19 de dez de 2016

Livro: "O advogado do diabo"




   Acabo de concluir a leitura do livro "O advogado do diabo", obra literária do escritor australiano Morris West, publicada em 1959. É bom ressaltar que a obra nada tem a ver com o filme homônimo protagonizado por Keanu Reaves. A história se passa em uma pobre comunidade do sul da Itália em meio à Segunda Guerra Mundial, quando um sacerdote é enviado pelo Vaticano ao lugarejo para investigar a vida do falecido Giácomo Nerone, cuja população local considera santo por alguns milagres a ele atribuídos.

   Cabe então ao sacerdote Blaise Meredith entrevistar pessoas do vilarejo ligadas ao suposto santo para produzir um relatório ao Vaticano. Em meio aos relatos, o sacerdote, que está condenado à morte por uma doença fatal, percebe o quão sua vida foi vazia, e que se Nerone era um homem comum, por outro lado foi uma boa pessoa, capaz de amar e ser admirado por muitos, pois fazia questão de ajudar os mais necessitados. História com boa narrativa, que elucida de forma levemente crítica as ligações entre política e religião que podem estar envolvidas em um processo de canonização. E é justamente por estas ligações que a igreja cautelosamente enviava sacerdotes para fazer tais investigações, exatamente com o intuito de evitar a banalização das santificações. Daí o termo "advogado do diabo", pois estes investigadores tinham o objetivo de questionar as canonizações para que as mesmas só fossem concretizadas mediante a um trabalho sério e minucioso. Bom livro.

* O Eldoradense

Um comentário:

  1. Li este livro há muito tempo, é bom... do mesmo autor eu recomendo "As Sandálias do Pescador".
    Abraços!!!

    ResponderExcluir