21 de nov de 2016

Poema: "A lenda da estrela"


"A lenda da estrela"

Quando a vida se encerra,
Há de nascer uma estrela;
E daqui, da Terra...
Será possível vê-la!

Brilhando discreta,
Em alguma constelação;
Eis a prova concreta,
De que há ressurreição!

Um corpo submerso,
Sob os limites do chão;
Elevando-se ao universo,
Ganhando a imensidão!

Transmitindo a mensagem,
De que temos melhor sorte;
E que nesta viagem,
Nós driblamos a morte!

* O Eldoradense

Um comentário:

  1. Anônimo20:48

    No fim da vida, a maioria dos homens percebe, surpresa, que viveu provisoriamente e que as coisas que largou como sem graça ou sem interesse eram, justamente, a vida.
    E assim, traído pela esperança, o homem dança nos braços da morte.

    ResponderExcluir