21 de mai de 2017

Vídeo musical de hoje: "Juvenília", com a banda RPM!


"Juvenília" - RPM

Sinto um imenso vazio e o Brasil
Que herda o costume servil
Não serviu para mim
Juventude
Aventura e medo
Desde cedo
Encerrado em grades de aço

E um pedaço do meu coração é teu
Destroçado com as mãos
Pelas mãos de Deus
E as imagens
Transmissões divinas 
E o cinismo
E o protestantismo europeu

Parte o primeiro avião
E eu não vou voltar
E quem vem para ficar
Para cuidar de ti
Terra linda
Sofre ainda a vinda de piratas
Mercenários sem direção

E eu até sei quem são
Sim eu sei
Você sempre faz confusão, diz que não
E vem, vem chorando
Vem pedir desculpas
Vem sangrando
Dividir a culpa entre nós



20 de mai de 2017

Alfinetada: "Placar da rodada"




   "Que me perdoem o Demolidor e o Punho de Ferro, mas de três dias para cá, o Placar da Rodada referente à minha audiência televisiva registrou: Jornal Nacional 10 x 0 Netflix..."

* O Eldoradense

19 de mai de 2017

Fotografia: "Simplicidade e sofisticação"





  "Se alguém lhe disser que simplicidade e sofisticação não podem andar de mãos dadas, experimente um dia beber caldo de cana em uma taça e comprove o contrário..."

* O Eldoradense



Poema: "Homem-raposa"


"Homem-raposa"

O Michel não teve noção,
De tão ingênuo que foi;
Protagonizou a delação,
Do dono da Friboi!

Justo o homem-raposa,
Que se julga experiente;
Sedutor da jovem esposa,
Algoz da ex-presidente...

Vitimado por uma gravação,
Áudio bomba, petardo...
A propina em ação,
Para calar o Eduardo!

Nem esquentou a cadeira,
Já se encontra vulnerável;
Até parece brincadeira,
Algo inacreditável!

                                                             Se fosse no meu caso,
Após grave denúncia;
Nem esperaria o prazo...
 Optava pela renúncia!

                         * O Eldoradense                                         

18 de mai de 2017

Alfinetada: "Safadões"

"Há uma semana, causou bastante alarde o anúncio do show de Wesley Safadão, na FAIVE, em Presidente Venceslau...



E agora, lá em Brasília, só se fala nos áudios da delação premiada de...


Joesley Safadão!

"Tô corrompendo todo mundo!
É presidente, governador, é prefeito...
noventa e nove por cento é vagabundo, ô ô!"

* O Eldoradense



17 de mai de 2017

E agora? Gritaremos "Fora Temer?"




   Imaginem-se torcendo para um time de qualquer esporte coletivo que está mandando muito mal no jogo. E aí, a torcida começa a gritar: "Tirem o número 13! Coloquem o 15!". O técnico, então, acreditando que "a voz do povo seja a voz de Deus", atende o pedido da galera, e... "o tal de 15 não acrescentou em nada", sendo que o time continua de mal a pior. A analogia pode não ser das mais elaboradas, mas é no mínimo, didática.

   Vazou hoje em delação dos donos da JBS, Joesley e Wesley Batista, que o nosso digníssimo presidente deu o aval para que fosse paga uma quantia generosa e regular ao nobre ex-deputado Eduardo Cunha para que o mesmo se mantivesse em silêncio na cadeia, com o objetivo de atrapalhar o andamento das investigações da Operação Lava Jato. Em contrapartida, Temer teria indicado um deputado que defenderia os interesses da JBS na Câmara.

    Pois é: o governo Temer nem bem começou e já está atolado em uma crise política sem precedentes, marcado pela diminuição brusca da popularidade, impulsionada pelas reformas trabalhista e previdenciária. Se Dilma mereceu o impeachment, é fato que os áudios vazados pelos delatores da JBS também sejam provas bastante concretas para que Temer saia do Palácio do Planalto pela mesma porta que a ex-presidente saiu.

   Ah! sobre a analogia em questão, alguém pode sugerir: "não deveríamos ter escalado nem o 13, nem o 15. Quem merecia ser o capitão do time era o 45!". Só para concluir, Aécio Neves foi também citado na delação, pedindo ao dono da JBS, a bagatela de R$ 2 milhões para a contratação de um ótimo advogado criminal com o objetivo de defendê-lo das delações das investigações da Lava Jato. Portanto, meus amigos, o "tal de 45" também não era a solução mágica para os nossos problemas. Impeachment de Temer? Novas eleições diretas? Aguardemos as cenas dos próximos capítulos deste dramalhão medonho que se tornou os bastidores da política brasileira...            * Para visualizar a imagem em tamanho original, clique sobre a mesma

* O Eldoradense  

   

14 de mai de 2017

Vídeo musical de hoje: "A lista", com Oswaldo Montenegro!


"A lista" - Oswaldo Montenegro

Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais

Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...

Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria
Quantos amigos você jogou fora?

Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber?

Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?

Quantas canções que você não cantava
Hoje assovia pra sobreviver?
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?

11 de mai de 2017

Alfinetada: "Morosidade"




   Se Sérgio Moro continuar a interrogar Lula com aquela "morosidade", o "Sr ex-presidente", no ano que vem, se tornará, novamente, "presidente".

* O Eldoradense

7 de mai de 2017

Música internacional de hoje: "Walk of life", com a banda Dire Straits!


"O andar da vida"

Aqui vem Johnny cantando Oldies, Goldies
Be-bop-l-lula, querida, é o que digo
Aqui vem Johnny cantando I Gotta Woman
No metrô, tentando conseguir um trocado

Ele tem a ação, ele tem o movimento
Sim, o garoto pode tocar
Dedicação, devoção
Tornando todas as noites em dias

Ele toca a música sobre uma doce amada mulher
Ele toca a música sobre a faca
E ele faz o andar, ele faz o andar da vida
Sim, ele faz o andar da vida

Aqui vem Johnny e ele irá te contar a história
Me alcance meus sapatos ambulantes
Aqui vem Johnny com o poder e a glória
Backbeat, o Blues falante

Ele tem a ação, ele tem o movimento
Sim, o garoto pode tocar
Dedicação, devoção
Tornando todas as noites em dias

Ele toca a música sobre uma doce amada mulher
Ele toca a música sobre a faca
E ele faz o andar, ele faz o andar da vida
Sim, ele faz o andar da vida

Aqui vem Johnny cantando Oldies, Goldies
Be-bop-l-lula, querida, é o que digo
Aqui vem Johnny cantando "I Gotta Woman"
No metrô, tentando conseguir um trocado

Ele tem a ação, ele tem o movimento
Sim, o garoto pode tocar
Dedicação, devoção
Tornando todas as noites em dias

E depois de toda a violência e discussão
Há apenas uma canção em todo problema e conflito
Você faz o andar, você faz o andar da vida.
Hum, você faz o andar da vida

6 de mai de 2017

Entendam o atual quadro político do Brasil de forma descontraída com Gregório Duvivier!

  Como eu já escrevi algumas vezes no Blog, assistir ou acompanhar o noticiário político no Brasil está se tornando uma atividade cada vez mais difícil. Mas ainda tem como o sujeito não ficar alienado e entender o atual contexto de forma descontraída. Com vocês, um trecho do programa "Greg News", do canal HBO, apresentado pelo ótimo humorista "Gregório Duvivier":



* O Eldoradense

4 de mai de 2017

Alfinetada: Temer será sempre lembrado...




  "Michel Temer disse que no futuro seu governo será para sempre lembrado como o governo que promoveu as reformas. Sim, seu governo será lembrado principalmente por aqueles que trabalharão até os 65 anos para conseguir uma aposentadoria integral. Será esquecido apenas por aqueles que se aposentarem por invalidez, vitimados por Alzheimer!

* O Eldoradense


2 de mai de 2017

Paradoxo: O impeachment de Dilma está beneficiando Lula!




  A votação do impeachment de Dilma Roussef na Câmara dos Deputados ocorreu em 17/07/16. Portanto,  faz quase um ano que Michel Temer assumiu a presidência, e ele já está acumulando uma rejeição de nada mais nada menos que 61%! Não é pouca coisa. Assim como não é pouca coisa os mais de treze milhões de desempregados em nosso país. Justiça seja feita, e para que não me acusem de estar fazendo apologia ao PT, a maior parte da culpa destes números se devem à corrupção, ao desrespeito com as contas públicas e a ingerência do governo petista. Este é um ponto. O outro ponto é que o governo Temer não mostrou a que veio, e isto é comprovado nos seus atuais e expressivos índices de reprovação e desemprego. Afinal, se é impossível a diminuição do desemprego em pouco mais de um ano, será que já não teria dado para "estancar a sangria?"

   Lembram-se de quando o povo brasileiro manifestou-se contra Dilma, e um dos slogans dos protestos era "não vamos pagar o pato?" Pois é: não estamos pagando só o pato, mas sim marrecos, gansos e outras aves similares! As tais reformas trabalhista e previdenciária são a prova viva do quanto o trabalhador está sim pagando pelas ingerências da classe política. E aí, cadê as panelas? Não merecem ser batidas novamente? Sim, se elas soaram com justiça no processo de impeachment, o silêncio que agora é feito pela população é ensurdecedor! Será que mais uma vez fomos manipulados? E eu que havia acreditado que as manifestações tinham sido espontâneas...

   Outro ponto: o dissimulado do Lula, no auge dos protestos havia dito que se a intenção era matar a "jararaca", - numa analogia entre a serpente e si mesmo - o tiro havia saído pela culatra, pois ele estaria mais vivo que nunca. Pois é, parecia presunção, não? Não era. As mais recentes pesquisas eleitorais mostraram que se o barbudo não for preso até as eleições 2018; - sim, esqueçam as antecipações das eleições presidenciais, se elas acontecerem, aí que o Lula ganha mesmo! - mostraram o petista bem à frente dos demais possíveis candidatos ao Palácio do Planalto. A explicação para o "fenômeno"? É simples: Com a pulverização de lama tóxica das delações da Odebrecht direcionada para vários políticos, Lula acabou se beneficiando. Não escaparam nem mesmo o ex-Salvador da Pátria Aécio Neves, nem o "santo" Geraldo Alckmin. Por outro lado, se desgraça pouca é bobagem, a versão tupiniquim de Donald Trump, (também conhecido como Bolsonaro); encontra-se em segundo lugar, na mesma pesquisa. O alento é que Marina Silva também está na segunda colocação, vencendo Lula em um hipotético segundo turno.

   Concluindo, se não enclausurarem a tal "jararaca" até outubro de 2018, preparem-se: é bem possível ela dê um "terceiro bote"...

* O Eldoradense   

30 de abr de 2017

Vídeo musical de hoje: "Supernova", com o Skank!


"Supernova" - Skank

É nítido, direto e inquietante
Eu diria totalmente extravagante
Nosso amor é agressivo no seu ímpeto lascivo
De amizade escarnada no desejo

Não tem calma o forte sim da tua presença
Fecundando minha mente e o fundo desse poço
Onde me jogo simplesmente por esporte boêmio
Mas é tão sério e maluco tá por um fio de tensão

Nosso amor é agressivo no seu ímpeto lascivo
De amizade escarnada no desejo
Obtém aquele máximo poder de um casal
Que é só mesmo destino de um pro outro

No universo das paixões 
Amor assim é supernova
Certeiro na veia da carne 
Da alma, na carne d'alma

28 de abr de 2017

Será que a Petrobrás "Livre está?"

      Enaltecendo mais uma vez as campanhas publicitárias "Made In Brazil", segue abaixo mais um comercial fazendo sucesso nos intervalos da TV:
  A Petrobrás pode estar numa verdadeira draga financeira, e talvez ainda não esteja livre das falcatruas que tanto prejudicam a estatal petrolífera brasileira. Mas esta propaganda em que uma família de nipo-brasileiros canta o tema do filme "Frozen" ficou muito engraçada. Será que a Petrobrás "Livre está?" 


27 de abr de 2017

Poema: "Caixa dois"


"Caixa dois"

O engravatado na espreita,
Inventando uma obra...
Subornando uma empreita,
Para ver quanto sobra...

A empreiteira, na surdina,
Dá sua premiação;
Pagando a propina...
Vencendo a licitação...

Estádios superfaturados,
Metrô sem estação...
Projetos inacabados,
Um rio em transposição!

Fluminenses e paulistas,
Embarcariam num trem-bala...
Que sumiu sem deixar pistas...
Dele, ninguém mais fala!

Nas profundezas do mar
Estaria a salvação;
Petróleo a jorrar...
Financiando a educação!

Mas faliram a Estatal,
Jazida? Aqui jaz...
Esqueçam o pré-sal,
Lá se foi a Petrobrás!

E que se dane a nação,
Que fique para depois...
O que importa é a comissão,
O maldito caixa-dois!

* O Eldoradense


25 de abr de 2017

Dória e a velocidade nas marginais...


Nas imagens acima, João Dória e o compromisso de campanha de aumentar a velocidade nas Marginais Paulistanas




  Saiu hoje em manchete do G1: Acidentes  aumentaram em 67% nas marginais paulistanas no primeiro trimestre em relação ao mesmo período de 2016. Amigo leitor, são números expressivos, provavelmente ocasionados por aqueles "compromissos de campanha" assumidos pelo agora prefeito de São Paulo, João Dória, quando ainda era candidato: o de aumentar o limite de velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros, na capital paulista. 

  Ao ser indagado sobre a possibilidade real do aumento no número de acidentes nas respectivas vias, Dória respondeu que a medida seria perfeitamente viável, e que seria adotada embasada em estudos técnicos. Das duas uma: ou não houve estudo algum, ou então, quem fez os estudos é incompetente. Não seria preciso ser nenhum Engenheiro de Tráfego para prever o que está ocorrendo agora. O brasileiro dirige mal, tem péssima educação no trânsito, e se puder acelerar, vai mesmo "sentar o pé" no terceiro pedal.

  Outra "lambança" do atual prefeito de São Paulo vai ser a mudança do status de algumas "ciclofaixas" para "ciclorrotas". O que na prática, isso significa? Significa que as faixas que antes eram exclusivas para as bikes, não mais serão, ainda que os ciclistas tenham prioridade em tais espaços. Mas convenhamos: o trânsito de São Paulo é uma selva, e para variar, está prevalecendo novamente a lei do mais forte.

   Sabe-se que a questão da mobilidade urbana da principal Metrópole Brasileira envolve muito mais do que o antigo erro de beneficiar condutores de automóveis. É preciso integrar as malhas de transportes coletivos, bem como prestigiar meios de transporte ecologicamente corretos. Dória insiste em andar na "contra-mão" destas tendências, e provavelmente, a integridade física de muitos sofrerá com tais medidas. As primeiras estatísticas já deram o recado...

* O Eldoradense

23 de abr de 2017

Vídeo musical de hoje: "Lance de dados" - Engenheiros do Hawaii


"Lance de dados" - Engenheiros do Hawaii

Daqui não tem mais volta, pra frente é sem saber
Pequenos paraísos e riscos a correr

Os deuses jogam pôquer
E bebem no saloon ,doses generosas de BR 101

Tá escrito há 6.000 anos em parachoques de caminhão
Atalhos perigosos feito frases feitas
Os deuses dão as cartas... o resto é com você

No fundo tudo é ritmo
A dança foge do salão
Invade a autoestrada do átomo ao caminhão
O fim é puro ritmo
O último suspiro é purificação
Os deuses dão as costas... agora é só você!

Série da Netflix "Punho de Ferro" surpreendeu!

Lado a lado: O "Punho de Ferro" da Netflix e o dos gibis...


   Comecei a assistir à série da Netflix "Punho de Ferro" com alguma desconfiança, já que sempre considerei este herói do "segundo escalão" do Universo Marvel, ao lado de outros personagens como Dr Estranho e Luke Cage, por exemplo. O que vem surpreendendo é que a indústria do entretenimento, através das séries e filmes têm dado a estes personagens "emergentes" a mesma atenção que X-Man, Os Vingadores, Homem de Ferro e Homem Aranha sempre mereceram, fazendo com que o leitor/espectador passe a prestar mais atenção em suas histórias.

  Punho de Ferro é na verdade uma condição atingida por Daniel Rand, que sofreu um acidente de avião no Himalaia, acarretando a morte de seus pais. Dado como morto, Daniel retorna quinze anos depois, assumindo a herança da empresa em que o pai era sócio majoritário. Logicamente Daniel enfrenta a desconfiança do casal de filhos do outro sócio, e a partir daí, inicia-se uma trama bastante interessante. Nestes quinze anos, Daniel foi treinado em um monastério nas montanhas de Kunlun, onde, além de se tornar exímio lutador de artes marciais, herdou também a condição mística do "Punho de Ferro". O herói, além de enfrentar a hostilidade inicial dos sócios das empresas Rand, enfrentará também um oponente bem mais poderoso e perigoso: O Tentáculo, grupo de ninjas assassinos que atuam em negócios ilícitos no submundo de Nova-Iorque. Série inicialmente intrigante, que vai ganhando doses de aventura ao longo da trama. Para quem aprecia o mundo dos super-heróis, é um prato cheio...


* O Eldoradense

21 de abr de 2017

Tiradentes: o herói que foi vítima da "delação premiada!

Joaquim Silvério dos Reis: o delator que traiu a Inconfidência Mineira em troca do perdão das dívidas com a Coroa...



 Vocês sabem quem é este indivíduo com esta fisionomia "simpática" da foto acima? Trata-se de Joaquim Silvério dos Reis, o sujeito que traiu a Inconfidência Mineira, movimento revolucionário que tinha como objetivo a Independência do Brasil, visando colocar fim à relação de subordinação que a Metrópole, (Portugal); exercia sobre a sua pobre e explorada colônia.

   Silvério era Comandante Coronel do Regimento de Cavalaria Auxiliar de Borda do Campo, (grande coisa!); além de contratador de entradas e proprietário de fazendas e minas. Pois é, mas nem com todo este acúmulo de funções o sujeito conseguiu fazer grana, tamanha era a cobrança dos impostos da Coroa Portuguesa. Silvério devia pra caramba, e se na época existisse SPC ou SERASA, com certeza seu nome estaria lá.

   Vivendo nesta pindaíba, Silvério foi convidado a participar da Inconfidência Mineira, movimento liderado pelo mártir Tiradentes, que além de lutar pela Independência do Brasil, nos deu este feriado gostoso de sexta-feira. Mas Silvério traiu a Inconfidência Mineira e Tiradentes em troca do perdão das dívidas com a Coroa, e o fim desta história todo mundo sabe. Silvério saiu da forca financeira em que se encontrava para colocar seus companheiros na forca real, ou Real, já que a forca era de verdade e pertencia ao regime monárquico.

   Assim como aquele cabra que foi coadjuvante do feriado de sexta-feira passada, Silvério foi um tremendo de um traíra, Tiradentes foi para o enforcamento, tal qual Judas levou Jesus para a cruz. Enfim, desde o Brasil Império já existia "delação premiada" no em nosso país. A diferença é que naquela delação foram desmascarados heróis que lutavam pelo bem da nação, e nas delações atuais, vilões delatam vilões. 


* O Eldoradense

     

20 de abr de 2017

Comentário: "Odebrecht & Oscorp"

"Oscorp", indústria fictícia do Universo Marvel que tem como principal acionista Norman Osborn




"Odebrecht", construtora brasileira que atua em vários segmentos, que teve como fundador Norberto Odebrecht




O famoso vilão do Universo Marvel conhecido como "Duende Verde"



   Viajar um pouco na maionese para atenuar o sofrimento do mundo real às vezes é necessário, pois encarar todo este mar de notícias ruins envolvendo a corrupção em nosso país não está nada fácil. Assistir ao telejornal ou ler as manchetes dos principais sites informativos da internet tem sido uma tarefa complicada, causadora de revoltas, indignação e em casos mais graves, náuseas.

  E é por isso que resolvi fazer esta postagem, que talvez só os amantes do Universo Marvel, através dos gibis e filmes do Homem-Aranha irão entender: Alguém já notou as semelhanças entre as "Indústrias Osborn" e a construtora brasileira "Odebrecht"?

   É sério, pode parecer maluquice, mas quando eu comecei a ter ideia da dimensão do poder da Odebrecht, veio em minha mente as "Indústrias Osborn", mais conhecida atualmente como "Oscorp". Ambas empresas, (uma no mundo fictício e outra no mundo real); possuem grande capital financeiro, atuando cada qual ao seu estilo, no submundo do crime.  

    A "Oscorp" teve como principal acionista "Norman Osborn", empresário inescrupuloso que assumiu em vários momentos o papel de filantropo, homenageado rotineiramente pela sociedade nova-iorquina, mas que na prática, foi o vilão Duende Verde, responsável por muitos crimes, negócios escusos e é claro, também responsável por infernizar a vida do "Homem-Aranha". No filme do super-herói aracnídeo, "Norman Osborn" foi morto acidentalmente em uma luta contra o "Homem-Aranha", mas reaparece no subconsciente do seu filho, "Harry Osborn".  Norman insistiu para para que o jovem desse continuidade ao legado do "Duende Verde", prosseguindo portanto, com a vilania e as atuações criminosas. Harry, depois de muitos conflitos internos, deu continuidade ao legado.

   Na nossa vida real, a construtora Odebrecht foi fundada por Norberto Odebrecht, empresário pernambucano falecido em 2014, mas que corrompia autoridades políticas brasileiras desde a década de 80, segundo as delações premiadas da Operação Lava-Jato. Com o falecimento do empresário, assumiu o controle da construtora o seu filho, Marcelo Odebrecht, que obviamente, deu continuidade às atividades ilícitas envolvendo a empresa e os nossos "digníssimos" políticos. Não seria exagero dizer que pai e filho encarnaram uma versão tupiniquim do "Duende Verde": O "Duende Verde-Amarelo"!

   Reparem que até as iniciais dos nomes das empresas (a letra O), bem como as iniciais dos seus fundadores, (Norberto Odebrecht e Normam Osborn) coincidem, por incrível que pareça!

   A diferença? A diferença é que no mundo fictício, o bem sempre vence o mal, e infelizmente, no mundo real, os vilões têm levado a melhor. Mas quem sabe o juiz Sérgio Moro não seja o nosso "Homem-Aranha?"

* O Eldoradense   


19 de abr de 2017

Alfinetada: "Kim Jong-un"




  " Admito que fiquei pensativo em entender por qual motivo Kim Jong-un tem feito tantas provocações ao não menos maluco Donald Trump e cheguei à uma conclusão: o ditador norte-coreano deve estar participando do jogo da baleia azul e almeja cumprir a 50ª tarefa!"

* O Eldoradense

16 de abr de 2017

Vídeo musical de hoje: "Rio e canoa", com Fábio Júnior!


"Rio e canoa" - Fábio Júnior

Mentir fingir pra mim só é será possível 
Sob holofotes num cenário como ator 
E pra você mentir, fingir é impossível 
É construir a sombra onde há luz de amor 

Eu acredito e sempre acreditei na vida 
De uma maneira muito forte, muito intensa 
É que é difícil a gente ouvir do nosso próprio coração 
Que ele só pulsa, bate chora mas não pensa 

Estou tentando resolver esse problema 
Onde uma cena cresce mais que seu ator 
Se estava escrito que haveria outra pessoa 
Rio e canoa sabem mais que o pescador 

A vida sempre pega a gente numa curva 
É feito chuva em plena tarde de verão 
Dependerá de nós as cores, tons, matizes 
Pr'esse arco-íris transformar o coração 

Estou tentando resolver esse problema 
Onde uma cena cresce mais que seu ator 
Se estava escrito que haveria outra pessoa 
Rio e canoa sabem mais que o pescador

15 de abr de 2017

Comentando sobre manchete da Folha: "Campanha de Marina à Presidência recebeu R$ 1,25 mi da Odebrecht"...



  Li a reportagem na íntegra no site da Folha, e é preciso salientar que a manchete dá a entender uma coisa, e o teor dela, outra. A princípio, o leitor subentende que a candidata Marina Silva recebeu também propina da Odebrecht proveniente de “Caixa 2”, o que segundo a própria delação, não ocorreu. Transcrevo abaixo o trecho da própria reportagem que diz isso:
“Alencar contou que, após as conversas, a empreiteira acertou doação de R$ 1,25 milhão à campanha, EM RECURSOS DECLARADOS À JUSTIÇA”
Em outro trecho da reportagem, o delator deixa claro que houve uma conversa sobre “VALORES CULTURAIS, NÃO FINANCEIROS”, e que não houve anúncio de contrapartida para a doação, caso a então candidata Marina Silva ganhasse as eleições presidenciais. Subentende-se que os tais “valores culturais” sejam os princípios de ética, moralidade ou conceitos similares. Transcrevo um outro trecho da reportagem ou da delação que deixa isso claro:
“A partir daí, houve uma conversa de Marcelo com ela, onde foram colocados posicionamentos e valores, – VALORES CULTURAIS, NÃO MONETÁRIOS – e estratégias ”
  Em um terceiro trecho, a reportagem deixa claro as diferenças entre os tipos e as cifras das doações da Odebrecht para as campanhas de Dilma e Marina, respectivamente, explicando que MARINA NÃO É INVESTIGADA NA LAVA JATO. Transcrevo este terceiro trecho:
Em 2014, o executivo teve “atuação bem específica nas doações para as candidaturas da Presidência da República para as duas candidatas”, Marina Silva e Dilma Roussef (PT). MARINA NÃO É INVESTIGADA NA LAVA JATO. DILMA É ALVO DE INQUÉRITO EM PRIMEIRA INSTÂNCIA.
  Portanto, a manchete da FOLHA – veículo de informação do qual também sou leitor assíduo devido à sua credibilidade – ; traz uma manchete real, pois Marina, de fato, recebeu R$ 1,25 mi da Odebrecht. O problema é que imediatamente após tantas manchetes de doações através de “Caixa 2”, o leitor é induzido automaticamente a achar que esta doação também foi feita de forma ilícita, o que segundo os teores da reportagem e da delação, não ocorreu.
   É preciso deixar claro que na atual conjuntura, não dá para o leitor/eleitor “colocar as mãos no fogo” por político algum, mas que até agora, a ex-candidata Marina Silva não foi delatada nem denunciada por envolvimento em transições ilegais, (tanto é que ela não é investigada na LAVA JATO, nem seu nome consta na LISTA DE FACHIN). Pode até ser que em futuras delações de outras empreiteiras, seu nome seja maculado, mas é fato que até agora, isso não ocorreu. Caso ocorra, logicamente a ex-candidata perderia minha admiração, e por consequência, meu voto. Aguardemos com atenção os desdobramentos das futuras investigações.
Ass: O Eldoradense