23 de jun de 2017

Poema: "Fim de tarde"


"Fim de tarde"

Ele vem chegando,
Sem qualquer alarde;
Mais um dia agonizando,
N'outro fim de tarde!

O Sol indo embora,
Num aceno de adeus;
Cena que corrobora,
A existência de Deus!

Cigarras em sinfonias,
Pássaros a cantar;
Cotidianas manias,
Antecedem o jantar!

Crianças correndo,
Pelas ruas, a brincar;
Estrelas reaparecendo,
Com a luz do luar!

Pois ele vem chegando,
Sem qualquer alarde;
Mais um dia agonizando,
N'outro fim de tarde!

* O Eldoradense

Um comentário:

  1. Linda imagem e lindo poema... é o que acontece no nosso dia a dia, na nossa vida!!!
    abraços!!!

    ResponderExcluir