem no tempo, e principalmente, promovendo reflexões relevantes sobre assuntos como hipocrisia e preconceitos. Concluo dizendo, na minha modesta opinião, que Presidente Venceslau foi genialmente desenhada em uma belíssima tela retrô, porém, de forma simultaneamente atual.

                                         * O Eldoradense 


21 de jun de 2017

Charge besteirol: Temer na Rússia...



   Sabem o que o Putin disse para o Temer sobre a armadilha do áudio gravado por Joesley Safadão? Cliquem na charge abaixo e descubram!


* O Eldoradense

20 de jun de 2017

As manchetes políticas de hoje e um desafio aos leitores...




   As manchetes abaixo são todas relacionadas à política, e são datadas no dia de hoje, no site Folha.com. Leiam:

    "Funaro acusa Temer e diz ter pago comissões a Moreira Franco e Gedel"

      "STF adia decisão sobre Aécio; irmã de tucano passa à prisão domiciliar"

    "França confirma condenação de Maluf por lavagem de dinheiro"

     "Real dono do tríplex era Lula, afirma Léo Pinheiro à justiça"

    Reparem: há uma desmoralização generalizada da classe política, envolvendo nomes das mais variadas correntes ideológicas e partidárias. Mas mediante tanta fartura de joio em meio a pouquíssimo trigo, lanço um desafio: Quem você, leitor, considera ainda um político de credibilidade? Eu começo a minha lista com alguns nomes, (você pode ou não concordar), e emitir sua lista nos comentários.

                               1) Marina Silva, (REDE)

   

2) Senador Álvaro Dias, (PV)


3) Cristóvam Buarque, (PPS)


4) Chico Alencar, (PSOL)


5) Eduardo Suplicy (PT)



  Eis a minha lista. Como eu disse, a discordância dos nomes acima citados podem figurar nos quesitos envolvendo competência e ideologia, tornando o debate subjetivo. Mas são nomes que passam despercebidos pelas manchetes políticas envolvendo corrupção. Convido o leitor a elaborar a própria lista, com o intuito de promovermos um "limpa" nas eleições 2018, ao menos no campo da ética e da moral.

* O Eldoradense  


18 de jun de 2017

Clipe de hoje: "Um rio sempre beija o mar" - Biquíni Cavadão


"Um rio sempre beija o mar"

Não foi por acaso
Nem foi planejado
Era pura intuição

Pedras no caminho
Naveguei sozinho, fui pelo meu coração
Me ajoelho pra você me desculpar
Mas não consigo me perdoar

Para seguir em frente
Sei que vou deixar
Alguma coisa para trás

Em águas, tantas vezes
Rasas ou profundas
A correnteza vai me levar
Um rio sempre beija o mar
Um rio sempre beija o mar

Não foi por acaso
Nem foi planejado
Era pura intuição

Pedras no caminho
Naveguei sozinho, fui pelo meu coração
Me ajoelho pra você me desculpar
Eu não consigo me perdoar

Para seguir em frente
Sei que vou deixar
Alguma coisa para trás

Em águas, tantas vezes
Rasas ou profundas
A correnteza vai me levar
Um rio sempre beija o mar
Um rio sempre beija o mar

Curvas e nascentes
Braços e afluentes
Nada pode me parar
Um rio sempre beija o mar

Em águas, tantas vezes
Rasas ou profundas
A correnteza vai me levar
Um rio sempre beija o mar
Um rio sempre beija o mar

Um rio sempre beija o mar
Um rio sempre beijar o mar

15 de jun de 2017

Memes com Super-Heróis: Wolverine quer pegar Aécio!




   Inconformado com as tentativas do governo PMDB/PSDB em obstruir os bons andamentos da  Lava Jato, o Procurador da operação Deltan Dallagnol foi taxativo em seu twitter: “O afastamento objetiva proteger a sociedade. Desobedecido, a solução é prender Aécio, conforme pediu o PGR Janot”.

  Decepcionado com o caráter do senador tucano, Wolverine, que tanto afiou suas unhas de adamantium contra os eleitores de Dilma nas últimas eleições, não deixou barato: Vai pegar Aécio, em nome da vingança! * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma.


* O Eldoradense

12 de jun de 2017

Livro: "Acima de tudo o amor"




    Encerrei ontem mais uma leitura de livro, e que leitura! Acima de tudo o amor é mais um relato pessoal do que exatamente uma obra literária, mas a narrativa é tão bela e comovente que emociona o leitor. Fala sobre a história do Hospital do Câncer de Barretos, projeto iniciado pelo médico Paulo Prata e atualmente tocado com muita garra e competência pelo seu filho, o fazendeiro Henrique Prata.

   Uma saga que envolve comprometimento, fé, gestão, luta, e como o próprio nome do livro diz, "Acima de tudo, o amor". Henrique prova que a medicina humanizada e de qualidade pode chegar também aos menos privilegiados, desde que exista inteligência, honestidade e arrojo. Sei que o objetivo principal da obra não é provocar este questionamento, mas é inevitável o leitor não fazê-lo após concluir a última página: "Será que o problema da saúde pública no Brasil é apenas a falta de recursos, ou também a má gestão deles?" 

   Adquiri o livro em uma Agência dos Correios, e este livro eu não apenas indico ou recomendo: Aconselho! Além de ensinar muita coisa sobre altruísmo, quem o adquire está colaborando com o ambicioso e belíssimo projeto do Hospital do Câncer de Barretos. Vale a pena, pois além da boa sensação de ter auxiliado uma causa nobre, o leitor percebe que ainda vale a pena acreditar no ser humano.

* O Eldoradense

11 de jun de 2017

Vídeo musical de hoje: "Um pro outro", com Lulu Santos!


"Um pro outro" - Lulu Santos

Foi bom te ver de novo aqui
A gente tinha mesmo tanta razão pra seguir
Fora o som dessa guitarra
A voz sempre rouca
E o coração na mão

Surpresa certa te encontrar
A tua onda pega bem mesmo em qualquer lugar
Até na esquina do pecado
O que for da vida não nos deterá

Nós somos feitos um pro outro
Pode crer
Por isso é que eu estou aqui
E não há lógica que faça desandar
O que o acaso decidir

Tanta certeza no olhar
Tamanha pressa de chegar a nenhum lugar
Só pra ter a sensação
De que a vida passa assim como um tufão

Nós somos feitos um pro outro
Pode crer
Por isso é que eu estou aqui
E não há lógica que faça desandar
O que o acaso decidir

8 de jun de 2017

Sobre a piada do "duplo impeachment"...


Dilma/Temer: Chapa vencedora, que corre sério risco de sofrer "duplo impeachment"

Aécio/Aloysio: Chapa que só não sofreu duplo impeachment porque conseguiu a façanha de ser derrotada por Dilma...



   Há uma piada, até engraçada, circulando na internet, principalmente nas redes sociais, dizendo assim: "O petista é tão (...) que em um único voto, poderá sofres dois impeachments". Ok, repito, a piada seria engraçada, (se o contexto político do país não fosse tão trágico); mas também não faz lá muito sentido se a mesma parte do eleitor de Aécio Neves no segundo turno. Explico: A chapa derrotada era composta por Aécio Neves e Aloysio Nunes, sendo por muitos chamada por "chapa puro sangue" devido ao fato da mesma ser composta por dois tucanos, ou peessedebistas.

   Agora, refresquemos a memória dos que espalham a piada: A chapa Dilma/Temer poderá ser cassada por abuso de poder econômico pelo TSE, por ter usado dinheiro de caixa 2 de empreiteiras visando ganhar as eleições. Dilma sofreu o impeachment por conta das tais "pedaladas fiscais", e Temer, pode cair por dois motivos: o próprio julgamento da chapa em si, além do áudio gravado por Joesley Batista, acusando-o de querer comprar o silêncio de Eduardo Cunha. Ponto. Sim, o eleitor de Dilma poderá talvez cometer a façanha do "duplo impeachment".

  Mas vamos lá: E se os vencedores fossem Aécio e Aloysio? Ambos foram tão citados quanto Dilma/Temer por relações escusas com empreiteiras, através do "caixa 2" financiando suas campanhas. Aécio foi pego em um áudio totalmente comprometedor negociando a contratação de um advogado para defendê-lo das investigações da Lava-Jato. Aloysio, por sua vez, também foi citado nas delações da Odebrecht. Levando-se isso em consideração, pergunto: Qual seria então, o fim justo para a chapa 2? A resposta é... um outro "duplo impeachment!" Então, meus amigos, não é só o eleitor da chapa vencedora que cometeu duplo erro nas urnas. Os eleitores da chapa vencida, também o fizeram...

* O Eldoradense

7 de jun de 2017

Segue o julgamento da chapa Dilma/Temer no TSE...



 
  Seguem os trabalhos no TSE julgando a legitimidade da chapa Dilma/Temer, vencedora das eleições majoritárias de 2014, sendo esta uma nova alternativa para que o atual presidente perca o seu mandato. Como o caixa dois foi uma prática corriqueira nas últimas eleições, não acho esta a forma mais correta de Temer perder o cargo. O ideal seria que o presidente sofresse o impeachment baseado no crime de prevaricação, motivado pelo encontro às escuras que ele teve com Joesley Batista, negociando o silêncio de Eduardo Cunha. Mas uma coisa é certa: este governo está tão sujeito à queda quanto um bêbado equilibrista...      * Para visualizar a charge em tamanho original, clique sobre a mesma.

* O Eldoradense




Pensamentos do Eldoradense: "Verdade e teimosia"




  "A verdade é como uma empresa cujo o teimoso irredutível se acha dono exclusivo. Já os teimosos mais flexíveis, até abrem mão da exclusividade, mas não da condição de principal acionista"

* O Eldoradense

6 de jun de 2017

Alfinetada: A estreita relação de Dória com a velocidade...



  Agora ficou mais fácil entender porque Dória, prefeito de São Paulo, quis aumentar o limite de velocidade nas marginais paulistanas: Ao que tudo indica, o homem gosta mesmo de "pisar fundo", pois foi noticiado na Folha de São Paulo que sua CNH está suspensa, acumulando multas inclusive nas próprias marginais.

  "Há quem diga que ele comemorou o triunfo nas eleições de Sampa com champanhe, bandeirada, Tema da Vitória e narração do Galvão Bueno..."

* O Eldoradense

5 de jun de 2017

Memes com Super-Heróis: Professor Xavier...




  E o Professor Xavier acompanhou as delações de Joesley Batista, onde o presidente Michel Temer ficou com seu mandato bastante comprometido. Preocupado com a situação no Brasil, o líder dos X-Man resolveu dar uma ajudazinha ao nosso país, tentando adentrar a mente do Presidente, repassando uma mensagem que ecoa de norte a sul do país...     * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma.

* O Eldoradense

4 de jun de 2017

Vídeo musical internacional de hoje: "Black", com a banda Pearl Jam



"Negro" - Pearl Jam

Panos de tela vazios
Camadas de argila intocadas
Estavam espalhados frente à mim, como um dia o corpo dela esteve
Todos os cinco horizontes giravam ao redor de sua alma
Como a terra ao redor do sol
E agora o ar que eu provei e respirei, foi revezado

E o que eu ensinei a ela foi tudo
Eu sei que ela me deu tudo que ela pôde

E agora minhas mãos cortadas tremem sob as nuvens. O que era tudo aquilo?
Todas as pinturas estão sendo lavadas em preto
Tatuando tudo

Eu dou um passeio lá fora
Eu estou cercado por algumas crianças brincando
Eu posso sentir suas risadas, então por que eu me entristeço?
E giram pensamentos em círculos ao redor da minha cabeça
Eu estou girando, oh, eu estou girando
Quão rápido o sol, pode afastar-se

E agora minhas mãos machucadas embalam vidros quebrados, O que era tudo aquilo?
Todas as imagens estão sendo lavadas em preto
Tatuando tudo...

Todo amor virou mal
Levando o meu mundo pro escuro
Tatuando tudo o que vejo
O que sou
O que serei

Eu sei que um dia você terá uma vida maravilhosa
Eu sei que você será como uma estrela
No céu de um outro alguém
Mas por que?
Por quê?
Por que não poderia?
Por que não poderia ser no meu?

1 de jun de 2017

Sobre a nota de repúdio da Polícia Militar à cena de "Malhação"...



   
  A Polícia Militar paulista divulgou uma nota de repúdio à uma cena que retratava uma má abordagem policial, em que o profissional de segurança fazia um procedimento equivocado, truculento e racista. Compreendo em partes a indignação dos militares, mas tenho uma opinião que difere à nota de repúdio. Segue abaixo:

 Tenho amigos da Polícia Militar, e trabalho também numa categoria profissional na área da segurança que em muitas vezes, é retratada de forma negativa em obras de ficção. Mas sinceramente, creio que esteja havendo uma supervalorização da cena. Explico: não vejo que isso venha induzir o telespectador a nada, apenas que a cena reflita um contexto pontual. Existem maus profissionais em todos os segmentos, e neste caso específico, foi feita uma crítica aos maus policiais, só isso. Os filmes “Tropa de Elite” 1 e 2, abordaram a temática da corrupção policial de forma mais enfática e abrangente, incluindo políticos e milícias na trama, e nem por isso, se fez tanta polêmica. Graciliano Ramos, em 1938, inseriu na obra literária “Vidas Secas” o “Soldado amarelo”, profissional corrupto e opressor, que perseguia o protagonista “Fabiano”, em plena ditadura Vargas. Normal, é ficção, e o leitor, espectador, supõe-se que tenha senso crítico e saiba separar o joio do trigo. O Estado Democrático de Direito garante a liberdade de criação/expressão, e desde que não exista calúnia ou difamação, cada um formula uma narrativa como bem entende, concorde ou discordem espectadores ou leitores. Se de repente a audiência de “Malhação” não estiver lá estas coisas, os autores da nota de repúdio acabaram de colocá-la em evidência…

* O Eldoradense

31 de mai de 2017

Pensamentos do Eldoradense: "Aprimoramento"




   "Sejamos humildes o suficiente para buscarmos apenas o aprimoramento, porque a perfeição não nos pertence..."


* O Eldoradense

30 de mai de 2017

Memes com Super-Heróis: Jiraya...





   E o pessoal lá na Coréia do Norte fez o terceiro teste com míssil em três semanas, deixando a galera do oriente com "o pé atrás", principalmente os japoneses e sul-coreanos. Não é à toa que o Jiraya revidou a ameaça nas redes sociais...   * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma.

* O Eldoradense

29 de mai de 2017

Memes com Super-Heróis: The Flash!




  Assisti ontem no programa Fantástico, da TV Globo, a matéria sobre a produção dos tais "memes". Achei interessante, e publicarei no blog memes envolvendo Super-Heróis relacionados às manchetes do nosso cotidiano. O primeiro retrata o esforço do "The Flash" para dar entrada no processo de aposentadoria antes que as regras sejam mudadas na Reforma da Previdência...    
* Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma.

* O Eldoradense

28 de mai de 2017

Vídeo musical de hoje: "Cachaça mecânica", com Erasmo Carlos


"Cachaça mecânica" - Erasmo Carlos

Vendeu seu terno
Seu relógio e sua alma,
E até o santo
Ele vendeu com muita fé
Comprou fiado
Prá fazer sua mortalha
Tomou um gole de cachaça
E deu no pé...

Mariazinha
Ainda viu João no mato
Matando um gato
Prá vestir seu tamborim
E aquela tarde
Já bem tarde, comentava
Lá vai um homem
Se acabar até o fim...

João bebeu
Toda cachaça da cidade
Bateu com força
Em todo bumbo que ele via
Gastou seu bolso
Mas sambou desesperado
Comeu confete
Serpentina
E a fantasia...

Levou um tombo
Bem no meio da avenida
Desconfiado
Que outro gole não bebia
Dormiu no tombo
E foi pisado pela escola
Morreu de samba
De cachaça e de folia...

Tanto ele investiu
Na brincadeira
Prá tudo, tudo
Se acabar na terça-feira...

Vendeu seu terno
E até o santo
Comprou fiado
Tomou um gole
João no mato
Matando um gato
Naquela tarde
Lá vai o homem...

João bebeu
Toda cachaça da cidade
Bateu com força
Em todo bumbo que ele via
Gastou seu bolso
Mas sambou desesperado
Comeu confete
Serpentina
E a fantasia...

Levou um tombo
Bem no meio da avenida
Desconfiado
Que outro gole não bebia
Dormiu no tombo
E foi pisado pela escola
Morreu de samba
De cachaça e de folia...

Tanto ele investiu
Na brincadeira
Prá tudo, tudo
Se acabar na terça-feira...

Prá tudo, tudo
Se acabar na terça-feira...

26 de mai de 2017

A Ética deveria ser nossa "Nova Mania"...



"Etiqueta e ética"


    Há alguns dias deveria ter escrito este texto, mas sinceramente, fui acometido por uma certa preguiça, contudo, por uma questão de honra e merecimento por parte da protagonista da história, resolvi fazê-lo hoje. Fala sobre ética, honestidade, cuja falta de tais valores estão em evidência no cotidiano brasileiro. Há quem diga que honestidade não seja adjetivo, é obrigação. Concordo, em partes: se estivéssemos na Noruega, Japão ou Suécia, talvez fosse assim, mas não. Estamos no Brasil, onde muitos querem levar vantagem em tudo, desde os pequenos gestos até às mais escusas falcatruas envolvendo dinheiro público. Mas vamos ao que interessa:

  Vinte e dois de maio, última segunda-feira. Fui até à casa do meu irmão à tarde, e como ele não estava lá, disse à minha cunhada que iria novamente, à noite. Voltei, como o prometido. Passamos uma noite agradável, onde brinquei muito com a minha sobrinha. Ela pintava minhas unhas do pé com tinta verde e pedia para que eu me transformasse no "Incrível Hulk". Posteriormente eu simulava a "metamorfose"  e corria atrás dela, que gritava, fingindo susto. Passamos um bom tempo neste ritual, que era marcado pelo corriqueiro pedido infantil: "Faz de novo...."

   Quando voltei para a casa, minha esposa ligou o celular, e no Facebook, viu uma postagem do meu irmão, falando do aniversário da minha sobrinha. Caramba, santa distração! Passei duas horas lá e nem me lembrei da data. Telefonei naquele dia mesmo, justificando o esquecimento e dizendo que compraria o presente da "Clarinha" no dia seguinte, e assim o fiz.

  A nova saga de compra de presentes para meninas envolveu repetição no repertório: além de muito distraído eu não sou criativo, e comprei novamente um carrinho cor-de-rosa. A melhor parte da experiência vem depois...

   Ao me dirigir ao caixa, a moça perguntou qual foi o valor do brinquedo, já que a etiqueta do preço estava rasgada. Eu disse, em nova demonstração de total distração, que o valor era "X". Ela embrulhou para presente e passou o cartão de crédito para efetuar a venda. Agradeci, e quando eu estava com a moto já em funcionamento, ela veio até minha direção, ofegante. Disse que desconfiou do valor que eu havia dito, e ao fazer a conferência do preço na gôndola dos brinquedos, constatou que o carrinho custava "X - 20". Voltou ao caixa e me devolveu vinte reais. Pode até soar como um gesto simples, que caracterize "obrigação", mas como eu disse, nos dias atuais, é qualidade, adjetivo nobre. Agradeci a moça e resolvi homenagear seu gesto. Por timidez, infelizmente não perguntei seu nome, e talvez ela nem saiba que foi motivo desta postagem, justificada não pelos vinte reais devolvidos, mas sim, pela atitude. 

   A falta da ETIQUETA adesiva no preço do carrinho teve como consequência uma singela demonstração de ÉTICA, que deveria se fazer "presente" em nossa rotina. Como não sei o nome da moça, fica como gesto de agradecimento a divulgação da loja na postagem, que é a "Nova Mania", situada em Presidente Venceslau, na Avenida Tiradentes, 726. E para finalizar, fica a sugestão: E se a honestidade se tornasse, de fato, a "Nova Mania" da nossa sociedade? Fica a dica...

* O Eldoradense


24 de mai de 2017

Reinaldo Azevedo: De ídolo de muitos ao pedido de demissão na Veja...




  Amigos leitores, a caricatura acima é do jornalista Reinaldo Azevedo, famoso pelos escritos nas colunas da Revista Veja e Folha de São Paulo. É muito provável que você o conheça, pois durante os governos petistas, Reinaldo ganhou notoriedade através das suas críticas contundentes à corrupção e à incompetência de Dilma e Lula. Até aí tudo bem, porque criticar Dilma e Lula mediante as lambanças ocorridas nos governos de ambos é tarefa fácil e justa, ainda que o referido jornalista parecia ser movido por uma paixão tucana em que só os candidatos do PSDB serviam à nossa tão sofrida República Brasileira. Mas vá lá, cada um pode ter suas paixões, convicções, ideologias, mesmo que se espere um mínimo de imparcialidade e profissionalismo de um jornalista.

    E mesmo que justas e merecidas fossem as críticas feitas por Reinaldo ao fenômeno conhecido por "Lulopetismo",  eu via no jornalista um sujeito excessivamente parcial, e que em muitos momentos, deixava transparecer uma imagem arrogante, como quem tudo soubesse, menosprezando opiniões contrárias às suas, usando inclusive termos ofensivos aos que dele discordassem. "Idiota", "acéfalo" e  "chucro"  eram só alguns dos exemplos de vocábulos usados por Reinaldo quando a argumentação não parecia ser tão convincente. Mas ok, cada um tem o seu "estilo", mesmo que questionável. E o jornalista aproveitou bastante os desdobramentos da Operação Lava Jato enquanto a mesma encurralava os políticos do PT. Tornou-se ainda mais ídolo, mais venerado, mesmo que muitos sequer não questionassem sua postura um tanto quanto "apaixonada", digamos assim.

   Mas aí a mais famosa Operação anti-corrupção da história Republicana do país começou a ganhar outros contornos: começaram a pipocar nomes tucanos nas delações dos esquemas ilícitos. Geraldo Alckmin, Aloysio Nunes e Aécio Neves não passaram batidos nas investigações. Reinaldo pouco ou nada falou a respeito.

    E aí, surpreendentemente, Michel Temer caiu numa "casinha de caboclo" armada pelo empresário Joesley Batista, como todo mundo mais ou menos informado já sabe. Aécio Neves foi pego em um áudio mais do que comprometedor, e sua imagem manchada tornou-se podre, sendo que até sua irmã, Andrea Neves foi presa. E o que fez o famoso jornalista? Escreveu artigos dizendo que Temer foi vítima de conspiração, e que a suspensão do mandato do Senador Aécio Neves era um "absurdo"! Foi aí que eu constatei: Reinaldo Azevedo é um cara articulado, de qualidade notória nos seus textos, mas infelizmente, destituído de bom senso. Argumentando em favor de Aécio e Temer, viajou pela área do direito, (que não domina); contestando decisões dos Procuradores Gerais da República e Ministros do STF. Patético!

    E para concluir toda esta história, a Procuradoria Geral da República divulgou áudios de conversas entre Reinaldo Azevedo e Andrea Neves, onde o jornalista disse que uma matéria publicada na Veja criticando Aécio teria sido "nojenta". Bastou a notícia vazar para que, obviamente, Reinaldo pedisse demissão da revista, que logicamente, foi aceita. Ele também pediu demissão da Rádio Jovem Pan, onde também trabalhava. A imprensa brasileira tem prestado serviços essenciais à nossa democracia, seja no papel de noticiar, bem como no papel de investigar. Mas existem alguns profissionais que se prestam ao papel de verdadeiros "lacaios", como se estivessem movidos por uma passionalidade prejudicial, ou na pior das hipóteses, usando o papel de formadores de opiniões patrocinadas. E assim como as máscaras de alguns políticos caem, a de alguns jornalistas também desabam. Com Reinaldo, não foi diferente...

* O Eldoradense
  

21 de mai de 2017

Vídeo musical de hoje: "Juvenília", com a banda RPM!


"Juvenília" - RPM

Sinto um imenso vazio e o Brasil
Que herda o costume servil
Não serviu para mim
Juventude
Aventura e medo
Desde cedo
Encerrado em grades de aço

E um pedaço do meu coração é teu
Destroçado com as mãos
Pelas mãos de Deus
E as imagens
Transmissões divinas 
E o cinismo
E o protestantismo europeu

Parte o primeiro avião
E eu não vou voltar
E quem vem para ficar
Para cuidar de ti
Terra linda
Sofre ainda a vinda de piratas
Mercenários sem direção

E eu até sei quem são
Sim eu sei
Você sempre faz confusão, diz que não
E vem, vem chorando
Vem pedir desculpas
Vem sangrando
Dividir a culpa entre nós



20 de mai de 2017

Alfinetada: "Placar da rodada"




   "Que me perdoem o Demolidor e o Punho de Ferro, mas de três dias para cá, o Placar da Rodada referente à minha audiência televisiva registrou: Jornal Nacional 10 x 0 Netflix..."

* O Eldoradense

19 de mai de 2017

Fotografia: "Simplicidade e sofisticação"





  "Se alguém lhe disser que simplicidade e sofisticação não podem andar de mãos dadas, experimente um dia beber caldo de cana em uma taça e comprove o contrário..."

* O Eldoradense