8 de out de 2015

Poema: "No Vale do Ribeira"

Vale do Ribeira: Região do sul do Estado de São Paulo, exemplo de beleza cênica e preservação


  Há quase dois anos, fiz uma viagem muito legal ao Vale do Ribeira, no sul do Estado de São Paulo. Fiz uma promessa a mim mesmo que escreveria um poema enaltecendo as belezas e os lugares que visitei naquela oportunidade. Com um bom tempo de atraso, eis os versos:

"No Vale do Ribeira"

Vale do Ribeira,
De exuberante beleza;
Sua gente hospitaleira,
Comunhão com a natureza!

Comunidades caiçaras,
E suas singelas rotinas;
Iscas, anzóis e varas,
Bagres, robalos e corvinas!

Vegetação abundante,
Água que não se acaba;
Montanha vigilante,
Serra do Paranapiacaba!

 Cândidos montes de areia,
 Araçá e suas dunas,
Brancura que estonteia,
Como o balanço das escunas!

Cavernas lendárias,
Entranhas obscuras;
Esculturas calcárias,
Abstratas estruturas!

Visitei Cananéia,
Fui até Ilha Comprida;
Vi o mangue da Juréia,
Intacta fonte de vida!

Voltarei ainda,
A esta bela região;
Paisagem tão linda...
Exemplo de preservação!



* O Eldoradense

Um comentário:

  1. Oi amigo blogueiro, pode voltar a Ilha Comprida, a infra estrutura de la´está cada vez melhor, neste final de ano estaremos lá e vamos conferir as muitas novidades... belo poema... abraços!!!

    ResponderExcluir