25 de abr de 2017

Dória e a velocidade nas marginais...


Nas imagens acima, João Dória e o compromisso de campanha de aumentar a velocidade nas Marginais Paulistanas




  Saiu hoje em manchete do G1: Acidentes  aumentaram em 67% nas marginais paulistanas no primeiro trimestre em relação ao mesmo período de 2016. Amigo leitor, são números expressivos, provavelmente ocasionados por aqueles "compromissos de campanha" assumidos pelo agora prefeito de São Paulo, João Dória, quando ainda era candidato: o de aumentar o limite de velocidade nas marginais Tietê e Pinheiros, na capital paulista. 

  Ao ser indagado sobre a possibilidade real do aumento no número de acidentes nas respectivas vias, Dória respondeu que a medida seria perfeitamente viável, e que seria adotada embasada em estudos técnicos. Das duas uma: ou não houve estudo algum, ou então, quem fez os estudos é incompetente. Não seria preciso ser nenhum Engenheiro de Tráfego para prever o que está ocorrendo agora. O brasileiro dirige mal, tem péssima educação no trânsito, e se puder acelerar, vai mesmo "sentar o pé" no terceiro pedal.

  Outra "lambança" do atual prefeito de São Paulo vai ser a mudança do status de algumas "ciclofaixas" para "ciclorrotas". O que na prática, isso significa? Significa que as faixas que antes eram exclusivas para as bikes, não mais serão, ainda que os ciclistas tenham prioridade em tais espaços. Mas convenhamos: o trânsito de São Paulo é uma selva, e para variar, está prevalecendo novamente a lei do mais forte.

   Sabe-se que a questão da mobilidade urbana da principal Metrópole Brasileira envolve muito mais do que o antigo erro de beneficiar condutores de automóveis. É preciso integrar as malhas de transportes coletivos, bem como prestigiar meios de transporte ecologicamente corretos. Dória insiste em andar na "contra-mão" destas tendências, e provavelmente, a integridade física de muitos sofrerá com tais medidas. As primeiras estatísticas já deram o recado...

* O Eldoradense

Nenhum comentário:

Postar um comentário