30 de nov de 2014

Comentando "do meu jeito" as notícias da semana...




  1) Eu sempre soube que Pelé havia nascido em Três Corações (MG), mas só agora descobri que ele tem apenas um rim. O Rei do Futebol sempre fez brincadeiras pelo fato de ser "tricordiano", alegando que por isso aguentava fortes emoções e viveria mais. Seria melhor ter apenas um coração e dois rins, com todo mundo. Brincadeiras à parte, Pelé está se recuperando e com certeza sairá bem dessa.

 2) A nova equipe econômica de Dilma Roussef parece ter acalmado os ânimos do mercado financeiro.  Joaquim Levy foi escolhido para ser o novo Ministro da Fazenda e Nelson Barbosa, do Planejamento. Ambos têm perfil austero e prometem ajustar as contas públicas, considerado um dos "pontos fracos" do atual governo. Os petistas protestaram, alegando que os escolhidos tem um "jeito tucano" de lidar com a economia. Não me simpatizo com o PSDB, mas reconheço que se os tucanos possuem uma qualidade, é o traquejo com a economia e o mercado financeiro. Creio que Dilma tenha acertado na nomeação. 

  3)  "Black Friday": Promoções e ofertas são sempre bem vindas, mas esse lance da influência da cultura americana e da língua inglesa no nosso cotidiano me deixa profundamente irritado. Antes fosse "sexta-maluca", ou qualquer outro nome que tivesse mais a ver conosco. Daqui a pouco chega o Natal, com as propagandas televisivas mostrando bonecos de neve, renas e ursos polares, em um cenário totalmente diferente da nossa realidade. O fim de ano no Brasil é marcado por um calor de "rachar mamonas", muito sol, praia e frutas tropicais. E eu prefiro isso do que neve e ursos polares.

 4)  Faleceu Roberto Bolaños, ícone do humor na América Latina. Fiquei triste, porque os personagens Chaves e Chapolin marcaram minha infância. Ontem, ao sair à noite, observei duas pessoas usando a camiseta do "Chapolin Colorado". Não sei se ao usar tais camisetas as pessoas tiveram o objetivo de fazer uma homenagem ao humorista, mas achei a atitude oportuna e descolada para a ocasião.

 5) Hoje tem eleições no Uruguai, e provavelmente o esquerdista Tabaré Vázquez irá vencer o pleito, sucedendo o simpático José Mujica, também esquerdista. Vale lembrar que Tabaré foi o antecessor do atual presidente e está pleiteando o seu segundo mandato. Muita gente reclama da esquerda sul-americana, e mediante tal contexto, lanço uma pergunta: Se os esquerdistas estivessem tão mal na condução política dos países da América do Sul, estariam vencendo sucessivas eleições? Sei lá, mas acho que os simpatizantes da política de centro-direita deveriam rever alguns conceitos...

* O Eldoradense

   

Um comentário: