29 de nov de 2016

Muita tristeza: Não há muito o que falar sobre o acidente com o avião da Chapecoense...



  Há uma semana, num bate papo com um amigo, comentávamos sobre o sucesso da Chapecoense. Em cinco anos, o clube subiu da série D do futebol brasileiro para a série A, sendo que há quatro se mantém na primeira divisão. A "Chape" como é popularmente conhecida, tem como cúmplice do seu sucesso a riqueza do Oeste Catarinense, região marcada pela prosperidade da suinocultura. Com planejamento e organização, o clube fundado em 1973 havia chegado à sua primeira final de uma competição internacional, (A Copa Sul-Americana), diante do Atlético Nacional, da Colômbia.

  Mas infelizmente, uma tragédia interrompeu vários sonhos e ceifou as vidas de jogadores, jornalistas, tripulantes e comissão técnica no voo que os levava para Medellín. A maioria dos que festejavam a classificação inédita para uma final internacional calou-se por conta da queda de um avião, consternando os que acompanham, chocados, o noticiário. Solidários, os jogadores do Atlético Nacional pediram para que a Confederação Sul-Americana de Futebol entregue o título ao clube brasileiro.  Gesto nobre, digno e que possui a grandeza da mensagem do esportiva. Foi uma tragédia ocorrida de forma brusca que interrompe a ascensão meteórica de um clube organizado e promissor, que precisará de muita força para superar o ocorrido. Tristeza, muita tristeza. Não há muito mais o que falar...

* O Eldoradense

27 de nov de 2016

Poema: "O julgamento de Fidel"


"O julgamento de Fidel"

Com as barbas de molho,
Lá vem o Fidel;
A dúvida no olho,
Inferno ou céu?

O advogado de defesa,
O chama de revolucionário;
O promotor, com braveza,
De ditador sanguinário!

O juiz se abana,
Calor no tribunal;
Chororô em Havana,
Miami em carnaval!

Testemunhas comunistas,
Imploram absolvição;
Acusadores capitalistas,
Clamam condenação!

Julgamento extenso,
A platéia está tensa;
Em um discurso imenso,
Foi dada a sentença...

O martelo sem foice,
Bateu contraditório;
E Fidel "foi-se"...
Direto ao purgatório!

* O Eldoradense

25 de nov de 2016

O título do artigo escrito por Fernanda Torres já diz tudo...



   Sou fã de Fernanda Torres desde a época em que ela atuava em "Os Normais", juntamente com o não menos talentoso Luiz Fernando Guimarães. Também pudera: A série humorística era escrita por Fernanda Youg, e três "Fernandos" juntos só poderiam mesmo esbanjar genialidade. Mas voltando à brilhante atriz, a mesma escreveu um artigo para a Folha de São Paulo cujo título, por si só, dispensa a leitura do texto:


  "Para prosperar na política, é preciso erradicar de si qualquer moralidade"

   É triste, mas é verdade. Fernanda Torres, como sempre, genial!


* O Eldoradense


21 de nov de 2016

Poema: "A lenda da estrela"


"A lenda da estrela"

Quando a vida se encerra,
Há de nascer uma estrela;
E daqui, da Terra...
Será possível vê-la!

Brilhando discreta,
Em alguma constelação;
Eis a prova concreta,
De que há ressurreição!

Um corpo submerso,
Sob os limites do chão;
Elevando-se ao universo,
Ganhando a imensidão!

Transmitindo a mensagem,
De que temos melhor sorte;
E que nesta viagem,
Nós driblamos a morte!

* O Eldoradense

20 de nov de 2016

Vídeo musical de hoje: "Al Capone', com o CPM 22


Al Capone - CPM 22

Hei, Al Capone, vê se te emenda 
Já sabem do teu furo, nego 
No imposto de renda 

Hei, Al Capone, vê se te orienta 
Assim desta maneira, nego 
Chicago não aguenta

Hei, Júlio César, vê se não vai ao senado 
Já sabem do teu plano para controlar o Estado 
Hei, Lampião, dá no pé, desapareça 
Pois eles vão à feira exibir tua cabeça 

Hei, Al Capone 
Vê se te orienta 
Assim dessa maneira nego 
Chicago não aguenta 

Hei, Al Capone 
Vê se te emenda 
Já sabem do teu furo, meu nego 
No imposto de renda 

Hei, Al Capone 
Vê se te orienta 
Assim dessa maneira, nego 
Chicago não aguenta 

Hei, Jimi Hendrix, abandona o palco agora 
Faça como fez Sinatra, compre um carro e vá embora 
Ei, Jesus Cristo, o melhor que você faz 
É deixar o Pai de lado e foge pra morrer em paz 

Hei, Al Capone 
Vê se te orienta 
Assim dessa maneira, nego 
Chicago não aguenta 

Eu sou astrólogo 
Eu sou astrólogo 
Vocês precisam acreditar em mim 

Eu sou astrólogo 
Eu sou astrólogo
E conheço a história do princípio ao fim


17 de nov de 2016

Alfinetada: Os corruptos faliram o Rio!




   "Ontem Garotinho foi preso. Hoje foi a vez de Sérgio Cabral, sob acusação de receber propinas pela execução de obras públicas. Ambos são ex-governadores do Rio de Janeiro, estado que sofre com as finanças deterioradas, atrasando pagamentos do funcionalismo e demais credores. A corrupção tem seu preço, e nem sempre ela fica impune, como deve pensar a maioria dos corruptos. Do jeito que andam as coisas, não se surpreendam se o Cristo Redentor for flagrado fazendo o sinal da cruz, de tão assustado com o que está acontecendo"

* O Eldoradense

16 de nov de 2016

Alfinetada: A prisão do Garotinho pela Polícia Federal é ilegal!




  "E a Polícia Federal prendeu hoje de manhã o ex-governador do Rio de Janeiro,  mais conhecido por Garotinho. As acusações para justificar a prisão são de associação criminosa e compra de votos. Eu sou a favor da punição aos corruptos, mas neste caso, sou contra! Explico: Em se tratando de um Garotinho, o infrator tem que ir para um Instituto correcional para menores, e não para a carceragem da Polícia Federal!"

* O Eldoradense


14 de nov de 2016

Sobre o suposto muro que Trump quer construir na fronteira com o México...





   "Há 27 anos, a globalização ainda nem engatinhava, e o sistema capitalista comemorava a derrubada do muro que separava as duas Alemanhas, simbolizando a derrocada socialista. Hoje, os que se sentem lesados pela globalização retomam o discurso do protecionismo nacionalista, e a nação que melhor representa o capitalismo, pretende construir um novo muro. Do outro lado do Atlântico, a União Europeia foi fundada oficialmente em 1993, e há poucos meses, a Grã Bretanha, através de um plebiscito, vai formalizando gradualmente o seu adeus ao bloco. Mediante tais processos, fica a pergunta: No que diz respeito à integração econômica e à globalização, estamos evoluindo ou retrocedendo?"

* O Eldoradense

13 de nov de 2016

Vídeo musical de hoje: "Varandas", com Almir Sater!


"Varandas" - Almir Sater

A noite é um mistério
Que eu finjo compreender
Sentado nas varandas
Esperando o amanhecer

Estrelas lá no céu
Fogueiras no sertão
E as luzes da cidade
Não espantam a solidão

Dona lua já se foi
Polvilhar outro rincão
Com o trigo da saudade
Que é a massa do meu pão

A noite é um caso sério
Que eu não vou resolver
Enquanto dormir longe
De quem fiz meu bem querer...


9 de nov de 2016

É, o Trump venceu...




  Amigos leitores, o que muita gente temia, aconteceu: o republicano Donald Trump foi eleito o 45º presidente norte-americano, utilizando-se de um discurso xenófobo, homofóbico e ultranacionalista. Sem temer pelas bravatas, rompantes e exageros Trump pareceu captar os anseios de boa parte dos eleitores americanos, vencendo de forma surpreendente a democrata Hillary Clinton. As bolsas de valores em todo o mundo despencaram, pois o mercado está muito temerário com o que vem pela frente. Eu diria que esta vitória segue uma tendência conservadora que vem assolando o mundo. O recado anterior havia sido dado no Velho Mundo, com a saída da Grã Bretanha do Euro. Se esta onda conservadora será boa ou ruim, isso só o tempo irá dizer, mas sinceramente, eu não me simpatizo com ela.

  A eleição de Trump coloca em xeque algumas questões mundiais: o drama da imigração e dos refugiados, o aquecimento global e as parcerias econômicas dos americanos com outros países do mundo.  Trump adotou um discurso quase que isolacionista em uma economia globalizada, resta saber se colocará em prática tudo o que disse em campanha, o que não seria nada bom. Admito que esta tendência conservadora me assusta, chegando a cogitar a possibilidade do grito "Bolsonaro 2018" ganhar força aqui no Brasil, pois depois desta, acho que nada mais me surpreende...

* O Eldoradense

6 de nov de 2016

Música internacional de hoje: "Be mine" com o R.E.M!


"Be mine"  (Seja Minha) - R.E.M

Eu nunca pensei como isso é engraçado
Isto parece outro mundo para mim
Eu quero ser seu coelhinho de Páscoa
Eu quero ser sua árvore de Natal

Eu arrancarei toda a ambição abandonada
do mundo em que você deve viver
Eu vou tirar o óleo das suas penas
Eu vou arrancar os espinhos dos seus pés
Você e eu
Você e eu

E se eu escolher seu santuário
Eu quero lavar você com meu cabelo
Eu quero beber das fontes sagradas
E quero encontrar as riquezas ocultas

Eu comerei o loto e peiote
Eu quero escutar o canto do pássaro na gaiola
Eu quero os segredos do Templo
Eu quero o dedo com a anel
Você e eu
Você e eu
você verá

Que se você me fizer sua religião
Eu te darei todo o espaço que precisar
Eu vou inalar sua respiração
Eu serei a taça, caso você sangre

Eu serei o ceú acima do Ganges
Eu serei o vasto e tempestuoso oceano
Eu serei as luzes que te guiarão para dentro
Eu serei as visões que verá

Visões que você verá
Você verá
Você e eu...

5 de nov de 2016

É muita palhaçada!




   A internet parece ter ajudado a propagar mais um dos seus fenômenos negativos, e desta vez, a vítima foi o riso, o humor, a graça. Refiro-me aos tais "palhaços assustadores" que andam pelas ruas provocando o medo nas pessoas, pelo simples prazer de aterrorizar, nada mais. Eles saem por aí com suas maquiagens horripilantes, trajes esquisitos e muitas vezes munidos de objetos com potencial de causar mortes ou lesões corporais. Se o objetivo desdes "palhaços" é fazer humor através do susto, eis que a prática não tem graça alguma, podendo matar alguém em um acidente ou até mesmo através de um ataque cardíaco, possibilidade que com certeza não é levada em conta por aqueles que realizam as abordagens.

   Há também a probabilidade (ainda que remota); da vítima estar armada, e, num ato desespero, agredir ou até matar os tais "palhaços". Sim, pois na hora do susto, as reações são imprevisíveis. Ou seja: o risco é mútuo. Isso sem dizer que a alegre figura do palhaço  começa a sofrer uma certa inversão de valores, onde muitas crianças passaram a ter medo do personagem que nasceu para ser engraçado, e não aterrorizante. E quem acaba "pagando o pato" são os palhaços que tentam alegrar o público, pois a desconfiança e o medo estão aos poucos, roubando a risada nas suas apresentações. Em um mundo tão complicado, cada vez mais sisudo, cheio de tragédias, guerras e miséria, os homens estão atrapalhando até mesmo aqueles que têm como objetivo proporcionar alegrias. É uma pena.

   Cresci vendo o palhaço Tic Tac na TV Cultura, no extinto programa infantil "Bambalalão". Posteriormente, ao Bozo, no SBT. Mas o que não faltam são outros ícones que fizeram da "palhaçada" motivo para risos não só das crianças, mas também dos adultos ao longo dos tempos: Arrelia, Carequinha, Atchim & Espirro, Patati & Patatá, Tiririca. Creio que a maioria das pessoas prefira assistir as trapalhadas como o táxi maluco, o botão de flor que expele água, ou até mesmo rir com a típica cena "pastelão" da "torta na cara" , pois isso é muito mais sadio e agradável do que ver os falsos palhaços munidos com moto-serras, marretas, foices. O mundo real já está repleto de sustos, medos e violência. Não é justo que a fantasia, o entretenimento e a comicidade sejam invadidos pelo terror e pelo horror. Que os bons palhaços se sobressaiam, propagando amor e humor, pois é disso que estamos precisando...

* O Eldoradense

   

4 de nov de 2016

E o filme "Doutor Estranho" é simplesmente de tirar o fôlego!




   No final do último feriado, fui em Presidente Prudente conferir a pré-estreia do filme "Doutor Estranho", e gostei muito do que vi: ação, misticismo, efeitos especiais e as velhas tiradas sarcásticas típicas dos filmes produzidos pela Marvel Comics. Basicamente a trama diz respeito a um médico neurocirurgião competente e egocêntrico, que em um acidente de carro, sofre sérias lesões nas mãos e fica impedido de exercer sua profissão. Procurando a cura, o mesmo resolve ir até o Nepal, onde encontra um templo budista liderado pela Maga Suprema, que passa a ensinar-lhe como a elevação espiritual pode realizar feitos como a obtenção da plenitude física, magia e também o teletransporte na escala espacial. Incrédulo e extremamente materialista, Stephen Strange, (identidade do Doutor Estranho), sofre inicialmente com o aprendizado, mas posteriormente alcança alto patamar de conhecimento, tornando-se ele o Mago Supremo. 

   Neste meio tempo, um grupo de fanáticos magos que passaram a desvirtuar o conhecimento místico adquirido se une a uma entidade maquiavélica denominada Dormammu, que tem como objetivo dominar o mundo, oferecendo em troca, a imortalidade. E é claro que o Doutor Estranho não vai permitir que isso aconteça. A dica é assistir ao filme em 3D, porque os efeitos especiais nas cenas de aventura são simplesmente de tirar o fôlego e fazer o espectador se engasgar com a pipoca! 

* O Eldoradense 

3 de nov de 2016

E o tour ciclístico de ontem teve como destino a vizinha Caiuá...


Eu, recebendo as boas vindas do Cristo na entrada de Caiuá...


E o Cristo também deu as boas vindas ao amigo Cido...




Árvore frondosa embelezando o cenário paisagístico do passeio...







   Na manhã de ontem, eu e o amigo Cido Costa aproveitamos o feriado e realizamos um "tour ciclístico" com destino a vizinha Caiuá. O tempo nublado e a temperatura amena ajudaram no trajeto, sendo que na volta fomos contemplados com um chuvisco isolado, mas nada que comprometesse a segurança do percurso. 

   Trajeto: Saída de Presidente Venceslau com destino a Caiuá via Raposo Tavares, adentrando na cidade vizinha e retornando pelo segundo trevo, novamente via Raposo Tavares.

   Saída: 8:00h, no trevo da Penitenciária 2 de Presidente Venceslau.

   Chegada: 10:54h.

    Quilômetros percorridos: 43,91 Km 


* O Eldoradense    

1 de nov de 2016

"Ditriguis" & "Cacildis"





  Ontem, ao realizar as compras do mês e passar com o carrinho na gôndola de bebidas de um supermercado da cidade, me surpreendi com estes dois exemplares de cervejas: "Ditriguis" e "Cacildis", cujos rótulos possuíam estampados nada mais nada menos do que o saudoso humorista "Mussum". E aí, movido muito mais pela curiosidade do que pelo apreço às cervejas, pensei: "Por que comprá-las, por que não comprá-las? Comprei-as!

   E foi legal tê-las comprado. Nos rótulos de ambas as cervejas, existem descrições sobre os respectivos produtos, sendo que nos textos informativos existem termos engraçados como "Saúdis", e "Satisfação da primeira à ultima beiçadis", o que faz parecer com que os mesmos tenham sido escritos pelo "Mussum". Ou seja: O consumidor fica "alegre" antes mesmo de degustar o produto. Além disso, o paladar de ambas as cervejas é agradável, e de certa forma surpreendente, pois eu esperava que a qualidade da cerveja não estivesse à altura do sucesso que o grande "Mussum" fez na TV brasileira. 

    "Cacildis" é produzida artesanalmente, tendo o seu paladar muito parecido com as demais cervejas brasileiras. Já a "Ditriguis" foi inspirada na cerveja belga, e seu sabor contém zest de laranjas e um toque de pimenta da jamaica, que segundo o rótulo bem humorado, "no dos outros é refrêsquis!". Vale a pena saborear e se divertir com estas duas pérolas cervejeiras, produzidas pela "Brassaria Ampolis". 


* O Eldoradense