22 de dez de 2014

Piada de segunda: "Fugindo da onça"


"Fugindo da onça"

  O sujeito estava narrando o apuro que passou durante uma viagem que fez ao Pantanal:

   "Eu estava no meio do mato, quando uma onça pintada me avistou e começou a correr atrás de mim. Quando ela chegava bem perto, escorregava, e eu ganhava distância. Isso aconteceu por dez vezes, até que no último escorregão, eu consegui abrigar-me em uma cabana, e ela desistiu de me perseguir"

    O amigo, bastante envolvido pela narrativa, respondeu:

  "Cara, você teve muita sorte! Se fosse eu, teria me borrado todo..."

   "E você acha que a maldita onça pintada escorregou em quê?"



Um comentário:

  1. Anônimo19:24

    Seqüestro Fácil

    A loira não conseguia arrumar emprego de jeito nenhum. No desespero, ela resolveu tomar uma atitude extrema para ganhar dinheiro, seqüestrar uma criança.

    Depois de horas definindo o plano, ela encaminhou-se para um playground, num bairro de luxo, viu um menino muito bem vestido, puxou-o para trás da moita e foi logo escrevendo o bilhete:

    "Querida mãe, isto é um seqüestro. Estou com seu filho. Favor deixar o resgate de dez mil reais, amanhã, ao meio-dia, atrás da árvore do parquinho."

    Assinado:

    Loira seqüestradora!

    Então ela pegou o bilhete, dobrou-o e colocou no bolso da jaqueta do menino, dizendo:

    - Agora vai lá, corre e entregue esse bilhete para a sua mãe!

    No dia seguinte, a loira vai até o local combinado e encontra uma bolsa. Ela a abre, e encontra os dez mil reais combinados em dinheiro e um bilhete junto, dizendo:

    "Está aí o resgate que você me pediu. Só não me conformo como uma loira pode fazer isso com outra!"

    ResponderExcluir