7 de nov de 2015

Comentando "do meu jeito" as notícias da semana...


   1) Novamente, a injúria racial: A atriz Thaís Araújo foi alvo de comentários racistas em sua página no Facebook. Na última quarta-feira, ela foi até à delegacia prestar depoimentos sobre o caso. Há pouco tempo, o mesmo ocorreu também com a jornalista Maria Júlia Coutinho, que faz a cobertura das previsões do tempo no Jornal Nacional. Não dá para entender o comportamento de algumas pessoas em pleno século 21, arraigado em tanto ódio e preconceito gratuitos. Que os agressores racistas sejam identificados e amarguem um bom tempo na cadeia, para que reavaliem suas atitudes...


  2) Aprovada PEC que dá poder para as igrejas questionarem as decisões do STF! É isso mesmo que você leu! As igrejas poderão questionar as decisões tomadas por juízes, como se pastores ou padres entendessem mais de leis que os meritíssimos. A PEC foi aprovada pela bancada evangélica na Câmara dos deputados, e é de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO), o mesmo que propôs o projeto da "cura gay". Não gosto da interferência das religiões (quaisquer que sejam) nas leis civis, pois nosso estado é laico exatamente para evitar este tipo de intervenção. Já pensaram se as religiões começarem a questionar a doação de sangue, o trabalho aos sábados ou então, o uso dos preservativos como método contraceptivo? Onde iríamos parar, no século XXXIII?


  3) Empreiteiras envolvidas no "Petrolão" doaram nada mais nada menos do que R$ 17 milhões a empresa de palestras pertencentes ao ex-presidente Lula, como também, ao seu Instituto. A Odebrecht, por sua vez, fez um repasse de R$ 975 milhões ao instituto FHC. Enfim, seguem as relações promíscuas entre empresários e políticos brasileiros, que levam a corrupção a dimensões exponencias, cujas cifras são inversamente proporcionais à qualidade de vida da maioria do povo brasileiro. Fenômeno imoral, inescrupuloso, que só pode ser minimizado ou extinto com a real mobilização de nossa população. Até quando assistiremos a tudo isso inertes, sem qualquer ação efetiva?


  4) Chuva de dólares caiu sobre a cabeça corrupta do deputado Eduardo Cunha, (PMDB-RJ), enquanto o mesmo cedia entrevista no salão verde da Câmara dos Deputados. As notas, obviamente, eram falsas, tendo o rosto do deputado estampado nas cédulas. A ação foi orquestrada por um grupo de estudantes que foi detido posteriormente pela Polícia Legislativa da Câmara. De uma coisa eu não duvido: se as cédulas fossem verdadeiras, Cunha embolsaria...


  5) Rompimento de barragens de mineradora em Minas Gerais causou, infelizmente, morte e desaparecimentos. A onda de lama ocasionada pelo acidente atingiu 2,5 m de altura, tendo sido liberados 62 milhões de metros cúbicos de rejeitos. Uma verdadeira catástrofe, cuja imagem talvez sirva para ilustrar o mar de lama ao qual o nosso país está sujeito. 

* O Eldoradense


Nenhum comentário:

Postar um comentário